Assine nossa newsletter e receba por e-mail as principais notícias e dicas.
Fique tranquilo, não enviamos SPAM.

Quem mora ou morou em apartamento sabe: a socialização com os vizinhos e síndico, a negociação por vagas de garagem, a lista de regras para remover o lixo, a presença em assembleias de condomínio, entre outros eventos, são exemplos de cuidados a mais para uma boa convivência em prédios.

Agora, do ponto de vista burocrático, não há distinção entre os contratos de aluguel de apartamento para uma casa: os mesmos critérios são avaliados, como análises de renda, solicitação de seguro e responsabilidade sobre a preservação do imóvel.

Com isso, a decisão será do inquilino, que deve avaliar qual a melhor opção, considerando as características de cada patrimônio, já que ambos apresentam vantagens e desvantagens. Listamos aqui as principais para ajudar você a tomar a melhor decisão.

Características do aluguel de apartamento: Segurança

Em apartamentos, o aparato de segurança costuma ser maior, já que muitos prédios e condomínios contam com sistema de monitoramento, porteiros, muros altos, entre outros itens de proteção patrimonial.

Soma-se a isso o fato do edifício contar com um número maior de pessoas morando próximas, onde qualquer ação criminal pode ser identificada facilmente por um vizinho.

Características do aluguel de apartamento: Liberdade

Em contrapartida à segurança, viver em um condomínio exige regras que nem sempre agradam, mas são destinadas a preservar a boa convivência entre todos, principalmente no que diz respeito à ocupação de espaços e barulhos.

No aluguel de uma casa, é possível criar as suas próprias regras. Você pode decidir, por exemplo, se uma festa ou reunião pode ir até mais tarde, utilizar a garagem para armazenar itens domésticos, ferramentas ou até mesmo como um espaço para lavar o carro, algo que um edifício normalmente não permite.

Infraestrutura

Geralmente, os prédios contam com uma infraestrutura melhor, sendo que muitos dispõem de equipamentos de lazer, salão de festas, academia, piscina, dentre outras áreas comuns.

Ainda assim, é importante ressaltar que a infraestrutura de um condomínio também é regulamentada, ou seja, o aparelho disposto é de todos, logo, as regras devem ser seguidas para sua preservação e para garantir a boa convivência.

Investimento

Em uma mesma região e em imóveis de tamanho semelhante, o aluguel de uma residência em prédio costuma ser mais elevado do que o preço de uma casa. Além disso, soma-se ao valor do aluguel também a taxa de condomínio.

Ainda há uma série de questões que interferem neste ponto que são muito variáveis. Por exemplo: o valor mensal cobrado de uma casa de fundos costuma ser muito mais acessível do que um apartamento na cobertura, mesmo que ambos possuam metragens semelhantes e estejam localizados próximos um do outro.

Localização

No espaço urbano, é mais comum encontrar apartamentos próximos a área e estabelecimentos de interesse, como escolas, supermercados, restaurantes, centros empresariais, dentre outros.

Já as casas tendem a ocupar regiões mais restritas, afastadas ou de bairros e áreas estritamente residenciais – o que pode criar dificuldades, como o acesso ao transporte público, por exemplo.

Tamanho

A dimensão geralmente é a primeira crítica que se faz aos apartamentos em comparação com casas. No entanto, isso nem sempre é verdade. Depende, assim como as demais características, dos valores envolvidos e do perfil do locatário. Um apartamento menor, mas com grande área compartilhada de serviços e lazer pode resolver o problema da metragem privativa reduzida.