Decoração, reforma e construção

Atividade na construção supera período pré-pandemia, diz CBIC

Apesar da evolução no desempenho, a CBIC ponderou que o setor permanece 23,7% abaixo do seu pico de atividades, registrado no início de 2014

Por: Circe Bonatelli, O Estado de S. Paulo 07/11/2022 1 minuto de leitura
construcao-cbic-indice
A elevada taxa de juros passou a ser o principal problema da construção no terceiro trimestre de 2022, de acordo com a CNI/ Crédito: Getty Images

Publicidade

A Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) informou que o nível de atividade na construção no fim do terceiro trimestre de 2022 já é 12,5% maior do que o registrado antes da chegada da pandemia, no quarto trimestre de 2019.

Com o resultado, o nível de atividades da construção voltou para o que havia registrado no início de 2016, segundo levantamento da CBIC com base em um índice de volume (com ajuste sazonal) do PIB da construção e do PIB nacional.

A economia nacional, por sua vez, está 3% acima do nível pré-pandemia (quarto trimestre de 2019) e atingiu o segundo patamar mais alto da série.

Apesar da evolução no desempenho, a CBIC ponderou que o setor permanece 23,7% abaixo do seu pico de atividades, registrado no início de 2014. “Isso mostra que, apesar da alta, a construção ainda precisa avançar muito para recuperar o seu ritmo de atividades”, enfatizou a CBIC.

Publicidade

Juros

A elevada taxa de juros passou a ser o principal problema da construção no terceiro trimestre de 2022, conforme sondagem com empresários realizada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) com o apoio da CBIC. A taxa básica de juros (Selic) aumentou 11,75 pontos porcentuais desde março de 2021, passando de 2% para os atuais 13,75%.

Em segundo lugar, os empresários apontaram como entrave a elevada carga tributária. O custo da matéria-prima é a terceira preocupação do setor. Esse item, a propósito, chegou a ser a primeira reclamação dos empresários por oito trimestres seguidos.

A despeito dessas preocupações, os empresários permanecem confiantes no setor. Há três meses consecutivos, o Indicador de Confiança da Construção Civil – também levantado por CNI e CBIC – se mantém no patamar de 60%. A escala acima de 50% indica confiança das partes, enquanto abaixo de 50% indica mais preocupação.

Este texto foi publicado antes em:
https://www.estadao.com.br/economia/atividade-construcao-supera-nivel-antes-da-pandemia-cbic/

Publicidade

NEWSLETTER
IMÓVEIS

Inscreva-se e receba notícias atualizadas do mercado de imóveis

Notícias relacionadas

Imagem destacada

Confira 8 dicas para reformar sem problemas

4 minutos de leitura
Imagem destacada

Justiça proíbe QuintoAndar de cobrar taxas de serviço e de reserva de imóvel

1 minuto de leitura
Imagem destacada

Ruas mais caras de São Paulo não passam ilesas a roubos de celulares e veículos

2 minutos de leitura
Imagem destacada

O que é o overturismo e como ele reforça a especulação imobiliária?

4 minutos de leitura