Decoração, reforma e construção

Quais são os prédios residenciais mais bonitos de São Paulo? Especialistas respondem

Arquitetos e corretores contam quais são os edifícios que consideram mais bonitos na capital paulista

Por:Breno Damascena 26/04/2024 6 minutos de leitura
edificio-albatroz
Edifício Albatroz, em Higienópolis, foi construído em 1960 e é considerado uma referência de edifício residencial na cidade/ Crédito: Nelson Kon

Publicidade

A cidade de São Paulo é marcada pela arquitetura monumental e por arranha-céus que se estendem a perder de vista. O cinza da capital paulista é preenchido pelas cores nas fachadas, luzes nos apartamentos e obras assinadas por alguns dos maiores arquitetos do País.

À pedido do Estadão Imóveis, arquitetos e corretores de imóveis responderam à pergunta: “Quais são os prédios residenciais mais bonitos de São Paulo?”. 

Edifício Prudência

Prédio localizado na Consolação é apontado como um marco da arquitetura moderna na cidade/Crédito: Nelson Kon

Arquiteto: Rino Levi
Inauguração: 1948
Endereço: Av. Higienópolis, 235 – Consolação

Tombado pelo Departamento do Patrimônio Histórico (DPH) em 1994, o Edifício Prudência é apontado por especialistas como um ícone da arquitetura moderna na capital paulista. Para Matteo Gavazzi, fundador e CEO da Refúgios Urbanos, também é o prédio residencial mais bonito da cidade. 

Publicidade

Construído na década de 1940, o prédio possui apartamentos de quase 400 m²/ Crédito: Gustavo Boldrini, via Wikimedia Commons

“É o meu edifício preferido da vida, onde eu moraria se pudesse. Gosto muito das possibilidades que a planta traz, de atender aos mais diferentes usos, e também da varanda que corre na frente dos cômodos”, justifica.

Edifício Planalto

Edifício conta com estrutura em concreto armado e já foi cenário de filmes e novelas/ Crédito: Wagner Tamanaha, via Wikimedia Commons

Arquiteto: Artacho Jurado
Inauguração: 1956
Endereço: Rua Maria Paula, 279 – Bela Vista

Localizado na região central de São Paulo, o Edifício Planalto ostenta varandas largas e contínuas, além de se destacar pelos elementos de ornamento. “Adoro a ousadia no uso de formas e cores”, afirma a arquiteta Marcela Fazio.

Prédio se destaca pelas cores e ornamentos na silhueta cinza de São Paulo/Crédito: Monica Kaneko, via Wikimedia Commons

Ao indicar o prédio como o mais bonito da capital paulista, ela sublinha o trabalho de Artacho Jurado. “Ele era um autodidata extremamente autêntico em suas obras, sem sequer ter se formado em arquitetura ou engenharia”. 

Publicidade

Seed Gamaro

Prédio está localizado no Itaim Bibi, bairro com o m² mais caro de São Paulo/ Crédito: Paulo Brenta/Divulgação

Arquiteto: Itamar Berezin Arquitetura
Inauguração: 2018
Endereço: Rua Quatá, 181 – Vila Olímpia

Na Vila Olímpia, o Seed Gamaro chama a atenção pelo verde na fachada colorida pelas árvores que ocupam as varandas do edifício. Na visão do arquiteto Daniel Szego, o projeto reune diversos elementos que impressionam. 

Projeto de paisagismo é de Eduardo Mera e Ricardo Cardim, com decoração de Carlos Rossi /Crédito: Paulo Brenta/Divulgação

“Com inspiração no famoso Bosco Verticale, o Seed Gamaro aparenta ter sido concebido com um enfoque significativo na qualidade de vida e na harmonia com a natureza. A existência de vegetação em todos os andares forma um deslumbrante jardim vertical, convertendo o edifício em uma autêntica obra de arte verde”, analisa. 

Ele adiciona que os pontos não apenas realçam a estética do prédio, mas também trazem vantagens ambientais e psicológicas. “Como a melhora da qualidade do ar e o estímulo ao bem-estar”, exemplifica.

Publicidade

Edifício 360º

Edifício abriga 7 tipologias diferentes de apartamentos, com unidades de 130 m² a 250 m² / Crédito: Fernando Guerra/ Divulgação Idea!Zarvos

Arquiteto: Isay Weinfeld
Inauguração: 2013
Endereço: Rua Camburiú, 651 – Alto de Pinheiros

Projetado pelo renomado arquiteto Isay Weinfeld, a pedido da Incorporadora Idea!Zarvos, o Edifício 360º é a indicação de Walter Pereira Jr., sócio-fundador da inCanto Urbano como um dos prédios residenciais mais bonitos da cidade. 

+ Prédios de luxo encomendam obras de arte para ‘embelezar’ bairros

“Como obra de arte, Isay Weinfeld entregou um novo cartão postal que pode ser visto de várias regiões da cidade, composto por volumes que criam um movimento curioso e que desperta o olhar. Como residência, traz apartamentos com cara de casa”, analisa. 

