Voltar
IMÓVEIS

Buscando sugestões para:


Página inicial / Guia de Bairros / Artur Alvim: um bairro impulsionado pela mobilidade

Artur Alvim: um bairro impulsionado pela mobilidade

Distrito da zona leste ganha nova vida depois da construção da ferrovia Central do Brasil, em 1921, e da chegada do metrô, em 1987


Da Redação

14/08/2020 - 4 minutos de leitura


Foi a partir da inauguração da estação que uma pequena vila se formou por ali/ Foto: Getty Images

Artur Alvim é um distrito que integra a subprefeitura da Penha, situado na zona leste de São Paulo. Seu nome é uma homenagem ao engenheiro ferroviário homônimo, um dos mais prestigiados da extinta companhia Central do Brasil. Em 1921, ele idealizou e projetou a construção do Ramal de São Paulo da Estrada de Ferro.

Leia mais:
Comprar um imóvel: 6 dicas que você precisa saber
O quebra-cabeça urbano das várias Lapas paulistanas
Lapa: contraste entre tranquilidade e agito do comércio de rua

A ferrovia, inaugurada em 19 de agosto daquele ano, cruzava o bairro e foi decisiva para que fosse erguida a primeira escola municipal da região. Antes da passagem da linha férrea, Artur Alvim era um amontoado de chácaras e se chamava Santa Teresa. Foi a partir da inauguração da estação que uma pequena vila se formou por ali.

Em 1978 foi inaugurada a Cohab I, um conjunto habitacional formado por prédios e residências, onde moram aproximadamente 50 mil pessoas, além de ser comunidade natal do famoso rapper Rincon Sapiência.

O bairro recebeu pouquíssimo investimento em infraestrutura durante décadas. Isso até 1987, quando a Linha 3-Vermelha do Metrô chegou à região e se inaugurou a Estação Artur Alvim. O cenário mudou bastante em pouco mais de 30 anos. Uma ampla gama de comércios se instalou por lá. Hoje, trata-se de um bairro residencial em franco desenvolvimento econômico e humano – seu IDH pontua 0,833, equivalente a Chile, Portugal e Hungria.

Preço

De acordo com a Pesquisa de Mercado da Capital do Conselho Regional de Corretores de Imóveis (Creci-SP), o preço médio por metro quadrado (m²) no bairro de Artur Alvim é de R$ 5.042,93 na compra. Já o valor médio do aluguel de casas com um dormitório é de R$ 1.176,67 e de apartamento é de R$ 1.019,23.

Mobilidade

O território é atendido pela Linha 3-Vermelha do Metrô de São Paulo, com a Estação Artur Alvim. Além disso, a Radial Leste, uma das mais importantes vias da cidade, passa pela região, segue em direção ao Centro e se conecta também ao corredor norte-sul.

Educação

O bairro acomoda muitas opções de ensino público, caso das escolas estaduais Oswaldo Aranha B de Mello e Professora Luiza de Queiroz e Oliveira, e da ETEC Itaquera II. No Ensino Superior, a região também conta com a Fatec Itaquera e com a Universidade Paulista Interativa (Unip) polo Arthur Alvim.

Assine nossa newsletter e receba por e-mail as principais notícias e dicas.
Fique tranquilo, não enviamos SPAM.
Quero me cadastrar para receber informações relevantes por e-mail. Fique tranquilo, não fazemos SPAM.

Saúde

O bairro abriga o Hospital Maternidade Doutor Décio Kato, o Hospital Municipal Doutor Alexandre Zaio, a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 26 de agosto e a Atenção Primária à Saúde (APS) Santa Marcelina.

Lazer

Um dos principais atrativos da região é a Arena Corinthians, que pode ser acessada pelas estações de metrô Artur Alvim ou Itaquera. O estádio foi inaugurado para a Copa do Mundo de 2014 e desde então é a casa oficial do clube. Atualmente, o templo sagrado dos corintianos está aberto para visitação. No passeio, que pode ser agendado pelo site, o visitante tem acesso a áreas exclusivas e conhece de perto as modernas instalações. O gramado também já foi palco do maior casamento comunitário da zona leste, oficializando a união de 400 casais.

O complexo esportivo também tem o Museu do Povo, reservado para contar a história do clube através da ótica do torcedor. O acervo é composto por objetos disponibilizados pelos próprios torcedores que poderão ter suas memórias expostas por tempo limitado. O espaço está aberto para visitação em dias de jogos e também faz parte do tour pela arena. As exposições são temporárias e estão em constante mudança.

O bairro também abriga o Espaço Cultural Mário Zan, composto de salas para ensaio de oficinas, eventos, saraus, encontros artísticos, palestras e debates, e a Biblioteca José Paulo Paes, que conta com um acervo de 34 mil livros.

Opções de áreas verdes também não faltam. Destaque para a Praça 8 de Outubro e o Parque Linear Tiquatira, que oferece 320 mil metros quadrados de área livre, pistas de skate, bicicleta, corrida e parquinho. Quem curte esportes pode procurar as atividades do Clube Esportivo da Penha, do Clube de Bocha Primeiro de Outubro e do Sesc Itaquera, que é conhecido por seu parque aquático repleto de toboáguas – que costumam ficar lotados nos dias de calor. Além das piscinas, o local tem programação para todas as idades: esportes, shows, intervenções artísticas, cursos e muito mais. Muitas atividades são gratuitas ou cobram preços módicos.

Já para quem gosta de bater perna e fazer compras, o Shopping Metrô Itaquera conta com 300 lojas, além de supermercado, academia, cinema, duas praças de alimentação e há ainda uma unidade do Poupatempo.

Gastronomia

A região tem uma variedade de opções, como os pratos típicos do Rio Grande do Sul no Restaurante do Gaúcho – Miramiss (Rua Maciel Monteiro, 543), o cardápio de porções e petiscos do Oca Bar (Avenida Doutor Pereira Vergueiro, 364) e o menu de lanches do Best Burger (Rua Peixoto Werneck, 426).

AVALIAR ESSE ARTIGO
Você precisa estar logado para comentar.
Faça o login


Notícias relacionadas