A Caixa Econômica Federal (CEF) está oferecendo imóvel com possibilidade de financiamento de até 100% do valor. A oferta é destinada à venda de bens retomados pelo banco. Inicialmente, serão 6 mil imóveis colocados à disposição nessas condições que preveem uma taxa de 2,50% ao ano e correção pelo rendimento da poupança, hoje em cerca de 2,45% ao ano. 

Por regra do Banco Central, os bancos só financiam entre 80% e 90% do valor dos imóveis, com algumas exceções específicas. Também haverá carência de 6 meses para início do pagamento. A Caixa opta pelo Feirão Digital a fim de evitar burocracias dos tradicionais leilões encaminhados pela instituição regularmente. Será a primeira vez, no entanto, que a Caixa pratica financiamento de 100% do valor.

O 1º Feirão Digital Caixa da Casa Própria já começou e está sendo realizado de 25 de junho a 4 de julho de 2021. Mas é só a primeira rodada. Novos eventos devem trazer novamente a oportunidade do financiamento total, além de permitir redução das parcelas e até a pausa do financiamento imobiliário, em alguns casos.

O valor da prestação poderá ser reduzido em 25% por seis meses. O corte na parcela poderá ser de 25% a 74,99% por até 3 meses e, para tanto, será necessário apresentar autodeclaração de perda de renda. Para clientes em situação mais vulnerável, a redução poderá ser maior que 75% com comprovação da perda da renda e avaliação pela Caixa.


Também haverá a possibilidade de pausa no pagamento das prestações por até seis meses para beneficiários do auxílio emergencial ou para quem estiver recebendo seguro-desemprego. De acordo com o banco, haverá juros sob os valores não pagos durante a vigência da negociação, que serão incorporados ao saldo devedor do contrato e diluídos no prazo remanescente.

Durante o período do Feirão, serão ofertados mais de 180 mil imóveis novos, sendo seis mil da Caixa. Para verificar as condições e participar das negociações, confira as informações na plataforma do evento: http://www.caixa.gov.br/feirao