Indicadores Estadão Imóveis
FIPEZAP: 
0.43%
ICON: 
0.45%
IGP-M: 
-0.64%
INCC: 
0.51%
IPCA: 
1.14%
PMI: 
23.0%
IMÓVEIS

Buscando sugestões para:


Página inicial / Compra / Dicas de finanças para conquistar o sonho da casa própria

Dicas de finanças para conquistar o sonho da casa própria

Foco, planejamento e saber aproveitar as oportunidades são trunfos na manga para a realização


Verônica Lima

14/04/2021 - 3 minutos de leitura


A dica é que a pessoa que possui rendimentos mensais comprovados e saúde financeira entre em contato com o gerente do banco e busque o imóvel e financiamento/ Foto: Getty Images
Conferência P3C conta com Pau...

23/10/2021 11:00 até 24/10/2021 23:00


Meta e disciplina são alguns dos pontos fundamentais para controlar as finanças e conquistar o sonho da casa própria.

Assine nossa newsletter e receba por e-mail as principais notícias e dicas.
Fique tranquilo, não enviamos SPAM.

É o que garante o sócio do PMMF Advogados, especializado em Negociações Estratégicas e Direito Imobiliário, Alberto Mattos de Souza. “Esses são dois dos principais mandamentos a serem observados na busca pela moradia dos sonhos.” O profissional sugere investir em conhecimento e pesquisas antes de fixar onde deseja chegar.

“É importante estar sempre atento às tendências macroeconômicas e do mercado imobiliário em especial. Monitorar os preços praticados na região de interesse é indispensável. Com isso, o interessado aumenta as chances de identificar oportunidades, além de ficar mais seguro quanto ao valor da sua transação quando chegar o momento de fechar negócio”, explica Souza.

Pagamentos e prazos

Na hora de colocar a mão no bolso, Cassia Castro, sócia da Eixo Inteligência Imobiliária, ressalta que é possível usar a seu favor o cenário de queda da taxa Selic e os novos produtos oferecidos pelos bancos para encontrar um parcelamento vantajoso.

“As tarifas dos financiamentos imobiliários também seguem em baixa, provocando um aquecimento do mercado. Ainda é possível identificar um movimento acelerado da Caixa Econômica Federal incentivando o financiamento de imóveis”, alerta.

“A dica para a realização do sonho da casa própria é que a pessoa que possui rendimentos mensais comprovados e saúde financeira entre em contato com o gerente do banco e busque o imóvel e financiamento que melhor se adeque a sua realidade. Preço, juros e taxas, número de parcelas e tempo para quitação do imóvel devem ser analisados com cautela”, ressalta a profissional.

Já Alberto Mattos de Souza destaca que, comprando o patrimônio à vista, não será necessário arcar com algumas despesas, como os juros de um financiamento.

Porém, o profissional alerta que nem sempre essa é a melhor opção, pois cada pessoa precisa fazer uma análise completa da sua situação, prevendo eventuais dificuldades.

“Existem alguns pontos extremamente relevantes a serem levados em consideração, como a manutenção de uma reserva de emergência. Ou seja, se pagar à vista, o comprador estará preparado para enfrentar um momento de crise como, por exemplo, uma doença na família, a perda do emprego ou algo do tipo?”, questiona.

“Sugiro que o interessado reserve no mínimo o valor equivalente a seis meses do seu custo de vida para que tenha condição de enfrentar uma crise sem precisar colocar em risco o pagamento do financiamento da propriedade. Muitas pessoas recorrem ao crédito pessoal para enfrentar crises. Entretanto, esse tipo de financiamento costuma ser muito mais caro”, completa.

Alberto ainda explica que é preciso ter muito planejamento, pois a ação de comprar uma moradia acaba obrigando toda a família a se adaptar. “É preciso levar em consideração que o interessado está prestes a realizar um grande investimento e, provavelmente, todos os membros da família terão que se adaptar e se unir para a conquista desse objetivo.”

Outros cuidados ao decidir realizar o sonho da casa própria

Para Cassia Castro, “é importante acompanhar a segurança da negociação: a propriedade e a posse”.

A propriedade é o registro do imóvel, que comprova a aquisição. A matrícula deve espelhar todo o processo de negociação. O registro deve acontecer na esfera pública, para não ter problemas no futuro. Não faça contratos de gaveta.

É preciso também acompanhar os prazos e garantias na construção, se for um imóvel na planta. Se o patrimônio já foi construído, é preciso fazer uma vistoria antes da posse.

AVALIAR ESSE ARTIGO
Você precisa estar logado para comentar.
Faça o login


Notícias relacionadas