Voltar
IMÓVEIS

Buscando sugestões para:


Página inicial / Arquitetura Sustentável / 4 dicas para fazer uma horta vertical no seu apartamento

4 dicas para fazer uma horta vertical no seu apartamento

Um pequeno espaço de área verde permite cultivar suas próprias verduras e hortaliças


Da Redação

20/08/2020 - 2 minutos de leitura


Com algumas técnicas e cuidados, é possível manter sua própria plantação e consumir alimentos orgânicos e mais frescos/ Foto: Getty Images

Quem mora em apartamento tem que lidar muitas vezes com espaço limitado e pouca ou nenhuma área aberta. Pesadelo para os amantes de jardinagem ou que querem cultivar e colher seus próprios legumes, verduras e hortaliças.

Leia mais:
Preparando o jardim no outono
Qual é a melhor espécie de planta para você? 
Como fazer sua horta sustentável dentro de casa

A boa notícia é que existem formas de cultivar um jardim em apartamento sem precisar de amplidão para isso. É o caso das hortas verticais, que dispensa canteiros de terra para plantação.

Como seu próprio nome diz, estas áreas de cultivo são estruturas feitas de paletes, madeira ou outros materiais em que pequenos vasos podem ser pendurados e ficam suspensos, otimizando o espaço.

Com algumas técnicas, é possível manter sua própria plantação e consumir alimentos orgânicos e mais frescos. Esses cuidados vão além da montagem do jardim e devem ser diários. Confira quatro principais:

Cuide bem do solo

Diferente de um jardim ou plantação maior, as plantas são cultivadas em vasos pequenos na horta vertical. Com isso, absorvem poucos nutrientes.

Para compensar essa escassez e garantir que seja produtivo, adube o solo. A dica é investir em adubos orgânicos, como húmus de minhoca, esterco curtido e terra vegetal, em substituição aos fertilizantes industrializados.

Assine nossa newsletter e receba por e-mail as principais notícias e dicas.
Fique tranquilo, não enviamos SPAM.
Quero me cadastrar para receber informações relevantes por e-mail. Fique tranquilo, não fazemos SPAM.

Não se esqueça de regar as plantas

Para manter uma plantação reta, é necessário regar as plantas com frequência ou na quantidade em que cada espécie necessita. Ainda por causa do espaço de solo reduzido, as espécies cultivadas assim costumam ter raízes mais rasas e isso atrapalha na retenção de água.

Apesar da quantidade de rega variar de acordo com a espécie de planta cultivada, a regra geral é manter o solo sempre úmido, mas não encharcado. Para isso, o ideal é regar pelo menos uma vez nos dias úmidos e de duas a três vezes nos períodos mais quentes.

Cultive os vegetais certos

Nem todas as plantas conseguem se adaptar bem às condições da horta vertical. Para seu projeto dar certo, invista nos vegetais que conseguem viver em espaço reduzido. Vegetações que sobrevivem a diferentes climas e estações do ano são alternativas para começar.

Entre os temperos, os mais indicados são: cebolinha, funcho, orégano, manjericão, hortelã, salsa, alho-poró. Já folhas, alface, couve e rúcula não precisam de muito sol para serem cultivadas e, por isso, costumam se adaptar bem às áreas em ambientes internos. Entre as hortaliças, a dica é investir em cebola e alho, que costumam se adaptar em vasos pequenos e espaços com pouco sol.

Esses foram apenas alguns exemplos, mas existem outros vegetais que costumam vingar nestes locais. Procure aqueles com as mesmas características dos mencionados: que cresçam em espaço reduzido e com pouca luminosidade.

Encontre um ponto com luz suficiente

Mesmo que as plantas escolhidas sejam mais fáceis de cultivar com baixa luminosidade, ainda precisarão de sol para crescerem. Por isso, é importante utilizar aquele espaço do seu apartamento que seja mais iluminado para instalar sua horta vertical. O local precisa receber pelo menos duas horas de sol direto por dia. Além disso, deve ser bem arejado.

AVALIAR ESSE ARTIGO
Você precisa estar logado para comentar.
Faça o login


Notícias relacionadas