Compra

Confira 8 dicas para ser um corretor de imóveis de sucesso

Investir em marketing pessoal, criar uma rede de contatos e manter-se ético são práticas importantes no setor

Por:Breno Damascena 18/05/2024 4 minutos de leitura
corretor-de-imoveis
Diogo Martins, CEO do IBREP, destaca a importância do networking e das habilidade de comunicação para se destacar no setor/ Crédito: ngelo Borba/Divulgação IBREP

Publicidade

A liberdade de horários, comissões lucrativas e uma barreira de entrada mais acessível ajudaram a aumentar o interesse das pessoas na profissão de corretor de imóveis. Só no ano passado, o Conselho Federal de Corretores de Imóveis (Cofeci) registrou um aumento de 8,28% no número de registro de novos profissionais. No entanto, quantidade não significa qualidade. 

Assim como em outros setores, existem corretores de imóveis despreparados e profissionais ruins. A solução é se preparar corretamente, apontando em formações, ganho de experiência e uma boa relação com atores do mercado imobiliário.

Para ajudar quem quer se destacar na profissão, o Estadão Imóveis ouviu especialistas já estabelecidos neste cenário e preparou 8 dicas para quem quer ser um corretor de imóveis de sucesso: 

  1. Invista em marketing pessoal

Poucas coisas importam tanto neste mercado quanto reputação. Afinal, um imóvel é um dos maiores investimentos na vida de uma pessoa. Saber “se vender” contribui para gerar autoridade e conquistar clientes. Investir em redes sociais e ter um bom relacionamento com canais de comunicação ajudam a gerar esta influência. 

Publicidade

“O fortalecimento do seu nome no mercado, aliado à qualidade técnica profissional, certamente, contribuirá para seu nome se tornar referência em seu segmento”, afirma Diogo Martins, CEO do Instituto Brasileiro de Educação Profissional (IBREP).

  1. Desenvolva habilidades de comunicação

O corretor de imóveis é, em primeira instância, um vendedor. Ele precisa gerar confiança e conquistar o interesse do comprador. A melhor maneira de alcançar este objetivo é sendo um bom comunicador. 

“Saber se comunicar de forma estratégica e observar sinais não verbais pode ser a chave para concretizar um negócio. Ouvir o cliente e conseguir atender as expectativas que ele não consegue verbalizar pode ser a chave para convencê-lo a tomar a decisão”, sugere Diogo.

  1. Networking

Dica que envolve o marketing pessoal e as habilidade de comunicação, desenvolver um networking vale para qualquer profissional, mas se destaca entre os corretores de imóveis.

Publicidade

+ De corretor de imóveis a consultor: a mudança da profissão na era da transformação digital

Criar e manter uma boa rede de relacionamentos ajuda a aumentar o portfólio de produtos e clientes. “É fundamental ter contatos no setor imobiliário, incluindo outros corretores, agentes financeiros e advogados, além dos clientes em potencial. Relacionamentos sólidos podem levar a referências de clientes e oportunidades de negócios”, recomenda Diogo. 

  1. Formação profissional

Apostar em um curso técnico vai ajudar a formar as bases que o corretor vai utilizar ao longo da vida profissional, além de trazer referências mais aprofundadas do setor. 

“Ter uma qualificação educacional pode ser um grande diferencial competitivo, mas é importante analisar a grade curricular, os temas abordados e a solidez da escola que você escolher”, comenta Diogo. 

Publicidade

  1. Seja um especialista

Para se destacar, é preciso ser bom e ser visto pelas outras pessoas desta forma. Um caminho para alcançar este status é se especializando em um segmento, setor ou bairro, por exemplo. 

+ JujuDiCasa conta o que atrai os famosos para investir em imóveis nos EUA

Ser o corretor especializado no bairro de Pinheiros ou que conhece os melhores imóveis enquadrados no Minha Casa, Minha Vida, vai te abrir portas e gerar oportunidades de negócio. “Escolher um nicho e ser especialista neste nicho vai te diferenciar da concorrência. Isso vai te gerar uma conversão e resultados acima da média”, garante Gustavo Abdala, sócio-diretor da URBS Connect. 

  1. Entenda o cliente

Para o corretor é mais uma venda, para o cliente é a maior transação financeira da sua vida. E o corretor precisa entender isso. Busque saber quais são as suas demandas, ambições e necessidades. Por que ele está procurando um imóvel? O que ele deseja naquele imóvel? Com quem ele vai morar? Como é a família? 

Publicidade

“O corretor de imóveis precisa ter duas preocupações: uma é entender o cliente, ou seja, saber tudo da vida dele; e a outra questão é se preparar para atendê-lo. Com dados públicos, o corretor terá informações do mercado, da região, do bairro, da cidade para que ele possa tirar as dúvidas do cliente e vender o imóvel”, orienta Heitor Kuser, CEO do CIMI360.

  1. Seja uma pessoa ética

Lembre-se que as pessoas sempre estão conversando e se comunicando. Quando um corretor de imóveis comete um erro ou tenta tirar proveito de uma situação, ele vai precisar lidar com as consequências desta atitude. Portanto, ser ético e ter responsabilidade pode te abrir portas – ou mantê-las abertas. 

  1. Saiba se adaptar às mudanças

Todos os dias surgem novas tecnologias que se propõem a promover evoluções no mercado imobiliário. Das redes sociais ao ChatGPT, passando pelo Whatsapp, os corretores de imóveis precisam estar atentos às mudanças que acontecem no setor para identificar as melhores oportunidades e conquistar vantagens competitivas. 

+ Qual será o próximo passo da IA nos investimentos? Estrategista da XP avalia

Publicidade

“Atualmente, o mercado imobiliário tem sido impactado com a inteligência artificial e muitos corretores utilizam essa ferramenta em vários processos, que vão desde a captação de leads até a criação de conteúdo atrativo para redes sociais”, exemplifica Diogo Martins. 

Para Gustavo Abdala, essa resiliência envolve, inclusive, aspectos psicológicos. “É um mercado dinâmico e o profissional tem que estar emocional e psicologicamente preparado para que consiga sempre estar evoluindo”, recomenda. 

“Claro que a prática do negócio vai te dando mais casca, é natural, mas como a gente teve a pandemia, o mercado vem mudando a cada ano, o corretor precisa ter essas facilidades de se adaptar a novos modelos que o mercado vai tomando”, finaliza.

NEWSLETTER
IMÓVEIS

Inscreva-se e receba notícias atualizadas do mercado de imóveis

Notícias relacionadas

Imagem destacada

Como será prédio que vai substituir o Mercearia São Pedro, na Vila Madalena?

3 minutos de leitura
Imagem destacada

Venda de imóveis cresce 10,8% em São Paulo

1 minuto de leitura
Imagem destacada

Veja como criar um ambiente propício para fazer exercícios em casa

4 minutos de leitura
Imagem destacada

É possível comprar um imóvel pela internet?

2 minutos de leitura