Compra

João Pessoa é a capital com maior valorização imobiliária em 2024

Município paraibano registrou alta de 2,51% nos primeiros meses do ano

Por: Redação, Estadão Imóveis 06/03/2024 1 minuto de leitura
joao-pessoa-valorizacao
Nos últimos 12 meses, a cidade valorizou 9,93%, de acordo com Índice FipeZAP/ Crédito: Cacio Murilo/AdobeStock

Publicidade

O metro quadrado em João Pessoa ficou 2,51% mais caro nos dois primeiros meses do ano. De acordo com o Índice FipeZAP de Venda Residencial, é a capital brasileira que registrou a maior valorização em 2024. A segunda posição na lista é ocupada por Goiânia, que valorizou 2,35% no mesmo período. 

Apesar do bom desempenho das capitais, as maiores valorizações observadas em 2024 foram em São José dos Campos (SP), Blumenau (SC) e Contagem (MG). Respectivamente, as cidades obtiveram altas de 3,71%, 3,08% e 2,64%. Todos estes municípios, entretanto, não aparecem nem entre os 10 metros quadrados mais caros do País. 

As cidades mais caras do Brasil

No topo da lista, permanece Balneário Camboriú (SC), mesmo com uma valorização de apenas 0,17% em 2024 e 8,68% nos últimos 12 meses. A maior valorização dos últimos 12 meses, de acordo com o Índice Fipe ZAP, foi observada em São José (SC), onde o m² ficou 18,62% mais caro durante o período. Entre as capitais, Maceió (AL) se destaca pela valorização de 15,23%. 

O metro quadrado em Balneário Camboriú está avaliado em R$ 12.842 e é seguido por Itapema (SC), onde o m² custa R$ 12.709. Atualmente, estas são as mais caras do País. Entre as 10 cidades com o metro quadrado mais caro do Brasil, quatro estão em Santa Catarina. No entanto, a capital mais valorizada não é Florianópolis. A liderança neste recorte é de Vitória (ES), com o metro quadrado avaliado em R$ 11.110. 

Publicidade

Confira a lista de cidades mais caras do Brasil, de acordo com o Índice FipeZAP: 

NEWSLETTER
IMÓVEIS

Inscreva-se e receba notícias atualizadas do mercado de imóveis

Confira nossas

WEBSTORIES

Notícias relacionadas

Imagem destacada

Top Imobiliário 2021: Meta da Econ é colocar no mercado 20 novos projetos até o final do ano

2 minutos de leitura
Imagem destacada

As casas de bonecas do Instagram

7 minutos de leitura
Imagem destacada

Banrisul prevê carteira de crédito maior em 2022 com foco no mercado imobiliário

2 minutos de leitura
Imagem destacada

Viver planeja expandir Solv, empresa que retoma obras paradas

2 minutos de leitura