Voltar
IMÓVEIS

Buscando sugestões para:


Página inicial / Compra / Vale a pena comprar uma casa que precisa de reformas?

Vale a pena comprar uma casa que precisa de reformas?

Avalie os indicativos de quando é benéfico ou não adquirir uma moradia que precisa de alterações


Da Redação

25/09/2020 - 2 minutos de leitura


O dono pode conseguir o que investiu com as modificações e mais um pouco/ Foto: Getty Images
Assine nossa newsletter e receba por e-mail as principais notícias e dicas.
Fique tranquilo, não enviamos SPAM.
Quero me cadastrar para receber informações relevantes por e-mail. Fique tranquilo, não fazemos SPAM.

Quando se trata de realizar o sonho da casa própria, comprar uma casa para reformar pode ser uma alternativa vantajosa, desde que sejam tomados alguns cuidados importantes. Caso contrário, o prazer de ter um lar especialmente personalizado por você pode se transformar em pesadelo.

Leia mais:
Entenda como funciona a linha de crédito para construir e reformar
Uma volta pela casa: Arno Brandlhuber
Água potável é um dos itens mais importantes de uma construção

“Um imóvel que necessita de obras de renovação traz implícita a depreciação do valor da compra, ou seja, este bem naturalmente custará menos do que outro de mesmo padrão que não demande obras de renovação. Por outro lado, após receber as transformações, o bem vai valer mais. Ou seja, o dono pode conseguir o que investiu com as modificações e mais um pouco”, destaca o advogado Cylmar Pitelli Teixeira Fortes, do escritório Teixeira Fortes Advogados.

Mas para isso acontecer é preciso avaliar a conservação da estrutura das casas e prédios antigos que estão no radar, já que, com a obra, alguns problemas podem ser revelados e tornarem as operações inviáveis, com risco até de demolição do imóvel. Nesses casos, o custo da modificação torna-se maior que a valorização do empreendimento proporcionada pelas transformações feitas e a economia do início passa a ser um prejuízo.

Por isso, vale a pena estudar para escolher entre o novo e o usado. Existem algumas observações que devem ser feitas pelo comprador. Elas dizem respeito ao estilo de vida, aos moradores e outros quesitos importantes, todos ligados ao trabalho de reformar a casa.

Veja quais os indicativos que apontam uma casa antiga como bom investimento:

Sem pressa

A opção é válida para quem não tem pressa para mudar, por possuir outra residência ou uma condição financeira estável. Se existe um ensinamento que todos conhecem é que a urgência é inimiga das obras de renovação.

Para revenda

Diante do planejamento de tudo que precisa ser modificado e com um acerto de preço, um imóvel repaginado para revenda pode ser um bom negócio. A valorização tende a ser interessante e o retorno pode chegar a 30% do investimento.

Localização

Quem necessita de uma localização perfeita, mas não pode arcar com os custos de uma residência nova, pode optar pelo usado. Esse tipo de risco só é válido quando o valor está abaixo do mercado da região.

Outras vantagens

As construções antigas costumam possuir uma estruturação mais resistente, assim como matérias-primas de excelência. Esses são traços da arquitetura mais velha, quando não haviam opções de materiais baratos e com baixa qualidade.

Outro ponto, o mais atrativo de todos, é a possibilidade de uma boa negociação. O usado permite um preço, em média, 10% melhor, devido aos seus anos de construção. No entanto, deve passar por avaliação de profissionais, que garantam que não existem problemas estruturais.

A reestruturação de cômodos com o aproveitamento de itens presentes também é possível, com o auxílio de arquitetos e mestres de obra, além da verificação de engenheiros. Apesar de parecer quase impossível, o trâmite não é muito burocrático, mas demanda mão de obra competente.

O reaproveitamento da decoração e outras partes de uma casa significa impacto menor ao meio ambiente. Assim, o descarte de resíduos e aquisição de materiais será bem menor.

AVALIAR ESSE ARTIGO
Você precisa estar logado para comentar.
Faça o login


Notícias relacionadas