Voltar
IMÓVEIS

Buscando sugestões para:


Página inicial / Guia de Bairros / Belém: o distrito da paz

Belém: o distrito da paz

Moradores e devotos de São José de Belém deram nome à região, que se desenvolveu ao redor da capela construída em homenagem ao santo


Da Redação

09/04/2020 - 3 minutos de leitura


Após a construção da Igreja de São José de Belém, o bairro surgiu como distrito de paz/ Foto: Getty Images

Localizado na zona leste de São Paulo, bem ao lado da Mooca, do Brás e do Tatuapé, o Belém, ou Belenzinho, tem como característica o clima interiorano bem em meio à agitação da metrópole, pois compartilha uma área conhecida como centro histórico de São Paulo. Nos anos de 1880, o bairro era bem visitado pelos paulistanos, devido à sua altitude, ao ar puro, aos vastos pomares e às grandes árvores. Sua fama de estação climática se espalhou graças às enormes chácaras, mansões e solares presentes.


O nome do local vem da fé católica dos moradores, uma homenagem a São José de Belém, cuja paróquia foi criada em 14 de julho de 1897, desmembrada de outra, a do Bom Jesus do Brás. Dois anos depois, em junho, o Belenzinho surgiu como distrito de paz. Foi ao redor da capela que a região se desenvolveu. Por volta de 1910, chegaram as primeiras indústrias e as fábricas de vidro. Em seguida, algumas tecelagens começaram a se instalar nas imediações.

Preço

De acordo com a Pesquisa de Mercado da Capital do Conselho Regional de Corretores de Imóveis (Creci-SP), o preço médio por metro quadrado (m²) para a compra de casas é de R$ 3.469,55 e de apartamentos R$ 3.629,03. Já o valor do aluguel de casas com um dormitório é de R$ 711,43 e de apartamento é de R$ 1.122,29.

Mobilidade

Com facilidade de transporte tanto para o centro, que fica a apenas seis quilômetros (km) do distrito, quanto para os bairros vizinhos e outras regiões, o Belém abriga duas estações de metrô, Belém e Bresser-Mooca, da Linha 3–Vermelha, corredores de ônibus e acesso a avenidas importantes, como a Radial Leste e a Salim Farah Maluf.

Assine nossa newsletter e receba por e-mail as principais notícias e dicas.
Fique tranquilo, não enviamos SPAM.
Quero me cadastrar para receber informações relevantes por e-mail. Fique tranquilo, não fazemos SPAM.

Educação

O bairro acomoda diversas opções de ensino, como os colégios particulares Tutor, Travessura, Ranieri e Agostiniano São José, além da Faculdade Sumaré, da Anhanguera e da Faculdade Escola Brasileira de Medicina Chinesa (EBRAMEC). No ensino público, conta com a Escola Estadual Guerino Raso e a Escola Estadual Amadeu Amaral.

Saúde

O Belém abriga o Hospital Aviccena, Hospital Maternidade Leonor Mendes Barros e o Hospital Santa Virgínia.

Lazer

A região tem uma das maiores unidades do Sesc na cidade, o Belenzinho, na rua Padre Adelino, 1000. Em seus 50 mil m² existem equipamentos como piscinas, quadras, espaço para shows e teatro. O Belém conta também com um parque estadual que leva o seu nome e fica na Avenida Celso Garcia, 2593. Inaugurado em 2012, conta com 210 mil m² de área e uma unidade do programa Fábricas de Cultura, da Secretaria de Estado da Cultura, que promove cursos de iniciação artística para crianças e jovens e atividades de difusão para toda a comunidade. Outro local importante do bairro é a Paróquia São José do Belém. O largo onde está localizada dá um ar de cidade de interior à região, frequentado principalmente pelos descendentes dos primeiros operários que trabalharam nas redondezas. No Dia de São José, 19 de março, a igreja é uma das mais procuradas para missas celebrativas, chegando a receber mais de 15 mil fiéis.

Gastronomia

Conhecido também pela forte participação imigrante na sua formação, o Belém guarda alguns tesouros da gastronomia paulistana em suas ruas. O destaque vai para a Padaria Belga: pertinho da Paróquia de São José, é um verdadeiro patrimônio do bairro e atende à comunidade do Belém com pães e doces desde 1932. Além disso, a área conta com a comidinha caseira do Restaurante Temperinho da Vovó (Rua Siqueira Bueno, 842), dos lanches do Banana Burguer (Avenida Alcântara Machado, 3532) e das receitas mexicanas do Guadalajara Mexican Food (Rua Fernandes Viêira, 263).

AVALIAR ESSE ARTIGO
Você precisa estar logado para comentar.
Faça o login


Notícias relacionadas