O que já foi uma propriedade do rico militar paulista José Arouche de Toledo Rendon, hoje é um dos bairros mais tradicionais da zona norte de São Paulo. Há muita dúvida sobre o que resultou no nome do bairro, que fica às margens do Rio Tietê. Mas a teoria mais conhecida é que o nome deriva do apelido que as sete irmãs de Rendon receberam: as “moças da casa verde”.  

A cultura e história do bairro podem ser representadas pelo Sítio Morrinhos (Rua Santo Anselmo, 102), uma construção do século XVIII com uma arquitetura bandeirista que hoje é sede do Centro de Arqueologia de São Paulo.

Preços

Para quem deseja investir em um imóvel na Casa Verde, o valor é em média R$ 3.100 o m² de um imóvel usado, segundo a Pesquisa de Mercado da Capital do Conselho Regional de Corretores de Imóveis (Creci-SP).

Mobilidade

A estação de trem ou metrô mais próxima do bairro é a Barra Funda, mas o melhor jeito de chegar na região é por meio das linhas de ônibus que circulam pelo distrito ou de carro, pela Marginal Tietê e Avenida Braz Leme.

Educação

O morador do bairro da zona norte pode contar com algumas instituições públicas, como a Escola Estadual Colombo de Almeida, a E.E. Padre Manoel de Nóbrega, o Centro de Educação Infantil Diret Casa Verde – Walter Abrahão, Escola Municipal Casa Verde, Escola Municipal de Educação Fundamental Angelina Maffei Vita e a Escola Técnica Albert Einstein. Há também as instituições privadas: Colégio Augusto Ramos, Colégio Novo Tempo, Colégio Nossa Senhora das Dores, Colégio Liceu Carvalho Pinto, entre outros.

Assine nossa newsletter e receba por e-mail as principais notícias e dicas.
Fique tranquilo, não enviamos SPAM.
Quero me cadastrar para receber informações relevantes por e-mail. Fique tranquilo, não fazemos SPAM.
Saúde

A saúde pública da região conta com o Hospital Municipal e Maternidade Dr. Mário de Moraes Altenfelder Silva, que fica na Vila Nova Cachoeirinha, bairro próximo. Tem também a Unidade Básica de Saúde Casa Verde, UBS Casa Verde Alta, UBS Dr. Walter Elias, Centro Psicossocial Casa Verde, além da Assistência Médica Ambulatorial (AMA) Parque Peruche e a AMA/UBS Integrada Massagista Mário Américo. E pela rede particular, o Hospital Casa Verde.

Lazer

A vida de quem mora na região sempre acaba esbarrando no bairro do Limão. Por serem bem próximos, alguns locais de lazer e diversão são compartilhados pelos moradores dos dois locais. O Centro Cultural da Juventude Ruth Cardoso (Avenida Deputado Emílio Carlos, 3641) é um dos principais espaços. As atividades culturais incluem apresentações, oficinas de teatros, shows, circo, dança, cinema, debates, saraus, horta comunitária e cursos de produção audiovisual.

O Centro de Tradições Nordestinas (Rua Jacofer, 615) é um pedaço do Nordeste na cidade, com shows, restaurantes com comidas típicas, parque de diversões e lojas de artesanato. Outro local de festa no bairro é a praça do Centenário, que serve como palco para as comemorações de aniversário do distrito, além de ter um parquinho para as crianças.

O distrito também é berço de tradicionais escolas de samba, como a Império de Casa Verde, a Mocidade Alegre, Morro da Casa Verde e Unidos do Peruche.

Gastronomia

A padaria Nova Baruel (Avenida Baruel, 400), tem pratos rápidos, pizzas, bolos e salgados. A lanchonete Pastel da Maria (Rua Valdemar Martins, 204), que já recebeu o prêmio de maior pastel da cidade em 2009, tem uma loja fixa no bairro.

O Churrasquinho Mu (Avenida Eng. Caetano Álvares, 3090) serve espetinhos variados, porções, chopps e cervejas. Já o tradicional Bar do Plínio (Rua Bernadino Fanganiello, 458) tem um cardápio com peixes, petiscos e chopes.