Quem já morou em um apartamento com pouca incidência solar sabe a falta que um solzinho faz no imóvel – armários mofados e luzes ligadas quase o dia todo são alguns dos prejuízos. Em compensação, um apartamento onde bate sol durante o dia todo traz lucro.

Segundo o Conselho Regional de Corretores de Imóveis de São Paulo (Creci-SP), a boa incidência solar pode implicar uma valorização do imóvel de até 10% em relação aos prédios com pouca iluminação.

Norte ou sul?

Assine nossa newsletter e receba por e-mail as principais notícias e dicas.
Fique tranquilo, não enviamos SPAM.
Quero me cadastrar para receber informações relevantes por e-mail. Fique tranquilo, não fazemos SPAM.
Se a face do imóvel estiver voltada para o norte, a incidência solar será maior. Essa iluminação pode garantir uma economia com a conta de luz, já que os raios de sol estão presentes na casa durante o dia todo. “Os imóveis voltados para o sul podem ser mais frios e menos claros”, diz o presidente do Conselho Regional de Corretores de Imóveis de São Paulo (Creci-SP), José Augusto Viana Neto.

No entanto, é preciso ficar atento para armadilhas: não adianta investir um pouco mais pela face norte do empreendimento se ele for obstruído por outros prédios e construções próximas.

Totalmente iluminado

Ao encontrar um empreendimento com iluminação em todos os ângulos, decida por investir em um apartamento em que os cômodos de maior permanência da casa estejam a favor do sol, como a sala. Em alguns imóveis, é agregada ao espaço varanda ou sacada, que aumenta a área social. Com boa incidência solar, esse espaço terá calor, luz e condições adequadas para o cultivo de plantas.

Nos quartos, é interessante contar com temperaturas mais amenas, mas isso não significa que o sol não seja bem-vindo ali. Basta uma proteção para controlar essa incidência solar, como uma cortina ou persiana blackout. Já a lavanderia e os banheiros, por serem ambientes mais úmidos, devem receber luz solar o dia todo.