Compra

Preço de imóveis residenciais sobe 6,16% em 2022, a maior alta desde 2014, segundo FipeZap

Alta de 6,16% superou a inflação ao consumidor do período; confira as altas nas capitais monitoradas pelo índice FipeZap+

Por: Jessica Brasil Skroch, O Estado de S. Paulo 11/01/2023 1 minuto de leitura
casa-vender-imovel
O preço médio de venda de imóveis residenciais, calculado para as 50 cidades monitoradas pelo índice, foi de R$ 8.321/m² em 2022/ Crédito: Getty Images

Publicidade

O preço de venda de imóveis residenciais fechou o ano de 2022 com aumento de 6,16%, a maior alta desde 2014, aponta o Índice FipeZap+, que acompanha a variação do preço médio de apartamentos prontos em 50 cidades brasileiras. Em 2014, os valores subiram 6,70%.

O resultado do último ano superou a inflação ao consumidor, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que teve alta de 5,79%, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em relação à “inflação do aluguel”, medida pelo Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M), a alta também foi maior. No período, o IGP-M subiu 5,45%.

O Índice FipeZap+ acompanha a variação do preço médio de apartamentos prontos em 50 cidades brasileiras, com base em anúncios veiculados na Internet.

Entre as 50 cidades que compõem o índice, 49 tiveram incremento nominal dos preços residenciais no ano passado. Apenas a cidade de Canoas, no Rio Grande do Sul, teve queda de 1,02% nos preços.

Publicidade

Nas capitais, o maior aumento foi em Vitória (ES), que teve alta de 23,23%. Goiânia (+20,91%), Campo Grande (+14,03%) e Curitiba (+13,64%) seguem a lista das capitais que mais encareceram os preços dos imóveis residenciais em 2022.

Confira a alta dos preços nas capitais analisadas

  1. Vitória: +23,23%
  2. Goiânia: +20,91%
  3. Campo Grande: +14,03%
  4. Curitiba: +13,64%
  5. Maceió: +13,22%
  6. Recife: +11,35%
  7. Florianópolis: +11,33%
  8. João Pessoa: +10,26%
  9. Fortaleza: +8,29%
  10. Manaus: +7,32%
  11. Belo Horizonte: +6,86%
  12. Salvador: +5,98%
  13. São Paulo: +5,06%
  14. Porto Alegre: +2,42%
  15. Rio de Janeiro: +2,20%
  16. Brasília: +1,31%

Preço de venda por metro quadrado

O preço médio de venda de imóveis residenciais, calculado para as 50 cidades monitoradas pelo índice, foi de R$ 8.321/m² em 2022. A cidade com o preço mais caro foi Balneário Camboriú (SC), com preço médio de R$11.447 o metro quadrado.

Entre as 16 capitais monitoradas, Vitória foi a que apresentou o valor mais elevado no mês de dezembro, com R$ 10.481/m², seguida por São Paulo (R$ 10.196/m²), Rio de Janeiro (R$ 9.860/m²), Florianópolis (R$ 9.569/m²), Brasília (R$ 8.726/m²) e Curitiba (R$ 8.522/m²).

As capitais com menor preço médio de venda residencial na amostra foram Campo Grande (R$ 5.232/m²), João Pessoa (R$ 5.430/m²), Salvador (R$ 5.649/m²), Manaus (R$ 6.136/m²) e Goiânia (R$ 6.182/m²).

Publicidade

Essa matéria foi publicada em:
https://www.estadao.com.br/economia/preco-sobe-maior-alta-2014-npre/

NEWSLETTER
IMÓVEIS

Inscreva-se e receba notícias atualizadas do mercado de imóveis

Notícias relacionadas

Imagem destacada

Checklist do que é preciso para alugar um apartamento

3 minutos de leitura
Imagem destacada

Brokers imobiliários: profissão da moda ou realidade que veio para ficar?

3 minutos de leitura
Imagem destacada

Enchentes no RS: Como acionar o seguro de casa alagada?

3 minutos de leitura
Imagem destacada

Um déficit embaixo do tapete

5 minutos de leitura