Publicidade

“Aliás, o prédio é um monte de casa empilhada, casas com espaços dignos, vistas por todos os lados e muita luz natural. Além disso, a área de lazer é linda e super funcional. Esse é um projeto que conseguiu integrar forma, funcionalidade e design, não é à toa os inúmeros prêmios que ganhou ao redor do mundo”.

Edifício Albina

Arquitetos: Botti e Rubin
Inauguração: 1962
Endereço: R. Conselheiro Brotero, 801 – Santa Cecília

Projetado por Alberto Botti e Marc Rubin, o Edifício Albina é um prédio de 10 andares construído nos anos 1960 em Santa Cecília que impressiona pela elegância. “O Albina é um daqueles lugares que respira história e cultura da cidade”, argumenta Avimar Junior, arquiteto à frente do escritório Humana Arquitetura.

+ 6 restaurantes e bares para conhecer na região da Santa Cecília

Publicidade

“Seu estilo segue o movimento modernista, com linhas retas e materiais como concreto, vidro e madeira, que dão ao edifício uma aura única. Há, ainda, a fachada, adornada com venezianas em muxarabi, adiciona um toque de personalidade e movimento, além de ajudar a controlar a temperatura interna, uma solução inteligente para o calor paulistano”, observa.

Ele defende que o Edifício é um marco da cidade. “É mais do que apenas um prédio, é um patrimônio arquitetônico de São Paulo, e um lugar encantador para se admirar enquanto se passeia pelas ruas de Santa Cecília”.

Publicidade

O arquiteto Marcus Vinicius Damon, do Estúdio Módulo, complementa a indicação. “A fachada de madeira que funciona como um brise móvel remete à arquitetura brasileira e a necessidade de lidar com o sol. É impossível passar despercebido quando passeamos pelo Minhocão”.

Copan

O Copan é a maior estrutura de concreto armado do país/ Crédito: Nelson Kon

Arquitetos: Oscar Niemeyer
Inauguração: 1966
Endereço: Av. Ipiranga, 200 – Centro Histórico de São Paulo

Uma lista de prédios de São Paulo não estaria completa sem citar um dos mais marcantes da capital. O Copan, projetado por Oscar Niemeyer, é um dos maiores pontos arquitetônicos da cidade.

Linhas curvas marcam o principal projeto de Oscar Niemeyer na capital paulista/ Crédito: Nelson Kon

Nicholas Alencar, arquiteto fundador da Alencar Arquitetura, defende que o edifício com 38 andares e 600 apartamentos é um dos principais símbolos do País. “Com uma grande área comercial no térreo, o prédio gera vida e encontros”, pontua. “Também tem a forma curva, que se adapta ao terreno, criando densidade e um térreo vivo que permite muitos encontros. É uma poesia incontestável”. 

Publicidade

Edifício Albatroz

Localizado na Rua General Jardim, na esquina com a Rua Veridiana, o prédio tem nove pavimentos/ Crédito: Nelson Kon

Arquitetos: João Kon
Ano projeto: 1960
Endereço: Rua General Jardim, 766 – Higienópolis

Em Higienópolis, o Edifício Albatroz é apontado como uma obra de arte a céu aberto. Projetado por João Kon, o prédio influenciou a tipologia dos apartamentos e prédios residenciais da cidade. Os painéis de venezianas de madeira, as salas espaçosas com iluminação natural e uma sacada protegida pelo peitoril compõe a fachada que até hoje é referência para arquitetos que buscam inspiração no modernismo. 

+ Como luz natural influencia a arquitetura e a decoração de interiores

“Eu gosto da escala. Ele não é um prédio nem baixo, nem muito alto”, observa Marcus Vinicius Damon, arquiteto do Estúdio Módulo. “O edifício tem uma fachada que se preocupa com quem vai morar dentro. Sala envidraçada e varanda agradável”, pontua. 

Publicidade

Inaugurado em 1960, o Edifício Albatroz se destaca pela planta grande e iluminação natural/ Crédito: Nelson Kon

Ele também destaca o jogo de opaco e transparência do empreendimento. “Não são grandes varandas, mas varandas muito agradáveis. Além disso, são plantas boas. Uma espacialidade bastante eficiente para grandes ocupações, de grandes famílias. E ambos têm a possibilidade de ventilação cruzada”.

NEWSLETTER
IMÓVEIS

Inscreva-se e receba notícias atualizadas do mercado de imóveis

Notícias relacionadas

Imagem destacada

Lançamentos do Minha Casa, Minha Vida registram alta em 2023

2 minutos de leitura
Imagem destacada

Independência: valor maior não há

3 minutos de leitura
Imagem destacada

Caixa anuncia pacote de estímulos para o setor imobiliário

2 minutos de leitura
Imagem destacada

Top Picks: queda de juros ajuda construtoras na recuperação

2 minutos de leitura