Indicadores Estadão Imóveis
FGV IBRE: 
4.2%
FIPEZAP: 
0.57%
ICON: 
1.84%
IGP-M: 
0.60%
INCC: 
2.16%
PMI: 
44.1%
IMÓVEIS

Buscando sugestões para:


Página inicial / Aluguel / Moradia por assinatura: como funciona na prática?

Moradia por assinatura: como funciona na prática?

Entenda o passo a passo de como alugar uma casa por assinatura: desde a escolha no catálogo de opções até o contrato

  • (3.0)

Da Redação

22/04/2021 - 2 minutos de leitura


Diferente das imobiliárias que exigem documentos, comprovantes, holerites e outras burocracias, não é preciso nem comprovar a renda ou apresentar o CPF/ Foto: Getty Images
Liquidação com até 50% off ...

30/07/2021 03:00 até 16/08/2021 00:00


Assine nossa newsletter e receba por e-mail as principais notícias e dicas.
Fique tranquilo, não enviamos SPAM.
Quero me cadastrar para receber informações relevantes por e-mail. Fique tranquilo, não fazemos SPAM.

A pandemia criou novas necessidades, sobretudo no que diz respeito à própria casa: mais espaço, mais qualidade de vida e menos burocracia estão entre elas. Neste contexto, cresceu a procura pelo sistema de moradia por assinatura, que funciona, basicamente, como um streaming de casas.

A lógica deste serviço é facilitar processos como escolher uma locação, assinar o contrato ou mesmo cancelar o aluguel. A modalidade tem origem na Europa, onde algumas residências podem ser alugadas por horas, dias ou semanas, sem as dores de cabeça de um contrato comum, com regulamentos que regimentam inclusive o tempo mínimo de vigência do acordo que, em caso de residência, é de pelo menos 12 meses.

No Brasil, apenas uma única empresa já tem esse serviço à disposição: a Housi. De acordo com o Alexandre Frankel, CEO da empresa, uma residência deve ser vista como um serviço e não como um bem, retirando todo o peso e as obrigações da posse.

“As pessoas não querem mais passar uma vida inteira endividadas, pagando por um imóvel que pode não atender mais às suas necessidades de vida ao longo do tempo. Em 30 anos, prazo médio de financiamento residencial, as pessoas mudam de emprego, casam, descasam, têm filhos. A moradia por assinatura dá flexibilidade de utilização de um imóvel que acompanha esses momentos, além de ser totalmente digital, sem burocracia”, explica Alexandre.

Como funciona o contrato?

Diferente das imobiliárias que exigem documentos, comprovantes, holerites e outras burocracias, não é preciso nem comprovar a renda ou apresentar o Cadastro de Pessoas Físicas (CPF). Do cliente, é exigido somente a apresentação do Registro Geral (RG) durante o cadastro. Todo o restante é feito virtualmente – inclusive o pagamento, efetuado geralmente via cartão de crédito.

O catálogo da empresa conta com mais de 5 mil opções, que vão das mais simples até requintadas mansões. A definição do valor do aluguel de cada propriedade varia de acordo com as comodidades oferecidas e localização. As casas são sempre equipadas com todo o necessário para viver: desde talheres até serviços, como TV por assinatura e dispenser para receber comidas por aplicativos.

Vantagens

Tomada a decisão sobre a casa e seus encargos, não há custos extras – caso de contas como água, luz, internet, impostos ou condomínio. Em alguns casos, contudo, há serviços adicionais que podem ser contratados, como lavanderia, limpeza e faxina e até salão de beleza.

Também não existe um contrato com tempo mínimo de permanência, multas e outras incumbências normais das locações. É uma lógica propícia para tirar uma folga do dia a dia, criar memórias familiares ou até mesmo aproveitar um tempo de isolamento para desenvolver projetos pessoais ou profissionais.

De acordo com a Housi, por enquanto, o público-alvo é o jovem. Mas, para o CEO da empresa, em breve pessoas de todas as idades se sentirão à vontade para usufruírem dos benefícios do aluguel virtual, feito rapidamente, pela internet e sem sair de casa.

AVALIAR ESSE ARTIGO
Você precisa estar logado para comentar.
Faça o login


Notícias relacionadas