Rafael Yoshioka

Rafael Yoshioka

Ver mais especialistas
Artigos

Imóvel novo não é comprado, a incorporadora é quem vende

Rafael Yoshioka é CEO da Hypnobox

Por:Rafael Yoshioka 11/05/2024 2 minutos de leitura
incorporadoras-vendem
O sucesso no mercado imobiliário vai além da simples localização dos terrenos”/ Crédito: Pixel-Shot/AdobeStock

Publicidade

Durante os últimos 14 anos, tive o privilégio de trabalhar nos bastidores de 157 incorporadoras brasileiras e ao longo de anos de experiência pude validar uma teoria: “Imóvel novo não é comprado, a incorporadora é quem vende” (título deste artigo). O poder da estratégia e a capacidade das empresas de trabalhar ações positivas e inovadoras, impulsionam as vendas. 

Essas empresas não apenas reagiram às condições desfavoráveis do setor, mas também investiram em estratégias inovadoras, explorando uma ampla gama de indicadores de desempenho (KPIs) para impulsionar suas vendas. Ao fazerem uso constante de dados, descobriram o melhor caminho para chegar ao cliente, compreendendo suas necessidades e gerando demanda onde antes não existia. 

+ Startups usam tecnologia para melhorar experiência de busca por imóveis

Elas entenderam que os imóveis na planta não são comprados, mas sim vendidos, buscando pelos leads investidores ou compradores de ocasião, que têm em seus planos adquirir um imóvel com calma e percebem ali uma boa oportunidade. 

Publicidade

O sucesso no mercado imobiliário vai além da simples localização dos terrenos. Embora a localização continue sendo um fator importante, a verdadeira vantagem competitiva reside na qualidade do time de vendas, do marketing e da cultura empresarial da incorporadora para definir objetivos claros e cumpri-los. Elas compreendem que a eficiência operacional é fundamental para o sucesso a longo prazo. 

No entanto, nem todas as empresas do mercado imobiliário adotam essa abordagem proativa. Algumas enfrentam dificuldades devido a uma série de fatores, incluindo estratégias falhas de vendas, um alto custo de operação e precificação equivocada para seu produto. Ao não reagirem às mudanças, acabam perdendo espaço para concorrentes mais ágeis e inovadores. A incerteza faz parte das nossas vidas e é preciso adaptar-se a ela. 

+ Número de lançamentos cai, mas vendas de imóveis crescem em São Paulo

Focar na geração de demanda é uma estratégia eficaz para impulsionar as vendas. Empresas que conseguem criar interesse pelos seus produtos, mesmo em momentos de baixa procura, têm mais chances de alcançar o sucesso. 

Publicidade

Isso requer uma compreensão profunda do comportamento do consumidor e o uso inteligente de tecnologias como CRM, marketing digital e inteligência artificial. O sucesso no mercado imobiliário não é apenas uma questão de oferta e demanda, mas sim de entender as necessidades dos clientes e adotar uma abordagem proativa para atendê-las. 

NEWSLETTER
IMÓVEIS

Inscreva-se e receba notícias atualizadas do mercado de imóveis

Notícias relacionadas

Imagem destacada

Conheça os valores para entrar no Casa Verde e Amarela pela Caixa

2 minutos de leitura
Imagem destacada

Como a pandemia fez o gasto com imóveis disparar

8 minutos de leitura
Imagem destacada

Atrasado com a decoração de Natal? Confira inspirações para sua casa

1 minuto de leitura
Imagem destacada

Condomínio sustentável: confira iniciativas de sustentabilidade

4 minutos de leitura