Voltar
IMÓVEIS

Buscando sugestões para:


Página inicial / Guia de Bairros / Cidade Ademar: território de operários migrantes de todo o Brasil

Cidade Ademar: território de operários migrantes de todo o Brasil

Impulsionado pela explosão industrial da segunda metade do século passado, bairro ganhou moradores e, agora, volta à era da valorização imobiliária


Da Redação

31/08/2020 - 3 minutos de leitura


Cidade Ademar é um bairro marcadamente residencial localizado na zona sul do município de São Paulo, nascido como uma região dormitório, devido à explosão industrial das décadas de 1950, 60 e 70. Os distritos e vilas que compõem a Cidade Ademar surgiram conforme as antigas fazendas e chácaras foram loteadas, diante do vigoroso processo paulistano de urbanização. Nesses loteamentos se instalaram majoritariamente operários migrantes que vieram de diversas partes do Brasil em busca de emprego na maior cidade do País.

Leia mais:
Parelheiros: patrimônio ambiental
Campo Limpo: bairro de antigas chácaras e áreas verdes
Morumbi: muito verde em meio ao asfalto

O boom pelo qual passou Santo Amaro serviu para acelerar o processo histórico. Fábricas e galpões industriais tomaram a paisagem no bairro e, consequentemente, atraíram mão-de-obra – que se instalou nas regiões circundantes. Assim, os loteamentos foram tão preenchidos que, hoje, Cidade Ademar registra densidade habitacional de 22 mil moradores por quilômetro quadrado – o quarto mais alto de São Paulo.

Inclusive, até 1996, Cidade Ademar pertencia à região Administrativa de Santo Amaro e era a região periférica do centro urbano do território. Somente em 1997 foi criada a Subprefeitura-CD e, em dezembro de 2000, o município corrigiu distorções em relação à divisão geográfica por distrito – sua configuração atual tem 12 quilômetros quadrados.

O distrito registra Índice de Desenvolvimento Humano de 0,825 – semelhante ao da Hungria e Croácia. Atualmente, a região está em ascensão no mercado imobiliário e conta com loteamentos de alto padrão, como o bairro Jardim Prudência, Vila Nova Caledonia, Jardim Los Angeles e Buraco do Sapo.

Preço

Segundo a Pesquisa de Mercado da Capital do Conselho Regional de Corretores de Imóveis (Creci-SP), o preço médio por metro quadrado (m²) de uma casa no bairro do Cidade Ademar é de R$ 3.469,55 e de um apartamento é de R$ 3.629,03. Já no aluguel, casas com um dormitório tem o valor médio de R$ 711,43. Com dois, R$ 1.326,74 e com três dormitórios, R$ 2.581,25.

Mobilidade

Quatro grandes corredores viários passam pela Cidade Ademar: Avenida Cupecê, Avenida Washington Luís, Avenida Yervant Kissajikian e Avenida Nossa Senhora do Sabará. A região é bastante abastecida por ônibus urbanos municipais e intermunicipais que circulam pelo distrito, ligando a Marginal Pinheiro, Santo Amaro e Berrini às cidades do ABCD Paulista.

Educação

O bairro tem diversidade de oferta de escolas de ensino fundamental e médio, como a Escola Tangram, o Colégio Adventista de Cidade Ademar, o Colégio São Francisco de Assis e a Escola Estadual Martins Pena.

Assine nossa newsletter e receba por e-mail as principais notícias e dicas.
Fique tranquilo, não enviamos SPAM.
Quero me cadastrar para receber informações relevantes por e-mail. Fique tranquilo, não fazemos SPAM.

Saúde

A área está abastecida com a Unidade Básica de Saúde (UBS) Vila Império, o Hospital Municipal da Vila Santa Catarina e o Hospital Geral de Pedreira.

Lazer

Na região há bastante área verde, como o Parque Itatinga e o Parque Sete Campos, que ocupa uma área total de 188 mil metros, cedida à Prefeitura de São Paulo pela Secretaria Estadual de Esporte, Lazer e Turismo, por meio de um convênio entre Governo do Estado e Prefeitura. O espaço tem seis campos de futebol, quatro quadras poliesportivas, pistas de skate, atletismo e ciclismo, praça de ginástica, teatro de arena, pavilhão de exposições e um Núcleo de Educação Ambiental.

Quem gosta de shopping center está perto do Interlagos, localizado no bairro vizinho. E em Santo Amaro, a poucos quilômetros, encontra-se o Largo Treze, segundo principal centro de comércio popular paulistano (a Rua 25 de Março é o primeiro), e o Mercado Municipal, importante centro de abastecimento de alimentos de bairros da Zona Sul.

A região acomoda ainda duas bibliotecas temáticas. A Biblioteca Belmonte carrega obras da cultura popular desde 2007. E a Biblioteca Prefeito Prestes Maia dispõe de uma coleção especializada em arquitetura e urbanismo, além de seu acervo geral, com cerca de 53 mil itens.

Gastronomia

A lista de bares e restaurantes do bairro tem como destaque o Bonna Pizza (Rua José Eid Maluf, 40), o Bier Elas Bar (Rua Eduardo de Sá, 363), que serve petiscos grelhadas na chapa, o Kandahali (Avenida Cupecê, 2798), especializado em pratos árabes, e o Temperos do Chef (Rua Tomás Teixeira, 514), com cardápio de cozinha brasileira.

AVALIAR ESSE ARTIGO
Você precisa estar logado para comentar.
Faça o login


Notícias relacionadas