Cidades Inteligentes

Número de startups do mercado imobiliário no Brasil cresce 13,5% em um ano

Levantamento indica que elas empregam 22 mil pessoas diretamente

Por: Redação, Estadão Imóveis 10/06/2024 1 minuto de leitura
crescimento-startups-mercado-imobiliario
Maior parte das empresas está nas regiões Sudeste e Sul do País/ Crédito: peopleimages.com/AdobeStock

Publicidade

Entre proptechs e construtechs, o Brasil tem 1.209 startups focadas no mercado imobiliário. O número representa um crescimento de 13,5% em relação a 2023, segundo o Mapa das Construtechs e Proptechs 2024, desenvolvido pela Terracotta Ventures. Juntas, essas empresas empregam 22 mil pessoas de forma direta. 

+ Condomínios em São Paulo podem gerar 5 mil novas vagas em 2024

O estudo mostra que 87,1% destes negócios estão concentrados no Sul ou no Sudeste. A maior parte deles está em São Paulo (46,6%), bem à frente de Santa Catarina (10%) e Paraná (8,4%), estados que aparecem na sequência.

Tipos de startups

A maior parte das startups ativas se enquadram na categoria Propriedades em Uso (37,2%). Ao total, são 450 empresas especializadas em gerenciar e otimizar propriedades para melhorar a eficiência operacional. Aqui estão aquelas companhias que oferecem serviços como compartilhamento de escritórios, hospedagem de curta duração (shortstay), gestão de condomínios e processos de gestão logística. 

Publicidade

Logo depois, aparecem as startups de Aquisição (34,6%). São 418 empresas ativas que se focam em otimizar a jornada de compra, venda e locação de imóveis. Destacam-se tarefas como portais de locação de imóveis, intermediação imobiliária, serviços de lançamento e produtos financeiros, como crédito ou seguros. 

Em terceiro, a categoria Construção (21,8%) tem 264 empresas ativas. Aqui se enquadram companhias que buscam auxiliar diretamente nas obras, como ferramentas de gestão e monitoramento ou startups de construção modular e pré-fabricada.

As 77 startups que se enquadram em Projeto e Viabilidade (6,4%) apresentam soluções para a fase pré-obra, como tecnologias para qualificação de terrenos, plataformas de gestão ou contratação de profissionais e iniciativas de equity crowdfunding.

NEWSLETTER
IMÓVEIS

Inscreva-se e receba notícias atualizadas do mercado de imóveis

Notícias relacionadas

Imagem destacada

Locação comercial: vantagens de investir nessa modalidade

2 minutos de leitura
Imagem destacada

Startups usam tecnologia para melhorar experiência de busca por imóveis

3 minutos de leitura
Imagem destacada

Varandas verdes: beleza e qualidade de vida

4 minutos de leitura
Imagem destacada

Como tornar sua casa mais verde? E o bairro? E a cidade?

8 minutos de leitura