Notícias

Conecta Imobi: “O corretor de imóveis precisa estar no digital”, afirma Ricardo Martins

O profissional defende que não é necessário ter uma estrutura profissional, o ideal é fazer vídeos simples

Por:Breno Damascena 21/09/2022 2 minutos de leitura
ricardo-martins-conecta-imobi
Poste pelo menos quatro vídeos por dia, mesmo naqueles dias que você não tiver casa para vender/ Crédito: Divulgação ZAP/BS Fotografias

Publicidade

Com mais de 50 milhões de visualizações no TikTok, Ricardo Martins falou sobre a importância do marketing pessoal no Conecta Imobi, um dos maiores eventos sobre o mercado imobiliário da América Latina. 

Fenômeno nas redes sociais, Ricardo é categórico ao afirmar que marketing não pode se limitar ao universo digital. “Ser corretor de imóveis não é fazer vídeo engraçado, é ser bem mais do que isso”, afirma. “Muita gente só aprende a fazer marketing no Instagram, mas não sabe falar na vida real”. 

O influenciador reuniu uma multidão no palco Conecta Stage para apresentar sua visão sobre o papel da comunicação como estratégia para a construção de uma marca pessoal. “Mesmo quando você trabalha em uma imobiliária, você é sua própria marca. É você que o cliente vai procurar quando quiser comprar uma casa”, comenta. 

“A maioria das pessoas pensa que marketing é propaganda, mas marketing engloba tudo, inclusive a imagem pessoal, a forma como você se expõe nas redes sociais e o jeito que você fala”, alerta. 

Publicidade

Papel do marketing digital

Ricardo Martins aproveitou o evento para dar dicas de como os corretores de imóveis podem utilizar o digital para construir essa influência. Ele defende os benefícios do inbound marketing como responsável por aumentar a visibilidade, diminuir o custo de aquisição e educar os clientes ao mercado imobiliário. 

Na prática, Ricardo utiliza suas redes para divulgar produtos e gerar vendas, mas também para gerar conteúdos que ele considera serem relevantes para o público. “Às vezes, o cliente vai comprar de você daqui a dois ou três anos. Você precisa se manter na cabeça dele durante todo esse período”, afirma. 

Para isso, a técnica que ele aposta é o marketing de conteúdo ou “infotenimento”. “Diversifique suas publicações. Faça vídeos virais, educativos e lifestyle também”, pontua. Algumas publicações nas redes sociais não precisam necessariamente tentar vender um imóvel, mas aqueles vídeos têm a função de atrair pessoas e criar um boca a boca, ele esclarece. 

“É importante, acima de tudo, ter persistência”, orienta. “Sei de gente que começou fazendo conteúdos cinematográficos, mas parou porque não teve resultados rápidos. Estou em destaque agora porque não desisti, eu não parei”, exemplifica. O segredo, para Ricardo, é não ter vergonha dos clientes, amigos e vizinhos.

Publicidade

Influência deve ir além do digital

Apesar de ter se tornado um dos maiores nomes do setor no ambiente digital, Ricardo Martins reforça a importância de oferecer uma boa experiência, também, no mundo físico para os seus clientes. “Abre um champanhe para estourar com o cliente quando ele fechar um negócio. Pode ser o imóvel mais barato do Casa Verde e Amarela. Aquele é um momento muito especial para ele”, elucida. “O cliente vai realmente achar ruim pagar a comissão quando o serviço oferecido for meia boca”, pontua.

NEWSLETTER
IMÓVEIS

Inscreva-se e receba notícias atualizadas do mercado de imóveis

Confira nossas

WEBSTORIES

Notícias relacionadas

Imagem destacada

Leilão de apartamento decorado: conheça um jeito barato de decorar

2 minutos de leitura
Imagem destacada

Convenção Secovi-SP 2023: mudanças no MCMV agradam mercado

2 minutos de leitura
Imagem destacada

FGTS poderá ser usado para pagar até 12 parcelas atrasadas do imóvel

2 minutos de leitura
Imagem destacada

Do BBB a jogos de tênis: o plano da Ademicon para se destacar no mercado de consórcios

3 minutos de leitura