No dia 22 de março comemoramos o Dia Mundial da Água. Você sabia que ela está presente nas paredes da sua casa e do espaço de trabalho? A água é usada em grande escala em quase todas as etapas de uma construção, seja uma obra civil ou um projeto de grande porte, como obras de infraestrutura. No entanto, normalmente o componente não recebe o destaque que deveria. A água não só é um componente essencial, como também é uma das ferramentas mais importantes para a qualidade, agilidade e segurança de uma estrutura.

Leia mais:
Apartamento na planta: o que você precisa saber para comprar
Entenda como funciona a linha de crédito para construir e reformar
Indústria de materiais de construção busca agilidade nas ações com novo Governo

Como ferramenta, a água é tratada como um solvente universal, utilizada para o resfriamento e limpeza de materiais, o que influencia diretamente na qualidade da entrega e principalmente na segurança e agilidade de serviço dos operários. Já como componente, ela entra na mistura do concreto e argamassa. É importante salientar que cada metro cúbico de concreto exige um gasto médio de 160 a 200 litros de água. Para compactação de um aterro, o consumo quase dobra, chegando a exigir 300 litros, tornando-a um dos elementos mais utilizados durante o processo de edificação.

Qualidade e procedência da água

Para se ter uma ideia, deve-se descartar da obra qualquer água que não seja própria para consumo humano, tendo ainda que cumprir uma série de normas técnicas, a fim de garantir a homogeneidade da mistura do concreto ou argamassa. A água utilizada nas construções ainda deve estar livre de açúcar dissolvido ou sulfato (sais de enxofre), já que eles podem ser nocivos para os aglomerantes utilizados na preparação dos materiais, prejudicando a qualidade do concreto e argamassa, causando problemas estruturais no empreendimento – principalmente a longo prazo.

Assine nossa newsletter e receba por e-mail as principais notícias e dicas.
Fique tranquilo, não enviamos SPAM.
Quero me cadastrar para receber informações relevantes por e-mail. Fique tranquilo, não fazemos SPAM.

O armazenamento e transporte até a obra também necessita de atenção especial. É o que explica Carlos Alexandre Marconcini, diretor administrativo da Só Água Potável, fornecedor para a Construtora Camargo Correa, responsável por mais de 500 obras de infraestrutura no Brasil e no exterior. “O tanque utilizado para o transporte é o principal objeto que entra em contato com a matéria-prima. Por isso, ele deve seguir uma série de normas para evitar a contaminação com óleos, graxas, açúcar, sal, serragem, etc. Utilizamos caminhões com tanque de aço inox, assim mantemos a pureza da água em 100%, já que ela fica isolada de componentes externos, ao mesmo tempo em que o aço inox não causa mudança em suas características naturais.”

Dosagem para concreto

Outro ponto de atenção é a dosagem de água/cimento. A qualidade do concreto está diretamente relacionada a esse fator. Quando em excesso, ela fica em estado pastoso, escorrendo durante a mistura ou subindo para a superfície do concreto quando vedada. Isso faz com que a água leve parte do cimento e da areia fina para o lado de fora, causando fissuras durante o endurecimento da estrutura. Quando em pouca quantidade, o processo de lançamento e adensamento do concreto são dificultados, causando falhas na concretagem.