Decoração, reforma e construção

3 cuidados com a construção estrutural do imóvel para prestar atenção

Modelos adotados para facilitar e diminuir o custo da obra requerem alguns cuidados especiais. Entenda

Por: Da Redação 14/10/2020 2 minutos de leitura
A obra com alvenaria estrutural tem sido cada vez mais adotada devido à agilidade e redução de custos que o sistema apresenta/ Foto: Getty Images

Publicidade

A engenharia civil sempre busca por novos modelos e sistemas de construção a fim de garantir a eficiência e a economia. Como no Brasil não há exigência efetiva relacionada a calefação e isolamento térmico, o modelo é uma opção importante para muitos projetos.

A obra com alvenaria estrutural tem sido cada vez mais adotada, principalmente por construtoras e incorporadoras, devido à agilidade e redução de custos que o sistema apresenta. Ele se caracteriza por pontos como:

  • Armação sustentada pelas próprias paredes, substituindo o método tradicional que utiliza vigas, pilares, lajes e concretagem para esta função;
  • Utilização de blocos específicos para a técnica, vazados verticalmente, sem fundo e confeccionados em concreto ou cerâmica;
  • Não necessita de armação para edificações até quatro pavimentos, mas existe a possibilidade de construção armada para edifícios mais altos.

Com estas características, a modalidade tem se tornado uma grande tendência, devido a uma série de vantagens como:

  • Menos tempo para a construção;
  • Economia no custo da obra;
  • Economia no custo do revestimento;
  • Versatilidade do projeto;
  • Autonomia no modelo do layout;
  • Arquitetura e estética contemporânea;
  • Coordenação e controle da obra simplificado;
  • Menos diversidade de materiais e mão de obra;
  • Possibilidade de integração com outros sistemas.

Ainda assim, mesmo com todos os benefícios listados, também existem desvantagens, como a restrição e até mesmo a impossibilidade de realizar mudanças que não tenham sido planejadas e projetadas antes da implementação, dificuldades de improvisações durante a implantação, além da limitação na extensão dos vãos e balanços.

Publicidade

Outro ponto importante está nos cuidados necessários durante a criação, que, por vezes, acaba inviabilizando a utilização do sistema de construção. Os 3 cuidados mais relevantes na aplicação em alvenaria são:

1 – Instalações acessíveis – Após a conclusão das obras, não é possível qualquer intervenção que possa enfraquecer as paredes e, como consequência, as estruturas do imóvel. Por isso, é imprescindível que as instalações hidráulicas e, preferencialmente, também as elétricas, fiquem acessíveis e nunca chumbadas dentro das paredes;

2 – Proteção durante a obra – Como as paredes possuem uma função estrutural, elas contam com poucos pontos de ancoragem, por isso, é necessária uma proteção maior durante o período de secagem. Logo, em caso de chuva, as paredes recém assentadas devem ser protegidas, geralmente utilizando lonas plásticas;

3 – Consulta ao projeto – Qualquer alteração nas paredes do imóvel, por menor que seja, pode comprometer a armação. Por isso, sempre que necessária a realização de um reparo ou reforma, um profissional deve avaliar minuciosamente o projeto do local.

Publicidade

O sistema ainda exige um esforço maior durante a construção, para o treinamento e supervisão da mão de obra, cuidado com os materiais e também em relação à organização e planejamento na edificação. Ciente das principais característica, vantagens, desvantagens e cuidados necessários para uma construção estrutural, avalie as possibilidades e viabilidade na hora de optar por este sistema.

NEWSLETTER
IMÓVEIS

Inscreva-se e receba notícias atualizadas do mercado de imóveis

Notícias relacionadas

Imagem destacada

Os brasileiros que estão transformando o real estate em Miami

2 minutos de leitura
Imagem destacada

Marie Kondo ajudou, mas o que fazer com tudo o que sobrou?

6 minutos de leitura
Imagem destacada

Para compradores, imóveis estão cada vez mais caros

1 minuto de leitura
Imagem destacada

Transformando cidades: o impacto dos incorporadores na redução do déficit habitacional

2 minutos de leitura