Compra

Quais são os bairros mais caros de São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte?

Leblon, Ipanema e Itaim Bibi são as regiões mais valorizadas do País, segundo levantamento

Por: Redação, Estadão Imóveis 02/02/2024 1 minuto de leitura
rio-de-janeiro
Metro quadrado dos imóveis no Leblon custa mais de R$ 22 mil/ Crédito: gustavofrazao/AdobeStock

Publicidade

O Índice FipeZAP de Venda Residencial, divulgado pelo DataZAP, mostrou que Vitória, a capital do Espírito Santo, surpreendeu e se tornou a capital mais cara do Brasil. No entanto, o distrito mais valorizado do País não está na cidade capixaba. Longe disso. Apesar do avanço de outras regiões, São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte permanecem ostentando alguns dos bairros mais caros do Brasil. 

Os bairros mais caros de São Paulo

São Paulo fechou o mês de janeiro com o metro quadrado médio avaliado em R$ 10.703. No entanto, para comprar um imóvel no Itaim Bibi, o mais caro da cidade, é necessário desembolsar cerca de R$ 17.088 por m², quase 60% a mais do que o valor médio. O distrito de Pinheiros não fica muito atrás. O metro quadrado de um imóvel na cidade custa R$ 16.325, de acordo com o Índice. 

Fonte: Índice FipeZAP de Venda Residencial/DataZAP

Os bairros mais caros do Rio de Janeiro

O glamour das praias e o espírito boêmio do Rio de Janeiro podem custar bem caro. A cidade carioca tem o bairro mais caro do Brasil, de acordo com Índice FipeZAP. O metro quadrado no Leblon está avaliado em R$ 22.654. Ou seja, um apartamento de 100 m², custa aproximadamente R$ 2.265.400. Em segundo lugar na capital aparece Ipanema, com o m² avaliado em R$ 21.466. 

Fonte: Índice FipeZAP de Venda Residencial/DataZAP

Os bairros mais caros de Belo Horizonte

Atualmente, Belo Horizonte possui o metro quadrado avaliado em 8.385, é apenas o 11º mais caro do País. No entanto, alguns bairros da cidade continuam se destacando por imóveis que possuem um m² que ultrapassa os R$ 12 mil. Em Savassi, na zona centro-sul, por exemplo, o metro quadrado está avaliado em R$ 14.172. Em Santo Agostinho, na zona sul, o valor médio é de R$ 13.523/m². 

Publicidade

Fonte: Índice FipeZAP de Venda Residencial/DataZAP

NEWSLETTER
IMÓVEIS

Inscreva-se e receba notícias atualizadas do mercado de imóveis

Notícias relacionadas

Imagem destacada

Aluguel residencial sobe 0,10% em outubro, após queda de 0,02% em setembro, aponta FGV

1 minuto de leitura
Imagem destacada

Minha Casa Minha Vida ganha imóveis com selo verde

4 minutos de leitura
Imagem destacada

Top Imobiliário: MRV faz seu maior volume de lançamentos em um 1º trimestre

3 minutos de leitura
Imagem destacada

A indispensável requalificação do centro de São Paulo

4 minutos de leitura