Voltar

Obrigado pelo interesse e acesse a melhor ferramenta para cálculo do seu finaciamento!

IMÓVEIS

Buscando sugestões para:


Página inicial / Programas Habitacionais / Como participar do Minha Casa Minha Vida no Distrito Federal

Como participar do Minha Casa Minha Vida no Distrito Federal

Programa tem regras válidas para todo o território nacional e é definido em faixas de acordo com a renda familiar


Da Redação

12/06/2020 - 2 minutos de leitura


O atendimento presencial é realizado no subsolo da Estação Rodoviária de Brasília em horário comercial/ Crédito: Telmo Filho em Unsplash

Os residentes do Distrito Federal que desejam adquirir um imóvel próprio, podem contar com o auxílio do programa Minha Casa Minha Vida no Distrito Federal, aliado à Companhia de Desenvolvimento Habitacional da região, que oferece uma série de facilidades de financiamentos de acordo com a renda de cada família.


O plano foi criado em 2009 com a intenção de oferecer condições justas e adequadas aos ganhos salariais, para que assim, toda a população brasileira esteja em condições de adquirir uma moradia digna. As unidades têm que oferecer parâmetros mínimos como abastecimento de água e energia elétrica, saneamento básico, sistema de iluminação e pavimentação de vias, instalação telefônica e outros quesitos considerados essenciais pelo Governo Federal.

Como saber se sou elegível para o subsídio?

Segundo a Caixa Econômica Federal (CEF), o programa é definido como habitação em área urbana, por isso, se encaixam as famílias com três faixas de renda, sendo contempladas da seguinte forma:

  • Famílias com renda de até R$ 1.800:

Faixa 1 – A Caixa oferece várias vantagens. Conte com um financiamento de até 120 meses, com prestações mensais que variam de R$ 80 a R$ 270, conforme a renda bruta familiar. A garantia para o financiamento é o imóvel que você vai adquirir. Assim, fica muito mais fácil realizar o sonho da casa própria.

  • Famílias com renda de até R$ 2.600:

Faixa 1,5: Você pode adquirir um imóvel cujo empreendimento é financiado pela Caixa com taxas de juros de apenas 5% ao ano, até 30 anos para pagar e subsídios de até 47,5 mil reais.

  • Famílias com renda de até R$ 4.000:

Faixa 2: Se sua família tem renda bruta de até R$ 4.000, você se encaixa nesta faixa do programa e pode ter subsídios de até R$ 29.000.

  • Famílias com renda de até R$ 9.000:

Faixa 3: Para famílias com renda bruta de até R$ 9.000, o Minha Casa oferece taxas de juros diferenciadas em relação ao mercado.

Assine nossa newsletter e receba por e-mail as principais notícias e dicas.
Fique tranquilo, não enviamos SPAM.
Quero me cadastrar para receber informações relevantes por e-mail. Fique tranquilo, não fazemos SPAM.

As informações sobre as faixas de rendas e contemplações do empréstimo foram obtidas diretamente com a Caixa Econômica Federal e estão sujeitas a mudanças de acordo com os parâmetros estabelecidos pela instituição, de acordo com direcionamento do Governo Federal.

Com exceção das famílias pertencentes a Faixa 1, que devem realizar a solicitação presencialmente e participar de um sorteio para contemplação, as pertencentes as demais faixas devem entrar em contato diretamente com a construtora em seus postos de venda.

Para as famílias que se enquadram na Faixa 1, a Caixa ainda informa que é preciso para adquirir:

1.       Possuir uma renda familiar de até R$ 1.800, considerando que os auxílios de Prestação Continuada – Benefício de Prestação Continua (BPC) e o Bolsa Família, pagos pelo Governo Federal, não são considerados como renda familiar;

2.       A família que deseja adquirir o benefício não pode possuir um imóvel, seja como proprietário, cessionário ou até mesmo promitente comprador;

3.       A família também não pode ter recebido nenhum proveito de natureza habitacional, emprego de recursos do FGTS voltados para habitação ou até mesmo descontos destinados à aquisição de material de construção.

Para quem deseja receber informações sobre o projeto de forma presencial, o atendimento é realizado no subsolo da Estação Rodoviária de Brasília – Plataforma “D”, de segunda à sexta-feira, em horário comercial, e aos sábados, das 7h30 às 12h.

AVALIAR ESSE ARTIGO
Você precisa estar logado para comentar.
Faça o login


Notícias relacionadas