Minha Casa Minha Vida & Programas Habitacionais

Caixa aumenta faixa de renda e reduz juros no programa Casa Verde e Amarela

Com as mudanças, teto de renda para aderir ao programa passou de R$ 7.000 para R$ 8.000

Por: Matheus Piovesana, O Estado de S. Paulo 22/07/2022 1 minuto de leitura
baoc-caixa-economica-baixa-taxa-de-juros
Caixa Econômica Federal atualizou condições de aquisição de imóveis das linhas FGTS Habitação Popular e Pró-cotista; governo atendeu ao pleito de empresários do setor de construção/ Crédito: Zeca Wittner/Estadão

Publicidade

A Caixa Econômica Federal atualizou as condições de aquisição de imóveis através das linhas FGTS Habitação Popular e Pró-cotista. O banco público atualizou as faixas de renda enquadradas no programa que utiliza recursos do FGTS, e reduziu as taxas de juros do pró-cotista. A pró-cotista é a linha do Casa Verde e Amarela destinada ao financiamento de imóveis de médio e alto padrão, e a mudança nas taxas é vista pelo setor como importante para evitar uma aceleração nos distratos, diante da alta dos juros.

As medidas foram tomadas após mudanças feitas pelo governo e antecipadas pelo Estadão/Broadcast em junho. A reportagem mostrou que o Planalto atendeu ao pleito de empresários do setor de construção que, diante da disparada dos custos de produção do setor, vinham declinando a contratação de novos projetos.

No FGTS, a Caixa ampliou as faixas de renda enquadradas no programa, de modo que o teto de renda familiar mensal subiu de R$ 7.000 para R$ 8.000. Com isso, mais famílias passam a ter acesso às condições mais favoráveis de financiamento do programa, com taxas de juros anuais entre 4,25% e 7,16%, abaixo das praticadas em linhas de mercado.

Na linha pró-cotista, o banco reduziu as taxas de juros para contratações até 31 de dezembro deste ano. Houve queda de 1 ponto porcentual, e as taxas partem de TR + 7,66% ao ano para imóveis com valores até R$ 350 mil.

Publicidade

Para imóveis com valores acima de R$ 350 mil, até o teto do Sistema Financeiro Habitacional, de R$ 1,5 milhão, a taxa também caiu, e passa a ser de TR + 8,16% a.a.. Além disso, a cota de financiamento na linha pró-cotista foi ampliada para até 80% do valor de avaliação do imóvel, de acordo com a Caixa.

Esta nota foi originalmente publicada em:
https://www.estadao.com.br/economia/caixa-aumenta-renda-reduz-juros-casa-verde-amarela-npre/ 

NEWSLETTER
IMÓVEIS

Inscreva-se e receba notícias atualizadas do mercado de imóveis

Notícias relacionadas

Imagem destacada

Mercado imobiliário segue aquecido em Salvador

2 minutos de leitura
Imagem destacada

FII ou Imóveis físicos: o que é mais rentável?

3 minutos de leitura
Imagem destacada

Cyrela cria gestora para investir além da incorporação residencial

2 minutos de leitura
Imagem destacada

Cristiano Ronaldo expande ‘império’ com novo empreendimento de luxo

1 minuto de leitura