Voltar
IMÓVEIS

Buscando sugestões para:


Página inicial / Notícias / Vantagens e desvantagens de usar o Construcard na casa própria

Vantagens e desvantagens de usar o Construcard na casa própria

Cartão de crédito da Caixa oferece pouca burocracia e prazo de pagamento confortável, mas seus juros podem encarecer a obra. Veja os prós e contras

  • (1.0)

Da Redação

18/08/2020 - 2 minutos de leitura


A vantagem de quem tem o cartão é prazo de pagamento, já a desvatagem é a pouca quantidade de estabelecimento aceita/ Foto: Getty Images

O Construcard se trata de uma linha de crédito disponibilizado pela Caixa Econômica Federal (CEF) para a compra de material de construção em lojas credenciadas pelo banco. Como o próprio nome sugere, o empréstimo é concedido em um cartão com validade de seis meses para o contratante utilizar o financiamento para construir ou reformar.

Leia mais:
Saiba como funciona o financiamento de terrenos
Entenda como funciona a linha de crédito para construir e reformar
Quais são as principais taxas do financiamento imobiliário?

Segundo a instituição financeira, os requisitos para solicitar a concessão são os seguintes:

1. Ser maior de 18 anos ou emancipado;

2. Possuir uma conta corrente na Caixa;

3. Ser aprovado nas avaliações de cadastro e de risco de crédito.

Assim como qualquer financiamento, o Construcard tem vantagens e desvantagens de acordo com os objetivos e condições de pagamento do contratante. Confira a seguir.

Assine nossa newsletter e receba por e-mail as principais notícias e dicas.
Fique tranquilo, não enviamos SPAM.
Quero me cadastrar para receber informações relevantes por e-mail. Fique tranquilo, não fazemos SPAM.

Prós

  • Praticidade – Você pode utilizar o crédito como um cartão de débito, sem burocracia no momento da compra dos materiais;
  • Aceitação – É possível encontrar uma extensa gama de lojas de materiais de construção que o aceitam como método de pagamento;
  • Prazo – O número de parcelas do produto da Caixa não é tão extenso quanto um financiamento imobiliário e nem tão curto como outras modalidades de empréstimos;
  • Condições especiais – Quem é correntista da CEF tem condições especiais no empréstimo, assim como quem opta por uma alienação fiduciária como garantia.

Contras

  • Juros – A taxa de um financiamento habitacional é menor que o Construcard, o que torna o crédito muito mais caro para quem deseja construir a casa do zero;
  • Aquisição – Há certa burocracia no momento da contratação e os critérios de reprovação, nem sempre divulgados, são obscuros;
  • Limite – O limite de crédito é baixo, sendo compatível com a renda do solicitante;
  • Acabamento – Nem todas as lojas especializadas em materiais para acabamento, como vidraçarias, marcenarias, móveis planejados, dentre outros, aceitam o benefício;
  • Mão de obra – O produto da Caixa só pode ser empregado para a compra de materiais de construção e, portanto, fica a cargo do contratante o pagamento total da mão de obra.

Conclusão sobre o uso do Construcard

Diante disso, nota-se que o Construcard é vantajoso apenas para quem deseja financiar parte de uma obra, principalmente para reparo ou ampliação. Para quem deseja construir um imóvel novo, a melhor opção é o crédito imobiliário para o terreno utilizado para a construção.

As instituições financeiras oferecem ainda uma outra modalidade para financiamento da construção, onde é possível pagar todas as etapas da obra, incluindo a mão de obra e materiais para acabamento e finalização. O problema desta categoria de financiamento são os juros: giram em torno de 1,5% ao mês.

Para os interessados, a solicitação do Construcard é realizada em qualquer agência da Caixa, com a obrigatoriedade dos documentos pessoais e comprovante de residência, comprovante de renda e comprovante de propriedade do imóvel.

AVALIAR ESSE ARTIGO
Você precisa estar logado para comentar.
Faça o login

  • Alexandre Castilho
    Há 8 dias

    Linha de crédito suspensa por tempo indeterminado desde o início do ano!!!


  • Notícias relacionadas