Notícias

Gestora vai captar R$ 150 mi para financiar incorporadoras de pequeno e médio porte

Cartesia Capital também vai ofertar crédito aos compradores de imóveis residenciais ou comerciais

Por: Circe Bonatelli, O Estado de S. Paulo 29/11/2022 1 minuto de leitura
cartesia-capital-construtoras
Portfólio da Cartesia contém atualmente 11 obras financiadas de sete incorporadoras Crédito: Helvio Romero/Estadão

Publicidade

A gestora de recursos Cartesia Capital está em conversas com agentes de mercado para lançar a captação de R$ 100 milhões a R$ 150 milhões no começo do ano que vem. O dinheiro será usado para financiar empreendimentos residenciais e comerciais, além de oferecer crédito aos compradores de imóveis.

O valor pode soar pequeno em comparação ao do crédito imobiliário concedido por bancos, que bateu em R$ 14,7 bilhões só no mês de outubro. Por outro lado, trata-se de um segmento que vem atraindo gestoras independentes. Essas casas identificaram a oportunidade de atender as incorporadoras de pequeno e médio porte com dificuldades para obter crédito nos bancos tradicionais por não terem balanços empresariais tão bem organizados quanto o exigido pelas instituições financeiras.

Cartesia tem projetos com demanda para R$ 250 mi em financiamentos

No caso da Cartesia Capital, a análise de risco se concentra no projeto que será alvo do financiamento: localização, tipologia, preço, público-alvo e estoques, entre outros fatores. O financiamento é cedido para as incorporadoras tocarem as obras, deixando o capital próprio livre para outras iniciativas, como a compra de terrenos (outro gargalo do setor).

A despeito do momento de incertezas da economia brasileira, a visão dos sócios da Cartesia Capital é que o ambiente ficará mais claro logo após a transação entre os governos, quando é esperada a volta do apetite de investidores. No momento, a gestora tem projetos na fila com demanda para R$ 250 milhões em financiamentos.

Publicidade

Gestora também está à frente de fundo de investimento imobiliário

A Cartesia foi fundada há dois anos pelos sócios Richard Sippli e Leonardo Rigobello, que fizeram carreira no mercado financeiro. O portfólio da casa abrange 11 obras financiadas de sete incorporadoras diferentes, em cidades como Fortaleza e Porto Alegre, com valor geral de vendas dos imóveis na ordem de R$ 1 bilhão. A gestora também está à frente do fundo de investimento imobiliário Cartesia Recebíveis (CACR11), com R$ 188 milhões de patrimônio líquido e cerca de 17 mil cotistas.

Esse texto foi publicado em:
https://www.estadao.com.br/economia/coluna-do-broad/gestora-vai-captar-r-150-mi-para-financiar-incorporadoras-de-pequeno-e-medio-porte/

NEWSLETTER
IMÓVEIS

Inscreva-se e receba notícias atualizadas do mercado de imóveis

Notícias relacionadas

Imagem destacada

Leilão de títulos da construção na zona Sul de SP pode movimentar R$ 348 mi

2 minutos de leitura
Imagem destacada

Brasileiros compram imóveis na Espanha de olho na valorização

3 minutos de leitura
Imagem destacada

Como ter um banheiro sustentável em casa sem gastar muito

2 minutos de leitura
Imagem destacada

O que esperar do mercado imobiliário de luxo em 2024?

3 minutos de leitura