Guia de Bairros

Preço médio do m² em São Paulo é de R$ 7.153, segundo levantamento

Valor anunciado é cerca de R$ 290 mais caro do que o praticado em contrato

Por:Breno Damascena 31/08/2023 2 minutos de leitura
sao-paulo-valorizacao
No Brooklin, o preço do m² é cerca de 80% mais caro do que a média da cidade/ Crédito: Getty Images

Publicidade

O preço médio do metro quadrado em São Paulo é R$ 7.153, segundo o Relatório de Compra e Venda do Quinto Andar com base em dados do último trimestre. O número representa um avanço de 3,67% em comparação com os três primeiros meses do ano e de 6,36% em comparação com o segundo trimestre de 2022. 

Os valores equivalem aos números acertados em contrato, que são ligeiramente inferiores aos anúncios. No último trimestre, o preço médio do metro quadrado, em divulgações de venda, foi de R$ 7.443, uma diferença de R$ 290. 

“É algo do próprio do mercado imobiliário. Muitos proprietários já colocam o valor um pouco acima do que pretendem, de fato, receber na venda, já pensando numa futura negociação com o comprador”, afirma o gerente de dados do QuintoAndar, Thiago Reis. “Em um cenário de mercado aquecido, o desconto médio obtido nas transações é normalmente menor, como vimos durante a pandemia, por exemplo”, acrescenta. 

O metro quadrado mais caro de São Paulo custa quase o dobro da média praticada na cidade. Para adquirir um imóvel no Brooklin, o comprador precisa desembolsar cerca de R$ 12.971/m². O distrito é seguido por Pinheiros (R$ 12.843/ m²) e Moema (R$ 11.017/m²). 

Publicidade

Confira quais são os 10 bairros mais caros de São Paulo: 

  1. Brooklin: R$ 12.971
  2. Pinheiros: R$ 12.843
  3. Moema: R$ 11.017
  4. Vila Mariana: R$ R$ 8.904
  5. Bela Vista: R$ 8.636
  6. Consolação: R$ 8.636
  7. Saúde: R$ 8.077
  8. Ipiranga: R$ 7.579
  9. Mooca: R$ 7.407
  10. Tatuapé: R$ 7.111

O levantamento também indica quais são os bairros que mais valorizaram e os que menos se valorizaram durante o último trimestre na cidade:

5 bairros mais valorizados: 

  1. Mooca: 32,7%
  2. Bela Vista: 28,6%
  3. Pinheiros: 12,7%
  4. Panamby: 11,9%
  5. Santa Cecília: 6%

3 bairros com maior desvalorização: 

  1. Consolação: -14,3%
  2. Tatuapé: -2,6%
  3. Vila Mariana: -2,2%

De acordo com Reis, há uma “acomodação” dos preços nos bairros da Mooca e da Consolação.  “A Mooca foi o bairro com a maior desvalorização no trimestre anterior e agora passou por uma recuperação. Já com a Consolação foi o oposto: o bairro estava no top 3 mais valorizados no 1º trimestre e agora registrou uma queda.”

Já a Bela Vista vem de dois trimestres seguidos de valorização expressiva. Para Reis, a alta demanda no bairro e o fato da região possuir muitos estúdios com um ticket médio bastante alto contribuíram para a grande procura nos últimos meses. 

Bairros mais procurados

Alheio aos movimentos de alta e baixa do mercado, o Tatuapé é o bairro mais procurado para compra e venda na plataforma. A Vila Mariana aparece na sequência. Confira os 10 bairros mais buscados: 

Publicidade

  1. Tatuapé
  2. Vila Mariana
  3. Mooca
  4. Pinheiros
  5. Ipiranga
  6. Butantã
  7. Moema
  8. Santana
  9. Bela Vista
  10. Brooklin

NEWSLETTER
IMÓVEIS

Inscreva-se e receba notícias atualizadas do mercado de imóveis

Notícias relacionadas

Imagem destacada

Brasileiros compram imóveis na Espanha de olho na valorização

3 minutos de leitura
Imagem destacada

Quais são os bairros paulistanos que mais venderam imóveis em 2022?

1 minuto de leitura
Imagem destacada

Como decorar a casa para as festas de final do ano?

3 minutos de leitura
Imagem destacada

5 dicas para conseguir comprar material de construção barato

2 minutos de leitura