Compra

Pesquisa mostra que localização e segurança são principais fatores para valorização imobiliária

Mais de 60% dos respondentes consideram estes os itens essenciais para determinar se vale a pena pagar mais por um imóvel

Por:Breno Damascena 04/06/2024 2 minutos de leitura
seguranca-localizacao-valorizacao
Maior parte dos compradores recorre a internet para buscar informações sobre imóveis, mas ainda visitam os estandes para tomar decisão/ Crédito: WilliamDowglas/AdobeStock

Publicidade

Localização privilegiada e segurança são os maiores estímulos para compradores pagarem mais por um imóvel no Brasil. De acordo com uma pesquisa realizada pela Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (ABRAINC), em parceria com a Brain Inteligência Estratégica, mais de 60% das pessoas considerariam pagar valores acima da média do mercado se eles tiverem estes dois diferenciais.

+ O que considerar na hora de comprar um imóvel em São Paulo

O terceiro fator apontado pelo levantamento é o acesso às principais rodovias e transporte público (27%). O item é seguido por opções de lazer diferenciadas (22%), a expectativa de valorização no longo prazo (21%) e a sensação de exclusividade (12%).

Principais fatores que motivam o comprador a pagar um valor acima da média por um imóvel: 

Publicidade

  1. Localização privilegiada (65%)
  2. Segurança condominial (64%)
  3. Fácil acesso às principais rodovias e transporte público (27%)
  4. Opções de lazer diferenciadas (22%)
  5. Expectativa de valorização no longo prazo (21%)
  6. Sensação de exclusividade (12%)
  7. Serviços agregados ao condomínio (11%)
  8. Tecnologia de ponta no imóvel (10%)

A pesquisa foi apresentada no Summit ABRAINC 2024, evento que reuniu incorporadores, profissionais da construção e representantes do poder público. Para 80% dos compradores ouvidos, itens de segurança, como portaria virtual, sistema de câmeras, reconhecimento facial e fechadura digital, impulsionam a valorização imobiliária. 

Enquanto isso, 59% disseram que a sustentabilidade dos imóveis é muito relevante no momento de comprar um imóvel. 

+ Como a chegada do metrô transforma os bairros de São Paulo

Já entre as principais barreiras apontadas pelos compradores estão a falta de recursos para pagar a entrada do imóvel e a dificuldade de acesso a crédito para aprovar um financiamento

Publicidade

Barreiras para comprar um imóvel:

  1. Não querer se mudar de onde mora atualmente (37%) 
  2. Falta de recursos para pagar a entrada (27%)
  3. Acesso ao crédito para aprovar financiamento (25%)

Para 68% dos entrevistados, parte do processo é consultar avaliações online sobre incorporadoras e empreendimentos para tomar a decisão de compra. Segundo o levantamento, que ouviu 1.050 entrevistados em 13 cidades brasileiras, apesar do crescimento na busca de informações pela internet, 80% ainda preferem visitar pessoalmente os estandes de vendas antes de comprar.

+ Conheça essas 3 alternativas para comprar seu imóvel sem pagar a entrada

“Em um cenário macroeconômico desafiador, é essencial que as empresas se adaptem a essas novas demandas, oferecendo não apenas produtos de alta qualidade, mas também condições comerciais atrativas e serviços que facilitem a jornada do consumidor. A estabilidade no emprego e condições favoráveis no mercado também são cruciais para que os consumidores se sintam confiantes em investir em imóveis”, analisa Luiz França, presidente da ABRAINC.

Publicidade

NEWSLETTER
IMÓVEIS

Inscreva-se e receba notícias atualizadas do mercado de imóveis

Notícias relacionadas

Imagem destacada

Como fazer crianças em crescimento caberem em espaços que não crescem?

6 minutos de leitura
Imagem destacada

IPC-Fipe sobe 0,05% na 3ª quadrissemana de agosto

0 minutos de leitura
Imagem destacada

Lançamentos de imóveis crescem 37% no trimestre

3 minutos de leitura
Imagem destacada

7 melhores bairros de SP para quem gosta de ficar próximo à natureza

4 minutos de leitura