Artigos

A arquitetura contemporânea está ganhando espaço em Miami

Casas e prédios com um ar mais Art Déco estão dividindo espaço com empreendimentos compostos por linhas retas

Por:André Duek 15/12/2023 2 minutos de leitura
arquitetura-contemporanea
"Essa transformação arquitetônica também se estende para grandes mudanças na própria região", afirma André Duek/ Crédito: Getty Images

Publicidade

Ao andar pelas ruas de várias regiões de Miami, é possível observar a presença cada vez maior de empreendimentos com um estilo arquitetônico mais moderno, que contrasta com o clássico dos anos 50, 60 e 70 presentes em grande parte das construções na Flórida. Esses novos empreendimentos sinalizam uma mudança de comportamento na cidade. 

Miami está sendo cada vez mais procurada por europeus, asiáticos e estrangeiros de outras nacionalidades – que até então tinham como foco a compra de imóveis nos Estados Unidos em locais como Nova York, Boston e Los Angeles. Esse grupo passou a olhar para a região com um local de grande potencial. 

O ranking mais recente do relatório divulgado pela Associação Miami Realtors, que traz o Top 10 dos países que mais têm buscado comprar imóveis por aqui, mostra que a Alemanha, pela primeira vez, está ocupando o primeiro lugar. A Espanha aparece como sexta colocada e o Reino Unido na oitava posição. Miami é conhecida por ser um berço de latino-americanos e canadenses, mas a chegada de italianos, franceses e ingleses está estimulando um novo olhar para o design. 

As casas e prédios com um ar mais Art Déco em Miami, com colunas e linhas arredondadas, estão dividindo espaço com empreendimentos compostos por linhas retas, com pé direito alto, enormes janelas envidraçadas e espaços amplificados. E podemos dizer que isso está ocorrendo em diferentes regiões do sul da Flórida além de  Miami, como Boca Raton, Miami Beach, Doral e Southwest Ranches, onde recentemente a top model Gisele Bundchen comprou uma casa.

Publicidade

Temos visto escritórios internacionais de arquitetura desembarcando por aqui, montando bases nos Estados Unidos. Destacam-se, por exemplo, o Zaha Hadid Architects, da premiada arquiteta Zaha Hadid e o escritório do arquiteto português Vasco Vieira, um dos maiores designers de arquitetura moderna europeia. Eles investem em empreendimentos de luxo que podem custar até US$25 milhões, como o Akai Estates, que abriga jogadores da NBA, atores renomados e grandes empresários.

Até mesmo a indústria da construção e de casas de luxo da Flórida está investindo nesse tipo de imóvel moderno, como é o caso da GL Homes, que já construiu mais de 20 mil casas de luxo na Flórida e atualmente está com projetos de casas contemporâneas nos condomínios Lotus Palms e Boca Bridges.

Essa transformação arquitetônica, impulsionada pela presença de um público mais exigente, também se estende para grandes mudanças na própria região, como a chegada de restaurantes com estrelas Michelin – há pelo menos 10 por aqui – assim como a realização de grandes eventos esportivos e de lazer. 

Estamos diante de um movimento que vai marcar o mercado de real estate americano. A tendência é que essa mudança de comportamento transforme a cena imobiliária de Miami, tornando-a uma capital cada vez mais global e cosmopolita.

Publicidade

NEWSLETTER
IMÓVEIS

Inscreva-se e receba notícias atualizadas do mercado de imóveis

Notícias relacionadas

Imagem destacada

Entenda como funciona a portaria digital remota

5 minutos de leitura
Imagem destacada

Caminhos para dinamizar a oferta de habitação de interesse social no Estado de São Paulo

3 minutos de leitura
Imagem destacada

7 dicas para escolher um bom corretor de imóveis

2 minutos de leitura
Imagem destacada

Sublocação de sala comercial: entenda como isso pode ajudar nos negócios

3 minutos de leitura