Voltar
IMÓVEIS

Buscando sugestões para:


Página inicial / Compra / Vantagens e desvantagens de comprar uma casa geminada

Vantagens e desvantagens de comprar uma casa geminada

Preço mais acessível, manutenção compartilhada e apoio entre vizinhos são alguns dos benefícios da moradia


Da Redação

24/09/2020 - 3 minutos de leitura


A tipologia chega a ser 30% mais baratas que a convencional, dependendo de sua localização/ Foto: Getty Images

A casa geminada, que também pode ser chamada de conjugada, é a construção de duas ou mais moradias ligadas umas às outras e que dividem de maneira proporcional o mesmo lote. Elas recebem essa nomenclatura devido às suas estruturas, nas quais duas ou mais construções são simétricas e compartilham a edificação, alvenaria, telhado e até mesmo parede.

Leia mais:
Quanto barulho é barulho demais?

Atualmente, a tipologia vem conquistando seu espaço no mercado imobiliário. Proprietários de grandes terrenos têm aproveitado para construir esses imóveis e, assim, diminuir e otimizar os custos de projeto e construção. Aliás, por conta disso, essas moradias podem ser uma opção interessante para que busca realizar o sonho da casa própria, já que, em geral, elas chegam a ser 30% mais baratas que as convencionais, dependendo de sua localização.

Confira as principais vantagens e desvantagens dessas construções:

Vantagens

Preço mais acessível

É comum que uma casa geminada saia por um preço mais barato em razão de compartilhar o mesmo lote com uma ou mais moradias. Essas divisões de espaço e a duplicação de um mesmo projeto é o que gera economia para o construtor e, como consequência, para o comprador final.

Economia na construção

Outra vantagem da tipologia, que tem relação com a primeira, é acerca do valor da construção. Como as unidades dividem a mesma rede elétrica e tubulações de água e esgoto, por exemplo, os custos de obra e reformas podem ser mais baixos também.

Terreno

O fato desses imóveis dividirem a mesma estrutura, como o telhado e a parede, faz com que seja possível construir mais de uma casa em uma mesma área. Assim, é possível aproveitar melhor o espaço.

Manutenção

Já que as unidades possuem a mesma estrutura, a manutenção também será a mesma. Isso fará com que os custos da troca de telhas e instalação de rede elétrica de segurança sejam divididos de maneira igualitária entre os moradores.

Apoio entre vizinhos

Assine nossa newsletter e receba por e-mail as principais notícias e dicas.
Fique tranquilo, não enviamos SPAM.
Quero me cadastrar para receber informações relevantes por e-mail. Fique tranquilo, não fazemos SPAM.

A convivência com os moradores da casa ao lado acaba sendo inevitável. Apesar de isso representar uma certa desvantagem, essa convivência pode acabar sendo positiva em determinados aspectos, como por exemplo, se um

dos moradores está viajando, os donos da outra moradia podem ficar de olho na residência ao lado ou até ajudar a cuidar dos animais de estimação.

Desvantagens

Iluminação solar

Como as paredes da casa geminada ficam grudadas, é comum que uma das unidades acabe não pegando sol e, consequentemente, fique mais fria. Além disso, a falta de sol em determinada parte do imóvel pode acabar provocando alguns problemas com infiltrações.

Ventilação

Assim como no caso da falta de luz natural, o mesmo acontece com a questão da circulação de ar. Existe a possibilidade de uma casa acabar tendo menos circulação de ar do que a outra, devido ao fato de um dos lados não possuir espaço para ter janelas.

Ruídos

A não ser que o projeto tenha pretensões de isolamento acústico, algo que não é comum acontecer, a parede que reparte as casas lado a lado acaba compartilhando barulhos cotidianos. Se um morador decidir fazer uma festa, por exemplo, o barulho pode ser ainda mais incômodo.

Manutenção

A manutenção das casas geminadas sairá por custos mais baixos, já que será compartilhada. No entanto, o fato de que partes da infraestrutura serão divididas pode gerar alguns transtornos. Caso ocorra algum problema, a questão precisa ser resolvida entre os proprietários. 

Por isso, para evitar qualquer desgaste ou discussão, caso seja necessário fazer uma obra em uma parede entre vizinhos na qual há infiltração, é importante estabelecer desde o início como será a reforma e se os custos serão divididos ou não. Além disso, se um dos moradores resolver realizar qualquer tipo de mudança – na fachada, por exemplo – esta deve ser acordada entre os habitantes das duas propriedades.

AVALIAR ESSE ARTIGO
Você precisa estar logado para comentar.
Faça o login


Notícias relacionadas