Compra

Imóveis ficaram 6,07% mais caros nos últimos 12 meses, segundo Índice FipeZAP

Em junho, o preço de apartamentos residenciais registrou uma valorização de 0,74%

Por: Redação, Estadão Imóveis 04/06/2024 1 minuto de leitura
valorização-venda
Vitória, capital do Espírito Santo, tem metro quadrado mais do Brasil/ Crédito: ByDroneVideos/AdobeStock

Publicidade

O preço dos imóveis residenciais no Brasil subiu 6,07% nos últimos 12 meses, de acordo com Índice FipeZAP, divulgado pelo DataZAP. O valor está acima da variação do IGP-M/FGV (-0,34%) e da prévia do IPCA-15 (+3,91%). A valorização é impulsionada por capitais como Goiânia (+14,20%), Maceió (+14,15%) e Curitiba (+13,27%), mas todas as 50 cidades analisadas pelo índice registraram alta no período.

+ Sonho da casa própria: vale a pena comprar um imóvel na planta?

O bom momento do mercado imobiliário se reflete na variação positiva do segmento no último mês. Em maio, o preço dos imóveis valorizou 0,74%, o que representa uma alta em relação aos meses de março (+0,64%) e abril (+0,66%).

Curitiba (+1,88%), Londrina (+1,73%) e Caxias do Sul (1,58%) foram as cidades com as maiores valorizações observadas no último mês, segundo o Índice FipeZAP.

Publicidade

Curitiba, capital do paraná, registrou uma valorização de 1,88% no último mês, a maior do País/ Crédito: William/AdobeStock

Santa Catarina em destaque

Apesar da valorização observada em diversos estados brasileiros, o papel de protagonismo do mercado imobiliário nacional continua sendo ocupado por Santa Catarina.

O estado sulista possui 4 das 5 cidades mais caras do País para comprar um imóvel. Balneário Camboriú puxa a lista com o metro quadrado custando cerca de R$ 13.145, mesmo com uma valorização de apenas 2,53% nos últimos 12 meses.

+ Por que se constrói prédios tão altos no Brasil?

Já a capital mais cara do País está no Sudeste, mas não é em São Paulo ou mesmo no Rio de Janeiro. Vitória, no Espírito Santo, registrou uma valorização de 7,73% nos últimos 12 meses e de 3,58% apenas em 2024. O metro quadrado na capital capixaba custa cerca de R$ 11.312. A segunda capital mais cara é São Paulo, com o m² avaliado em R$ 10.936. 

Publicidade

10 cidades brasileiras com o metro quadrado mais caro:

  1. Balneário Camboriú (SC): R$ 13.145/m²
  2. Itapema (SC): R$ 12.841/m²
  3. Vitória (ES): R$ 11.312/m²
  4. Florianópolis (SC): R$ 11.261/m²
  5. Itajaí (SC): R$ 11.107/m²
  6. São Paulo (SP): R$ 10.936/m²
  7. Barueri (SP): R$ 10.247/m²
  8. Rio de Janeiro (RJ): R$ 10.077/m²
  9. Curitiba (PR):  R$ 9.845/m²
  10. Brasília (DF): R$ 9.180/m²

NEWSLETTER
IMÓVEIS

Inscreva-se e receba notícias atualizadas do mercado de imóveis

Confira nossas

WEBSTORIES

Notícias relacionadas

Imagem destacada

Conheça as fintechs do mercado imobiliário que chamaram a atenção de duas das maiores VCs do mundo

3 minutos de leitura
Imagem destacada

Médio e alto padrões põem a One no ranking

3 minutos de leitura
Imagem destacada

Marido de aluguel: conheça o “faz-tudo”

2 minutos de leitura
Imagem destacada

Extremos de preços em SP vão de R$ 133 mil até R$ 10,2 milhões

5 minutos de leitura