Decoração, reforma e construção

Aprenda a usar a cor azul tiffany na decoração da sua casa

Cores vibrantes em harmonia com tons neutros conferem personalidade e sofisticação aos ambientes internos

Por: Da Redação 14/06/2021 2 minutos de leitura
Por ser um azul chamativo, o ideal é usar em apenas uma parede ou detalhes/ Crédito: Getty Images

Publicidade

É claro? Ou profundo? É um azul escuro ou aquele meio esverdeado? Algumas cores se destacam da paleta que vemos comumente, recebem um nome diferente e, ainda que gostemos do tom, encontramos algumas dificuldades para usar e combinar com os móveis que já temos. É o caso da nova cor da moda: o azul tiffany.

“O azul tiffany vem da famosa joalheira americana Tiffany & CO. Ele faz parte da identidade da marca e sua caixinha, com um solitário de diamante, virou sonho de consumo de muita gente”, explica a designer de interiores Gabriela Höhne. Fundada em 1837, a marca só começou a usar essa cor em seus materiais quase uma década depois, em 1845, tornando-se rapidamente um símbolo de elegância e sofisticação.

“Esta cor marcante tomou conta de decorações de casamento e ambientes residenciais. Por ser um azul chamativo, o ideal é usar em apenas uma parede ou em ambientes que sejam menos utilizados, como o lavabo ou o hall de entrada, para não enjoar.” Entendido como uma variação do azul turquesa, o azul tiffany empresta originalidade e vida quando usado de maneira equilibrada no design de interiores.

Por isso, é importante não tomar uma decisão de impulso, na empolgação de ter achado a cor linda. A paleta deve ser estudada antes da aplicação e não é aconselhável colocar uma cor vibrante predominando nos espaços internos, como o azul vivo ou o vermelho intenso. A chave para evitar os excessos é a combinação, que gera harmonia.

Publicidade

“O branco sempre entra bem com o azul tiffany, mas se quiser complementar com outro tom, opte por um amarelo claro ou um rosé. Entre com a cor complementar nos detalhes, para não ficar exagerado”, sugere Gabriela. Cores neuras, como bege, gelo, branco e amadeirados funcionam bem como base para equilibrar as cores vibrantes.

Gabriela Höhne: o branco sempre entra bem com o azul tiffany/ Foto: Henrique Padilha

Mais cor, por favor

Enquanto cores frias transmitem a sensação de frescor, amplidão e leveza, as cores quentes trazem movimento, acolhimento e calor. O projeto ideal é aquele capaz de combinar tons frios e quentes. Além disso, para Gabriela, sua cor preferida não precisa, necessariamente, aparecer nas paredes. “Se for colocar no quarto, opte pela parede onde fica a cabeceira da cama. Mas se quiser o tom na sala, traga em almofadas, quadros e objetos de decoração.”

Se quiser aplicar na mobília, considere cadeiras, por exemplo, desde que estofados e tampo da mesa sejam neutros (amadeirados ou cinzentos). Azulejos com detalhes azuis e brancos dinamizam as áreas molhadas, como cozinha e banheiro. Brinque com banquetas e estofados destacados ou invista nos detalhes: roupas de cama, vasos ou porta de armários podem ganhar o charme do azul tiffany harmonizado com madeira ou metal nas laterais e puxadores.

Eletrodomésticos nesse tom também podem ser divertidos para diferenciar a cozinha. Atualmente já é possível encontrar conjuntos com batedeira, liquidificador e sanduicheira em azul tiffany, bem como aparelhos de jantar com copos e pratos na tonalidade.

Publicidade

No banheiro, também toalhas, gaveteiros, tapetes e louças de pia ganham um toque especial. Luminárias sobre espelhos, fechos de janela ou pastilhas dentro do box em azul ressaltam a presença do elemento água. As principais marcas de tinta oferecem variedades do azul turquesa para ousar em ambientes interiores e exteriores.

NEWSLETTER
IMÓVEIS

Inscreva-se e receba notícias atualizadas do mercado de imóveis

Confira nossas

WEBSTORIES

Notícias relacionadas

Imagem destacada

Mercado imobiliário brasileiro deve ganhar mais um fundo de hotéis

2 minutos de leitura
Imagem destacada

Aluguel no Brasil ficou 16,16% mais caro em 2023

1 minuto de leitura
Imagem destacada

Grupo Lello estuda soluções socioambientais para melhorar a vida em comunidade

4 minutos de leitura
Imagem destacada

Em quais capitais vale a pena pagar o IPTU à vista em 2024?

1 minuto de leitura