Voltar
IMÓVEIS

Buscando sugestões para:


Página inicial / Notícias / Top Imobiliário 2020: Para todos os gostos e bolsos

Top Imobiliário 2020: Para todos os gostos e bolsos

De olho na retomada do mercado no pós-pandemia, empresas do setor imobiliário vão dos projetos de luxo, que podem custar R$ 33 mil o metro quadrado, aos imóveis populares, destaque de vendas na crise

  • (1.0)

Heraldo Vaz, Especial para o Estadão

06/08/2020 - 1 minuto de leitura


A cidade de São Paulo responde por 43% das 130 mil unidades lançadas no Brasil em 2019/ Foto: Valéria Gonçalvez/ Estadão

No 27º Prêmio Top Imobiliário, a Cyrela venceu em duas categorias – construtora e incorporadora –, conquistando o topo do ranking depois de se classificar em quinto lugar na edição anterior. A consultoria de imóveis Lopes repetiu o feito como campeã entre as vendedoras.

Leia mais:
A beleza e os sabores do Mercado da Lapa
São Paulo comemora 466 anos com arquitetura preservada
Jardins e Moema têm os condomínios mais caros de São Paulo

Criado em 1993 pelo Estadão, o Top Imobiliário é uma parceria com a Empresa Brasileira de Estudos de Patrimônio (Embraesp), cujos registros definem a premiação das dez empresas, em cada categoria, com o maior volume de novos projetos na Grande São Paulo.

O engenheiro Reinaldo Fincatti, diretor da Embraesp, diz que o setor imobiliário surpreendeu positivamente em 2019, ano-base do Top Imobiliário 2020. Foram lançadas 82.768 unidades residenciais na Região Metropolitana de São Paulo. “É o maior número de todos os tempos”, afirma ele, enfatizando o crescimento de 67%.

Com área total de 7,9 milhões de metros quadrados, um aumento de 52% em relação ao ano anterior, os empreendimentos lançados em 2019 somaram um valor geral de vendas (VGV) de R$ 37,9 bilhões, conta Fincatti, citando dados da nova edição do Relatório Anual da Embraesp (disponível para venda por R$ 600). 

Na sua avaliação, esses dados configuram uma nova realidade para o setor residencial.

Assine nossa newsletter e receba por e-mail as principais notícias e dicas.
Fique tranquilo, não enviamos SPAM.
Quero me cadastrar para receber informações relevantes por e-mail. Fique tranquilo, não fazemos SPAM.

Nesta edição, 174 construtoras, 217 vendedoras e 202 incorporadoras concorreram ao Top Imobiliário. São aferidos cinco quesitos: VGV lançado, número de empreendimentos, de blocos, total de unidades e área a ser construída. A Embraesp faz as ponderações, com pesos diferentes para os três segmentos, obtendo a pontuação que define o ranking final.

As mesmas empresas, classificadas no ranking das incorporadoras, também estão entre as dez mais na lista das construtoras. O valor total dos lançamentos feitos por elas atingiu R$ 16,6 bilhões, uma participação de 44% do total. 

Em seu anuário, o Sindicato da Habitação (Secovi-SP) divulgou os recordes de lançamentos (55,5 mil apartamentos) e vendas (44,7 mil unidades residenciais) registrados em 2019. Foi o ano que consolidou a recuperação do mercado de São Paulo, de acordo com o presidente do Secovi-SP, Basilio Jafet.

Acesse o conteúdo completo em https://economia.estadao.com.br/noticias/geral,top-imobiliario-2020-para-todos-os-gostos-e-bolsos,70003381809

AVALIAR ESSE ARTIGO
Você precisa estar logado para comentar.
Faça o login


Notícias relacionadas