Imóveis de alto padrão têm características específicas que atrai olhares de investidores e de quem quer – e pode – viver no luxo: design imponente, conforto, privacidade e segurança aos moradores são algumas delas, além da exclusividade, já que o projeto costuma ser assinado por profissionais renomados.

Os acabamentos de qualidade dificilmente requerem manutenções, como é caso de pedras naturais, porcelanato, madeiras nobres e vidros com isolamento acústico. Funcionalidades sustentáveis e tecnologia também são recorrentes em imóveis de luxo. Sensores em lâmpadas que acendem e apagam ao menor sinal de movimento e torneiras que se fecham sozinhas são algumas delas.

Muitos condomínios de luxo oferecem serviços diferenciados a poucos passos do quintal de casa, como cinema e shopping para que os moradores não precisem fazer grandes deslocamento em suas atividades de lazer.

Outro grande diferencial dos imóveis de luxo é a sua localização. Regiões nobres aumentam o valor da propriedade e proporcionam mais requinte ao cotidiano dos moradores. E em São Paulo, há bairros que abrigam condomínios luxuosos, casas que parecem mansões e prédios de luxo, além de estarem próximos a comércios de grife, parques renomados, e oferecerem boa infraestrutura com ruas e calçadas largas e bem conservadas.

Separamos uma lista com os cinco principais distritos paulistanos famosos pelas suas construções de alto padrão.

1 – Morumbi

Um dos bairros de alto padrão mais famosos de São Paulo, o Morumbi está afastado do centro da cidade. Mas sua localização na zona sul dá fácil acesso à Marginal Pinheiros e a shoppings, parques arborizados e ao estádio de futebol de mesmo nome.

2- Jardins

A região fica no oeste da cidade e é composta pelos distritos Jardim América, Jardim Paulistano, Jardim Paulista e Jardim Europa.

No Jardim América estão algumas das principais e avenidas da cidade, como Rebouças, Nove de Julho e Brasil. E faz divisa com o Jardim Europa, onde estão as luxuosas avenidas Brasil e Europa e renomados centros de cultura e arte, como a Fundação Cultural Ema Klabin, o Museu da Casa Brasileira e o Museu da Imagem e do Som.

O Jardim Paulista abriga boa parte das entradas para o Parque Ibirapuera, o mais importante parque urbano de São Paulo, e se estende até a avenida Paulista. Assim como o Jardim Paulistano, muito conhecido pelo comércio de grife da rua Oscar Freire. Às margens da mais famosa avenida da cidade, os bairros são o endereço dos mais badalados restaurantes paulistanos.

3- Itaim Bibi

Um dos bairros mais requintados e agitados da cidade, localizado no limite da região oeste com a zona sul da cidade, oferece opções de lazer para todos os gostos e estilos, sobretudo à noite paulista – é uma região repleta de bares, casas de festas e casas de shows. Na paisagem, os prédios de luxo espaçosos dividem espaço com edifícios comerciais e escritórios variados.

4 – Vila Olímpia

Outro distrito luxuoso localizado na intersecção da zona oeste com a sul de São Paulo, a região é também um dos grandes centros financeiros da cidade. As avenidas Brig. Faria Lima, Pres. Juscelino Kubitschek e Eng. Luís Carlos Berrini são as referências do bairro; vias lotadas de centros empresariais, mas também de serviços diversos, centros culturais e equipamentos lazer, além de boa infraestrutura de transporte.


5 – Higienópolis

Localizado na região central da capital paulista, Higienópolis tem prédios antigos, porém espaçosos e requintados – alguns deles joias da arquitetura paulistana. Esse bairro familiar e tranquilo tem muitas árvores pelas ruas e ampla oferta de educação: lá está a Universidade Mackenzie e muitos colégios tradicionais.