Notícias

Como manter sua casa em segurança durante as viagens de final de ano

Ter um sistema de segurança, janelas laminadas e lâmpadas inteligentes pode evitar dores de cabeça

Por: Redação, Estadão Imóveis 03/01/2024 2 minutos de leitura
seguranca-casa-viagem
As viagens de final de ano criam um ambiente de oportunidade para criminosos e invasores/ Crédito: Getty Images

Publicidade

O período de recesso entre o Natal e o Réveillon é uma oportunidade para viajar e encontrar pessoas queridas. Porém, deixar a casa sozinha pode ser uma oportunidade, também, para ações criminosas. Confira sete dicas para não correr o risco de voltar para seu lar e encontrá-lo diferente da forma como você o deixou:

  1. Torne a entrada mais difícil

Antes de sair de casa, tenha certeza que as portas e as janelas estão bem trancadas. Tente reforçar as entradas adicionando barras de segurança e trincos adicionais. Para aumentar o nível de segurança, considere instalar portas e janelas com vidros laminados, que são mais resistentes a tentativas de arrombamento.

Priorize a segurança da porta da cozinha. As invasões são mais comuns pelos fundos da casa porque a discrição e a privacidade são ferramentas que protegem os criminosos.

  1. Instale um sistema de segurança

Invista em câmeras de vigilância, alarmes e um sistema integrado de segurança. Se você contratar uma empresa para realizar este serviço, informe-a sobre as datas de viagem e atualize os contatos de emergência. 

Publicidade

Luzes com sensores de movimento também podem ajudar a evitar eventuais invasores. Essa iluminação será um alerta para desencorajar transgressões. Alarmes funcionam da mesma forma. 

Em casos de uma tentativa de invasão, as câmeras também vão registrar as imagens e isso pode servir de prova para a investigação policial. 

  1. Iluminação Adequada

Adote lâmpadas inteligentes ou temporizadores para ligar e desligar as luzes internas, causando a impressão de que a casa está ocupada. Deixe também a área externa sempre bem iluminada para dissuadir possíveis invasores. 

  1. Avise pessoas de confiança

Não conte a pessoas estranhas e nem compartilhe nas redes sociais detalhes da sua viagem, como data de ida e volta. Conte apenas a pessoas de confiança e amigos. 

Publicidade

Se a viagem for muito longa, ofereça uma cópia da chave a eles e peça para visitarem o imóvel eventualmente. Pegar cartas, abrir janelas e regar plantas mantêm a casa com vida e movimentada. Assim, os invasores vão se sentir inibidos a entrar no local.

  1. Guarde coisas importantes em lugares mais seguros

Guarde objetos de valor em cofres bem escondidos, em locais difíceis de encontrar. Não tenha grandes quantias de dinheiro em casa. Lembre que colocar esses itens embaixo do colchão não significa que eles estão seguros. 

Aproveite para fotografar e fazer um inventário, assim você consegue entrar em contato com o seguro caso alguma coisa não planejada aconteça. 

  1. Entenda quais são as vulnerabilidades

Todo imóvel tem pontos fracos. O morador precisa saber quais são eles para corrigi-los. Faça um mapeamento das vulnerabilidades, observe pontos específicos da propriedade e tente dificultar a entrada de invasores.

Publicidade

NEWSLETTER
IMÓVEIS

Inscreva-se e receba notícias atualizadas do mercado de imóveis

Notícias relacionadas

Imagem destacada

Construção civil é um setor pouco inovador, mas eficiente, indica pesquisa

2 minutos de leitura
Imagem destacada

Pequenos, bem decorados e queridinhos

4 minutos de leitura
Imagem destacada

Vila Olímpia: um importante centro financeiro da cidade

4 minutos de leitura
Imagem destacada

Previna-se! Dicas caseiras para afastar pernilongos da sua casa

1 minuto de leitura