Notícias

7 dicas para organizar a mudança residencial

Encaixotar e transportar ficam mais fácil quando você se planeja com antecedência

Por: Da redação 02/04/2019 2 minutos de leitura
Mulher jovem comemorando sua mudança no meio de caixas
Com organização e planejamento a sua mudança tem tudo para ocorrer sem problemas. Foto: iStock

Publicidade

Mudar de casa significa renovação. Só que o estresse com o momento pode impedir o morador de curtir essa fase. O processo de encaixotar, transportar e depois arrumar tudo fica mais tranquilo com organização e planejamento. Quem dá o caminho para que a mudança residencial ocorra da melhor maneira é a arquiteta e diretora do SPARQ Arquitetura em Saúde, Brunaliza Almeida Firmino.

1.Faça uma limpeza

Aproveite a mudança residencial para vistoriar os armários e prateleiras e separar objetos que você não usa há anos dos itens importantes e que vão para a nova casa ou apartamento. O que não interessa mais pode ser doado ou vendido.

2. Embale o quanto antes

Publicidade

Você pode conseguir as caixas em supermercados. Pelo menos 15 dias antes da data da mudança, comece a embalar tudo. Inicie pelos itens que são menos usados e não farão falta nas próximas semanas. Escreva em cada caixa o nome do cômodo ao qual o conteúdo pertence.

3. Cuidado com roupas e eletrodomésticos

As roupas podem sujar se colocadas direto nas caixas de supermercados, por isso, embale-as em sacos plásticos antes. Isso vale também para as roupas de cama e mesa. Já os eletrodomésticos precisam ser embalados em plástico bolha sem as partes removíveis. Preencha os espaços dentro das caixas com jornal ou outro papel para que os itens não se movimentem durante o transporte.


4. Liste os seus pertences

Publicidade

Faça uma lista de controle de tudo o que foi para cada caixa montada. Quando chegar à casa nova, você poderá conferir se os seus pertences estão lá e se nada ficou pelo caminho.

5. Monte uma caixa de sobrevivência

Coloque em uma caixa todos os itens que você precisará no primeiro dia de casa nova. Exemplo: travesseiro, lençol, pijama, toalha, uma troca de roupa, produtos de higiene, comidas que dispensam o cozimento e água. Acredite, o cansaço costuma ser tão grande neste dia, que será um alívio não ter que abrir várias caixas para encontrar o necessário para passar a primeira noite.

6. Leve as caixas aos poucos

Publicidade

Aproveite as idas à nova residência e leve alguns itens por vez. Dessa forma, você gastará menos com a mudança, já que precisará contratar um caminhão apenas para os objetos grandes, como geladeira, fogão, forno e máquina de lavar roupa.

7. Avise sobre a mudança de endereço

Comunique a empresa de TV a cabo, internet, telefonia, banco, entre outras, sobre a mudança residencial. Sem atualizar esse cadastro as suas correspondências chegarão ao endereço antigo e você pode ter lidar com transtornos, como o de não receber uma conta e, por isso, atrasar o pagamento.

NEWSLETTER
IMÓVEIS

Inscreva-se e receba notícias atualizadas do mercado de imóveis

Notícias relacionadas

Imagem destacada

O que você precisa saber antes de comprar um imóvel em leilão

7 minutos de leitura
Imagem destacada

'Nova política fez financiamento no Nordeste crescer 20% no 1º semestre', diz secretário

6 minutos de leitura
Imagem destacada

Índice de reajuste do aluguel, IGP-M varia 0,60% em junho

2 minutos de leitura
Imagem destacada

Com as contas atrasadas? Saiba se o seu imóvel pode ir à leilão

3 minutos de leitura