Decoração, reforma e construção

Como transformar seu quarto pequeno em um palácio

Arquitetas trazem dicas e exemplos de como tornar o ambiente mais aconchegante e agradável para os moradores

Por:Breno Damascena 16/09/2022 3 minutos de leitura
quarto-pequeno-cores
A cor é um elemento determinante para projetos de quartos pequenos. A partir dela você deve escolher os acessórios que vão decorar o ambiente/ Crédito: Projeto da arquiteta Pati Cillo e foto de Luis Gomes

Publicidade

É possível se surpreender com um quarto pequeno. Prova disso é que, com o preço dos imóveis cada vez mais caros, as casas compactas vêm se consolidando como uma tendência no mercado imobiliário.

Como, então, transformar seu quarto pequeno em um palácio? A arquiteta Gigi Gorenstein aponta que a maior vantagem do quarto pequeno é que é mais fácil transformá-lo em um espaço intimista e acolhedor. Para isso, ela sugere trabalhar com materiais naturais. 

“A madeira dá a sensação de acolhimento e as paredes revestidas trarão sofisticação”, explica. “Cortinas também ajudam, mas devem ir até o chão. De preferência, cortinas leves de linho e com cores claras”.

Quarto pequeno com cortina de linho que aumenta sensação de amplitude
Quarto com cortina de linho que aumenta sensação de amplitude/ Crédito: Projeto da arquiteta Gigi Gorenstein / Divulgação

Cuidado com as cores! 

Na decoração dos quartos pequenos, as cores ganham ainda mais destaque para a composição do ambiente. Por isso, elas devem ser pensadas com inteligência e decididas antes mesmo do início da reforma. É isso que defende a Arquiteta Pati Cillo.

Publicidade

“Escolha uma cor para ser a base do seu projeto e opte por objetos e acessórios que vão complementar a decoração”, pontua. “Dê preferência a poucas peças e mobiliários menores em um layout bem definido”, aconselha. 

Para Gorenstein, é importante evitar cores fortes e, se possível, buscar uma estética monocromática. “Quando a cor é bem trabalhada com a iluminação, ajuda a trazer elegância”, aponta.

Ambiente com a cor monocromática garantindo mais elegância ao quarto pequeno
Ambiente com a cor monocromática garantindo mais elegância ao quarto pequeno/ Crédito: Projeto da arquiteta Gigi Gorenstein / Divulgação

Planejamento é fundamental

A desvantagem óbvia do quarto pequeno é que você provavelmente não vai conseguir colocar uma cama king size e uma televisão de 60 polegadas. A limitação espacial é um impedimento determinante para alguns sonhos. “Nem sempre dá para incluir o home office e um cantinho de leitura com poltrona”, exemplifica Gigi. 

Porém, existe uma solução prática para evitar que o quarto se torne um cenário de tetris com os moradores tentando encontrar formas desesperadas de encaixar todos os móveis.

Publicidade

“O ideal é optar por peças planejadas, porque assim dá para aproveitar todos os cantinhos”, acredita Cillo. Gigi corrobora a afirmação. “Quanto mais sob medida, melhor. É possível otimizar cada centímetro do quarto pequeno”, aponta. 

A arquiteta Gigi, entretanto, defende que, caso não dê para investir nos móveis planejados, uma boa estratégia é trabalhar com os flexíveis e compactos. “Uma mesinha com rodízios ao lado da cama, uma cabeceira mais fina etc.” 

Móveis flexíveis e compactos permitem mais mobilidade e ajudam a compor o ambiente
Móveis flexíveis e compactos permitem mais mobilidade e ajudam a compor o ambiente / Crédito: Projeto da arquiteta Gigi Gorenstein / Divulgação

Atente-se às luzes

Não adianta investir em móveis planejados e em uma cor amena se a disposição e o formato das luzes do quarto pequeno não tiverem sido pensadas para favorecer o ambiente. “A luz torna o quarto especial”, brinca Gigi.

Sua dica é pensar em luzes mais versáteis. “Para o forro, algo mais indireto, charmoso e intimista. Uma luz de led valorizando a cabeceira da cama. E uma luz ao lado da cama, para a leitura”, sugere. “Outra dica é uma iluminação indireta atrás da cabeceira, para trazer aconchego”.

Publicidade

As luzes, quando bem dispostas no espaço, trazem sofisticação e conforto ao quarto
As luzes, quando bem dispostas no espaço, trazem sofisticação e conforto ao quarto / Projeto da arquiteta Gigi Gorenstein / Divulgação
Uma iluminação indireta na cama ajudando a trazer mais aconchego ao ambiente
Uma iluminação indireta na cama ajudando a trazer mais aconchego ao ambiente/ Crédito: Projeto da arquiteta Pati Cillo e foto de Luis Gomes

Mais dicas para transformar seu quarto pequeno: 

Veja mais algumas sugestões de melhorias apresentada pelas arquitetas que você pode implementar no seu quarto pequeno para deixá-lo mais agradável: 

  • Busque a simplicidade! “Quanto menos informação visual, mais amplo vai parecer”, afirma Pati Cillo;
  • Atente-se à textura da parede, pois ela pode interferir na percepção de tamanho; 
  • Os espelhos ajudam a dar a sensação de profundidade e podem ser adicionados em pontos estratégicos do ambiente;
  • “Trabalhe com tons calmos, como o bege e o cinza”, aponta Gigi Gorenstein. 

Referências de quarto pequeno para inspirar a reforma:

Crédito: Projeto da arquiteta Gigi Gorenstein / Divulgação
Crédito: Projeto da arquiteta Gigi Gorenstein / Divulgação
Crédito: Projeto da arquiteta Pati Cillo e foto de Luis Gomes
Crédito: Arquiteta Pati Cillo e foto de Luis Gomes

NEWSLETTER
IMÓVEIS

Inscreva-se e receba notícias atualizadas do mercado de imóveis

Notícias relacionadas

Imagem destacada

Como declarar gastos com corretor de imóveis no Imposto de Renda em 2023?

0 minutos de leitura
Imagem destacada

Copom eleva taxa básica de juros para 12,75%; saiba onde investir

7 minutos de leitura
Imagem destacada

Lello aposta na criação de comunidades para valorizar ativos imobiliários

3 minutos de leitura
Imagem destacada

Vila Olímpia é o bairro paulistano mais caro para aluguel; veja ranking

0 minutos de leitura