Voltar
IMÓVEIS

Buscando sugestões para:


O Itau inovou para você ter mais crédito e pagar menos. QUERO SABER MAIS
O Itau inovou para você ter mais crédito e pagar menos. QUERO SABER MAIS

Página inicial / Guia de Bairros / Avenida São João: uma joia no centro de São Paulo

Avenida São João: uma joia no centro de São Paulo

De Ladeira do Acú a Avenida São João, importante via arterial do centro da cidade é sede de edifícios históricos e pontos turísticos


Da Redação

Há 14 dias - 2 minutos de leitura


Avenida também oferece bares e restaurantes tradicionais/ Foto: Getty Images
Assine nossa newsletter e receba por e-mail as principais notícias e dicas.
Fique tranquilo, não enviamos SPAM.
Quero me cadastrar para receber informações relevantes por e-mail. Fique tranquilo, não fazemos SPAM.

Imortalizada na esquina com a Avenida Ipiranga na música “Sampa”, de Caetano Veloso, a Avenida São João é uma preciosidade do Centro de São Paulo. Conecta-se a ela o Elevado Presidente João Goulart e em sua perspectiva encontra-se o Edifício Altino Arantes (Banespa), importante ponto focal urbano com vista privilegiada para a cidade. Em sua área mais central, a avenida é inteiramente pedonal, ou seja, um enorme “calçadão”, facilitando o trânsito de pedestres e ciclistas.


Além disso, o encanto do logradouro, criado em 1651 como Ladeira do Acú, está no encontro das mais diversas tribos em um dos principais pontos turísticos da via, a Galeria do Rock. No local convivem os amantes musicais de todos os estilos e idades. Nos andares são vendidos os mais variados CD’s, discos, roupas, acessórios e, claro, tudo que possa remeter ao Rock n’ Roll.

O caminho que passou a se chamar São João em 1916 abriga ainda a Galeria Olido, um dos mais importantes espaços culturais paulistanos, com exposições, oficinas, cursos, apresentações de dança, cinema, teatro e uma infinidade de atividades para paulistanos e turistas.

A avenida também oferece bares e restaurantes tradicionais. No número 633 da São João funciona a premiada Casa da Mortadela, que delicia seus frequentadores há mais de 25 anos. O Bar Brahma ainda permanece no mesmo local desde sua fundação, em 1948. Exatamente na esquina da Avenida São João com a Avenida Ipiranga, no coração da cidade.

Antigamente, o estabelecimento reunia ilustres frequentadores como Jânio Quadros, Fernando Henrique Cardoso, Adoniram Barbosa, Ari Barroso, entre outros. Hoje, é reduto de shows de clássicos da MPB e tem atrações como os Demônios da Garoa e Cauby Peixoto, além de outros grandes grupos e intérpretes.

Origem

A designação da avenida é uma homenagem a São João Batista, considerado o protetor das águas na tradição católica. Os cursos d’água que cruzavam a antiga ladeira eram considerados perigosos para os antigos paulistanos: Yacuba ou Acú, significa em Tupi “água envenenada”. Esse córrego margeava o atual edifício dos Correios e desaguava no Anhangabaú que, também no Tupi, significa “águas assombradas” ou “águas do diabo”.

Vale destacar que as encostas do Vale do Anhangabaú, no final do século XVIII e início do século XIX era uma região de matas e local onde se escondiam assaltantes e escravos fugidos. Por tudo isso, as procissões em homenagem a São João Batista tinham como roteiro certo uma passagem pela Ladeira do Acú. Assim a tradição tomou vulto e a ladeira passou a ser conhecida como “Ladeira de São João Batista”.

Mais tarde, ela se transformou em Rua e, depois, em Avenida São João. Entre 1910 e 1937, sucessivas reformas, alargamentos e prolongamentos foram realizados. Numa de suas últimas reformas, entre as décadas de 80 e 90, a construção do novo “Vale do Anhangabaú” alterou o seu início, dando origem ao “Boulevard São João”.

AVALIAR ESSE ARTIGO
Você precisa estar logado para comentar.
Faça o login


Notícias relacionadas