Indicadores Estadão Imóveis
FIPEZAP: 
0.43%
ICON: 
0.45%
IGP-M: 
-0.64%
INCC: 
0.51%
IPCA: 
1.14%
PMI: 
23.0%
IMÓVEIS

Buscando sugestões para:


Página inicial / Compra / Brasileiros podem comprar casa em Portugal?

Brasileiros podem comprar casa em Portugal?

Confira o que é preciso para adquirir um imóvel residencial no país europeu


Da Redação

10/12/2020 - 2 minutos de leitura


Um a cada quatro imigrantes em Portugal são brasileiros/ Foto: Getty Images
São Paulo sedia Urban Future:...

03/11/2021 20:00 até 03/11/2021 23:00


Assine nossa newsletter e receba por e-mail as principais notícias e dicas.
Fique tranquilo, não enviamos SPAM.

Um a cada quatro imigrantes em Portugal são brasileiros, que já somam mais de 150 mil, um salto de 43% de 2018 para 2019, de acordo com o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (o SEF). Mas nascidos no Brasil podem comprar um imóvel residencial na região lusitana?

A resposta é positiva, a aquisição é legal. Inclusive, os brasileiros já são os maiores compradores estrangeiros de propriedades em Lisboa e o segundo no país em geral.

Como comprar uma casa em Portugal?

Existem três opções: valor à vista; leilão internacional ou financiamento por um banco português. No primeiro processo, o sistema é simples, como em todo lugar, basta ter 90% do valor do imóvel, já que recebe desconto de 10%.

No segundo, é possível dar uma entrada de 15% e parcelar o restante em 12 vezes sem juros. Já na última opção, é necessário ter 30% de entrada e o restante é financiado em um prazo de 30 anos, com juros variando entre 1% e 2,5% ao ano.

Qual a documentação necessária?

Para realizar o procedimento de comprar uma casa no país europeu, é necessário providenciar a seguinte documentação:

  • NIF – número de contribuinte português, equivalente ao CPF no Brasil;
  • Passaporte;
  • Três contracheques ou recibos de pagamento mensal;
  • Imposto de renda dos últimos 3 anos;
  • Três meses de extratos bancários: conta corrente e poupança;
  • Contrato de trabalho, carteira de trabalho assinada com declaração de trabalho;
  • Declaração de idoneidade do Serasa/SPC;
  • Inscrição na Administração Fiscal Portuguesa: necessário para obter o Número de Identificação Fiscal (NIF);
  • Certidão do Registro Predial (certidão de teor): documento que confirma e legitima o proprietário e o comprador;
  • Caderneta Predial: determina a situação fiscal do imóvel;
  • Licença de Utilização: declaração que atesta a utilidade do bem que você pretende adquirir;
  • Ficha Técnica de Habitação: descreve as características técnicas e funcionais do patrimônio.

Vale ressaltar que é necessário ficar atento, pois existem documentos que são de obrigatoriedade do vendedor, já outros do comprador.

E como fica o visto?

Ao realizar a compra de um imóvel em Portugal, é possível que o brasileiro solicite o Golden Visa, que é o visto de investidor. Para isso, é necessário cumprir alguns requisitos, sendo:

  • Valor da propriedade igual ou acima de 500 mil euros;
  • Comprar um bem já construído com pelo menos 30 anos e com valor mínimo de 350 mil euros;
  • Imóveis localizados em área urbana com um valor de no mínimo 350 mil euros.

AVALIAR ESSE ARTIGO
Você precisa estar logado para comentar.
Faça o login


Notícias relacionadas