Voltar
IMÓVEIS

Buscando sugestões para:


Página inicial / Guia de Bairros / Aclimação: bairro que nasceu para ser verde

Aclimação: bairro que nasceu para ser verde

Parque da Aclimação é o marco da origem de um bairro vocacionado a cuidar da natureza e a oferecer muitos equipamentos de cultura


Da Redação

29/09/2020 - 3 minutos de leitura


O bairro foi se desenvolvendo ao redor do parque e se tornando eminentemente residencial/ Foto: Getty Images
Assine nossa newsletter e receba por e-mail as principais notícias e dicas.
Fique tranquilo, não enviamos SPAM.
Quero me cadastrar para receber informações relevantes por e-mail. Fique tranquilo, não fazemos SPAM.

O bairro da Aclimação, localizado na região central de São Paulo, surgiu diretamente ligado ao nascimento do Parque da Aclimação, também conhecido como Jardim da Aclimação. No ano de 1892, o médico paulista Carlos José Botelho, nascido em Piracicaba, adquiriu uma grande extensão de terras. O que até então era conhecido como Sítio Tapanhoim passaria a ser um pedaço da França no Brasil. Isso porque Botelho decidiu reproduzir ali o Jardin D’Acclimatation de Paris, cidade onde ele estudou.

Leia mais:
Cambuci: um dos bairros mais antigos de São Paulo
Liberdade: polo da gastronomia e cultura oriental
Santa Cecília: o bairro da gastronomia e da música

O parque parisiense tinha zoológico, com aclimatação de espécies exóticas e centro de reprodução, seleção e hibridação de animais. E Botelho se empenhou em tornar a Aclimação tão exuberante quanto ele – e até camelos importou para isso. Em 1939, o prefeito Prestes Maia decidiu comprar a área, que na época era de 182 mil m² (hoje são 112 mil m²), e, assim oficializar o parque municipal. Isto coincidiu com a criação Paróquia da Aclimação, na Igreja Nossa Senhora do Carmo, e com o avanço dos loteamentos na região – e, consequentemente, sua transformação em bairro urbano.

Na década de 1950, a Aclimação ganhou uma biblioteca, uma Concha Acústica, um playground e um campo de futebol. O bairro foi se desenvolvendo ao redor do parque e se tornando eminentemente residencial. A partir de 1970, a expansão imobiliária fez surgir muitos edifícios, marcando sua verticalização, o aumento da população e o consequente crescimento do comércio.

No decorrer da década de 1980, a associação dos moradores do bairro e dos defensores do parque, juntamente com entidades ecológicas, mobilizaram-se e conseguiram o tombamento do Parque da Aclimação, feito pelo Condephaat – Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Artístico e Arquitetônico. Mesmo com todas as transformações, o território continua sendo considerado uma zona relativamente preservada dentro da cidade de São Paulo.

Preço

Segundo a Pesquisa de Mercado da Capital do Conselho Regional de Corretores de Imóveis (Creci-SP), o preço médio por m² de um patrimônio no bairro da Aclimação é de R$ 4.637,50. Já no aluguel, casas com um dormitório tem o valor médio de R$ 1.257,14. Com dois, R$ 1.834,67 e com três dormitórios, R$ 3.762,86.

Mobilidade

Localizada na região central, a Aclimação faz divisa com bairros importantes e de fácil acesso, como o Paraíso, a Liberdade e a Vila Mariana. Por isso, o deslocamento pela cidade é fácil, pois, além das diversas linhas de ônibus que servem a região, o distrito está próximo às estações Ana Rosa, Paraíso e Vergueiro das linhas 1-Azul e 2-Verde do metrô. Isso sem contar com o privilégio de estar próximo às avenidas Vinte e Três de Maio e Radial Leste, que proporcionam fácil acesso às zonas sul, norte e leste.

Educação

A região acomoda diversas opções de ensino, como o Colégio Objetivo, Colégio Itatiaia, o Senac e a Escola Pueri Domus, além do Campus Paraíso da Universidade Paulista (Unip).

Saúde

A Aclimação é um dos bairros mais bem abastecidos de serviços de saúde em toda São Paulo. Seus moradores têm fácil acesso a referências como os hospitais A.C. Camargo, Santa Joana, Santa Catarina e Beneficência Portuguesa.

Lazer

Além do já mencionado Parque da Aclimação, existe o Shopping Pátio Paulista, que contempla diversas lojas, praça de alimentação e um cinema amplo. Perto do bairro estão também o Museu de Arte de São Paulo (Masp), Sesc Paulista e o Japan House, todos nos arredores da avenida Paulista.

O conjunto de equipamentos culturais contempla ainda os museus judaico e da imigração japonesa, além de duas referências sobre história brasileira: os museus Xingu e Memória do Bixiga. Já para aqueles que apreciam as artes cênicas, da Aclimação estão próximos os teatros Renault, Bibi Ferreira, Gazeta, Brigadeiro e Sérgio Cardoso.

Gastronomia

O bairro da Aclimação oferece um grande leque de possibilidades gastronômicas, com especialistas de todos os cantos do mundo. É o caso do italiano La Cucina Artezanalle (Rua Doutor Paulo Dias, 142) para os apreciadores de massas, do japonês Azami Sushi (Rua Topázio, 243), que serve pratos asiáticos quentes e frios, e do Carrieri Beer & Burger (Rua Ximbó, 340), para quem gosta de hambúrguer.

AVALIAR ESSE ARTIGO
Você precisa estar logado para comentar.
Faça o login


Notícias relacionadas