Aluguel

Quais são as ruas mais caras do mundo? Confira top 10

Mercado de luxo impulsionou retomada de importantes ruas comerciais ao redor do globo

Por:Breno Damascena 31/05/2024 2 minutos de leitura
quinta-avenida-nova-york
Importante avenida de Nova York aparece na primeira posição/Crédito: Rawf8/AdobeStock

Publicidade

A Quinta Avenida, importante via da cidade de Nova York, é a rua mais cara do planeta. Lar do Metropolitan Museum of Art (The Met), de algumas das lojas mais luxuosas do mundo e ponto turístico global, a rua que corta o bairro de Manhattan registrou uma valorização de 14% desde o final da pandemia.

Um estudo realizado pela Cushman & Wakefield indica que a rua tem o metro quadrado avaliado em cerca de 21 mil dólares (R$ 109 mil) por metro quadrado/ano. Segundo o levantamento, que analisou as ruas mais caras do mundo em 2023, as quedas observadas no mercado de aluguéis comerciais durante a pandemia já foram quase completamente superadas.

Os valores médios estão apenas 0,1% mais baixos do que no período pré-pandemia e 69% dos principais destinos de varejo ​​estão com valores de aluguel acima da pré-pandemia. 

+ Quanto custa morar de aluguel em Nova York?

Publicidade

A segunda rua mais bem colocada no ranking, por exemplo, registrou uma alta de 31% desde o fim da pandemia. A Via Montenapoleone, tradicional rua de moda e lojas de luxo, em Milão, na Itália, tem o valor de locação do metro quadrado/ano avaliado em 19 mil dólares (quase R$ 99 mil). 

Em seguida, o ranking apresenta ruas populares pelos pontos de venda e por atraírem turistas de todo o mundo: Tsim Sha Tsui, rua de Hong Kong; New Bond Street, rua de Londres; e a Champs-Élysées, rua de Paris. Confira o top 10: 

A rua mais cara para aluguel na América do Sul está no Brasil. Na zona oeste de São Paulo, entre os bairros Cerqueira César e Pinheiros, a rua Oscar Freire é um dos pontos de compra mais relevantes da cidade para os endinheirados paulistanos.

+ São Paulo tem a rua mais cara do Brasil. Confira o top 10

Publicidade

Conhecida por abrigar lojas de luxo e por uma estética suntuosa que se destaca do restante da capital, a rua tem o metro quadrado/ano avaliado em cerca de US$ 775 (R$ 4 mil). Destaca-se que desde o período pré-pandemia, a rua registrou uma alta de 54% no valor do aluguel e hoje está em 38º no ranking geral. 

Apenas mais uma cidade brasileira aparece no ranking da Cushman & Wakefield: o Rio de Janeiro. A Rua Garcia d’Ávila é uma rua do bairro de Ipanema composta por lojas e restaurantes de alto padrão.

Com o custo do metro quadrado/ano avaliado em cerca de US$ 741 (cerca de R$ 3.800), a região registrou uma alta de 19% desde a pandemia.

NEWSLETTER
IMÓVEIS

Inscreva-se e receba notícias atualizadas do mercado de imóveis

Notícias relacionadas

Imagem destacada

Platina 220, novo prédio mais alto de SP, tem show e visitas abertas para marcar inauguração

1 minuto de leitura
Imagem destacada

Como realizar o sonho da casa própria mesmo ganhando pouco?

2 minutos de leitura
Imagem destacada

Uma volta pela casa: Cary Leibowitz

0 minutos de leitura
Imagem destacada

Imóvel ou renda fixa: qual investimento é melhor no atual cenário?

3 minutos de leitura