Compra

5 dicas para valorizar sua casa, segundo três corretores de luxo

Decoração, visitação e divulgação demandam cuidados especiais que moldam a experiência do comprador

Por:Breno Damascena 20/07/2023 4 minutos de leitura
marcello-romero-bossa-nova
Marcello Romero, CEO da Bossa Nova Sotheby's, afirma que atualizar o imóvel melhora a liquidez e acelera o processo de venda/ Crédito: Tuca Reinés/ Divulgação

Publicidade

O mercado de compra e venda de imóveis possui uma série de regras não escritas e segredos que podem ajudar a impulsionar o valor de um imóvel. São práticas para destacar as qualidades de um empreendimento e atrair potenciais compradores ou locatários. O Estadão Imóveis convidou três corretores especializados em imóveis de luxo para dar cinco dicas de como valorizar a sua casa para a hora da venda:

  1. Cuidados com manutenção

“Deixar um imóvel apresentável ao comprador pode torná-lo até 30% mais caro”, afirma o fundador e CEO da imobiliária de luxo Bossa Nova Sotheby’s, Marcello Romero. “Além de melhorar a liquidez do negócio, no segmento de alto padrão, a manutenção em dia é uma condição obrigatória.”

De acordo com Romero, o quesito pode variar de aspectos básicos, como cuidar de vazamentos, limpar a piscina, pintar o imóvel e aparar a grama do jardim, até pontos mais complexos, como substituir o carpete por piso vinílico e transformar a cozinha tradicional em uma cozinha americana. 

  1. Realizar pequenas reformas

Outra orientação do especialista é investir em pequenas reformas para torná-lo mais adequado ao momento de mercado. “Sugerimos um estudo arquitetônico quando se trata de imóveis mais velhos. Quebrar uma parede para transformar um quarto comum em uma suíte pode fazer os olhos do comprador brilharem”, acrescenta. 

Publicidade

O corretor Bruno Cassola, especializado em imóveis de luxo em Balneário Camboriú (SC), corrobora a dica de Romero. “Não adianta chegar em uma mansão com uma piscina bonita e tudo estar caindo aos pedaços. Um simples revestimento de cerâmica atualizado já muda a perspectiva para o cliente.”

  1. Atenção à mobília e decoração

Para Cassola, a apresentação do imóvel envolve, também, móveis e decoração. Por isso, ele sugere que o proprietário invista em um projeto de mobília, de preferência que sigam em um tom clean e contemporâneo. “É uma forma de agradar a públicos de todos os perfis.” 

O corretor diz que em muitos casos é melhor fugir de características excêntricas e exageradas. “Em vez de escolher itens domésticos italianos de altíssimo valor, é possível apresentar uma marca brasileira.”

Ele ainda ressalta que é fundamental ter cuidado com objetos dos moradores que podem piorar a experiência do comprador, como toalhas no banheiro, tapetes sujos e itens de limpeza fora do lugar. 

Publicidade

  1. Experiência da visita

A visita ao imóvel é indicada pelos corretores como um dos momentos mais importantes para a tomada de decisão. Por isso, é necessário criar um ambiente que ajude a criar uma boa impressão para o comprador. E isso pode ir além de reparos e da decoração do próprio imóvel em si. 

O corretor Bruno Cassola diz que apartamentos bem decorados tendem a despertar mais desejo e taxa de retorno / Crédito: Kadu Malucelli/ Divulgação

“Deixar o imóvel arejado antes do cliente chegar, espalhar uma fragrância de qualidade no ar para melhorar o odor e oferecer uma conversa personalizada ajuda a criar um encanto na hora da venda”, afirma Cassola. 

A experiência também envolve escutar com atenção os desejos e anseios do comprador. É o que explica a curadora de imóveis de alto padrão, Aline Sofia. “Por que não convidá-lo para se sentar um instante no sofá diante de uma vista estratégica ou para visitar a adega climatizada com centenas de garrafas? O cliente deve se enxergar no imóvel, com todas as facilidades neles contidas”, afirma. 

Aline ainda alerta para ruídos que podem ser evitados no momento da visita, como barulho de TV e bomba da piscina. “Coloque uma música interessante em volume baixo ao fundo, posicione um vaso de flores em uma posição estratégica e ofereça um suco refrescante ou cafezinho. Acolhimento e humanização sempre agregam.”

Publicidade

  1. Divulgação eficiente

Não é raro, porém, que o comprador já chegue à visitação decidido sobre a compra.  Isso por conta de toda a jornada percorrida até aquele momento. Portanto, a estratégia de divulgação e contato é outro aspecto essencial que deve ser observado pelo proprietário do imóvel.

A curadora de imóveis de luxo Aline Sofia afirma que o dono do imóvel deve lembrar das características que o fizeram comprá-lo em um primeiro momento e deixá-las evidentes para o interessado/ Crédito: Divulgação

“Antes da visita, é necessário despertar o interesse e a curiosidade do potencial comprador. Com boas fotos, vídeos e filmagens com drones, o cliente já consegue prever o que encontrará. É uma forma de despertar a emoção e preparar o ‘paladar’ para o que está por vir.”

NEWSLETTER
IMÓVEIS

Inscreva-se e receba notícias atualizadas do mercado de imóveis

Confira nossas

WEBSTORIES

Notícias relacionadas

Imagem destacada

FGV: IGP-M tem deflação de 0,70% em agosto e acumula 7,63% no ano

0 minutos de leitura
Imagem destacada

Trisul destaca produtos premium para a ‘Manhattan brasileira’

3 minutos de leitura
Imagem destacada

Custo de construção em São Paulo acumula alta de 2,52% nos últimos 12 meses

0 minutos de leitura
Imagem destacada

7 melhores bairros de SP para quem gosta de ficar próximo à natureza

4 minutos de leitura