Localizado no limite da zona sul com a zona oeste, o Brooklin é um bairro que não só tem dois perfis muito distintos entre si, como cada um deles está sob administração de uma subprefeitura diferente. 

A região do Brooklin Velho (que abrange Vila Cordeiro e Vila Gertrudes), tem ruas pacatas com predominância de casas residenciais e muitas árvores: faz parte do distrito de Campo Belo, na subprefeitura de Santo Amaro.

Já o Brooklin Novo (que pode ser também chamado de Cidade Monções) tem outra cara: prédios enormes e espelhados se enfileiram principalmente nas margens da avenida Engenheiro Luís Carlos Berrini. Escritórios comerciais, hotéis de luxo, shopping centers, bares e restaurantes dão vida ao bairro, que integra o distrito do Itaim Bibi, subprefeitura de Pinheiros.

História
À margem leste do rio Pinheiros, até meados do século passado, a região era uma grande várzea pantanosa ocupada por chácaras – cruzada pela linha do bonde de São Paulo, cuja estação mais próxima ganhou o nome de Brooklyn Paulista. Em 1975, para fugir dos preços altos das avenidas Paulista e Faria Lima, os arquitetos Carlos Bratke, Roberto Bratke e Francisco Collet iniciaram a construção de um novo polo administrativo, que culminaria no projeto urbanístico da Berrini.

Mobilidade
O Brooklin é um bairro muito bem abastecido pela malha de grandes avenidas em São Paulo. Além da já citada Berrini (que segue, sentido Santo Amaro, como Chucri Zaidan e Cecília Lottenberg), é servido pela Marginal Pinheiros e pelas avenidas dos Bandeirantes (que leva ao Aeroporto de Congonhas e ao litoral), Roberto Marinho, Vicente Rao e Santo Amaro, além da Ponte Estaiada Octávio Frias de Oliveira, um cartão-postal da cidade.

Na avenida Vicente Rao, acompanham os carros de passeio o Corredor Metropolitano ABD, que liga o Shopping Morumbi até os terminais Jabaquara, Diadema, São Bernardo, Santo André e São Mateus.

A oferta de transporte público contempla também duas estações da linha 9-Esmeralda da CPTM (Morumbi e Berrini), que faz conexão com a linha 4-Amarela do metrô em Pinheiros, e duas estações da linha 5-Lilás do metrô (Brooklin e Campo Belo), que conecta às linhas 1-Azul e 2-Verde. O governo do Estado de São Paulo ainda tem como meta entregar, até o fim de 2022, a Linha 17-Ouro da CPMT, de mais de 7 km que ligará o Aeroporto de Congonhas à estação Morumbi.

O que fazer?
O Brooklin tem uma das maiores concentrações de shopping centers por quilômetro quadrado de São Paulo. O maior e mais simbólico é o Morumbi, localizado lado a lado ao Market Place. Nas proximidades estão o Parque da Cidade, o D&D, o Vila Olímpia e o JK Iguatemi.

O bairro é igualmente bem equipado em relação à rede hoteleira – sobretudo no segmento de luxo. É o caso do Hilton São Paulo Morumbi, do Grand Hyatt São Paulo, do Sheraton São Paulo WTC e do Grand Estanplaza Berrini. Eles têm serviços abertos a não-hóspedes, como spas e restaurantes.

Na gastronomia, a gama de opções tem casas de comida italiana, como o Vicolo Nostro, de comida portuguesa, como o Portucho e a Quinta do Olivardo, de comida mexicana, caso do Mexicaníssimo, e bares de alto nível como o Bar do Juarez e os temáticos Quintana e Veríssimo.

Quem prefere passeio ao ar livre pode aproveitar as áreas verdes do Parque Severo Gomes e do Parque do Cordeiro. Ou, uma vez ao ano, curtir as tradicionais festas típica da colônia alemã: Brooklinfest (em outubro) e Maifest (em maio).

Educação e Saúde
O bairro concentra algumas das escolas mais premiadas da cidade, como o Colégio Vértice, a Escola Bilíngue Aubrick, o Colégio Stockler e a Senses Montessori School. Também estão no Brooklin uma unidade da Universidade Anhembi Morumbi e uma unidade do Polo Presencial EAD do Mackenzie.

Os moradores contam ainda com hospitais de referência nas proximidades: no Itaim, o Santa Paula e o São Luís Itaim; no Morumbi, o Albert Einstein; e próximo à sede da TV Globo, o Premier.

Preço
De acordo com a Pesquisa de Mercado da Capital do Conselho Regional de Corretores de Imóveis (Creci-SP), publicada com os dados de agosto de 2021, o valor do metro quadrado no Brooklin para compra está a partir de R$ 7.972,30 (imóveis usados). O metro quadrado do aluguel de apartamentos está a partir de R$ 32,18.