Voltar
IMÓVEIS

Buscando sugestões para:


Decoração, reforma e construção

Página inicial / Decoração, reforma e construção / Improvisando no home office? Veja 5 dicas para um escritório remoto perfeito

Improvisando no home office? Veja 5 dicas para um escritório remoto perfeito

Ninguém esperava uma pandemia mundial, mas o isolamento prolongado exige um arranjo mais consistente. Descubra como melhorar o ambiente e aumentar o foco no trabalho


Da Redação

Há 2 dias - 4 minutos de leitura


É possível reformar o cantinho do trabalho só com medidas simples e econômicas/ Crédito: Getty Images
Zukerman leiloa 280 imóveis n...

21/06/2021 16:00 até 22/06/2021 03:00


Segundo dados da Pnad Covid, pesquisa elaborada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), há 7,9 milhões de brasileiros trabalhando em modelo de home office, exigindo espaço para que as atividades possam ser executadas dentro do lar. O que antes precisava ser apenas um espaço de convívio e recepção passou a ter que funcionar também como escritório para os adultos e escola para milhares de crianças e adolescentes. No começo, sem previsão de quando as empresas retomariam as atividades presenciais, o jeitinho brasileiro ajudou na economia, gerando um abuso do improviso.


Pilhas de livros serviram de apoiador de mesa, o sofá virou cadeira de escritório e a mesa de jantar foi o lugar escolhido para reuniões e aulas. Segundo a VP de Empréstimo com Garantia de Imóvel da Creditas, Maria Teresa Fornea, após mais de um ano de pandemia, sem previsão da retomada das atividades nos escritórios e com tantas empresas prevendo a implementação do sistema híbrido – um pouco em casa, um pouco no escritório – as pessoas estão cada vez mais investindo em criar espaços funcionais e confortáveis para o trabalho remoto.

“Desde o ano passado, notamos que as pessoas têm procurado nosso empréstimo para viabilizar as reformas necessárias a fim de adaptar o home office ao ambiente em que vivem. Sem previsão de volta aos escritórios e desejando um lugar confortável e funcional, o brasileiro passou a investir na reforma”, afirma Fornea. No levantamento realizado pela Creditas ao final de 2020, a reforma domiciliar se tornou o terceiro maior motivo (13%) para que os brasileiros solicitassem crédito com garantia de imóvel, ficando atrás apenas de pagamento de dívidas (34%) e investimento no próprio negócio (17%).

Ainda de acordo com o estudo, a principal motivação para a realização de obras dentro de casa é para a execução de melhorias de moradia (84,38%). Foi pensando nisso que a arquiteta Patricia Pomerantzeff, criadora da DOMA Arquitetura, se uniu à fintech para preparar um material completo de dicas que priorizam, além do espaço e estética, a saúde das pessoas – observando itens como postura, iluminação e acústica. Confira algumas sugestões:

Um cômodo, duas funções

Boa parte dos quartos já está pronto para receber um escritório. Isto ocorre porque esses espaços costumam ser áreas tranquilas, com boa iluminação e ao menos uma porta — item indispensável para evitar ruídos e possíveis constrangimentos envolvendo outros membros da família durante uma reunião online. O que você terá de fazer é adaptar um canto para mais objetos: cadeira, mesa, computador entre outros itens básicos, de acordo com seu bolso e espaço disponível.

Cadeira

Não subestime a importância de um assento firme que segure a postura no lugar por horas a fio durante vários dias por semana. A cadeira precisa ser confortável e ergonômica para evitar problemas nas costas, dores e outras complicações em sua saúde. Na hora de escolher a sua, além do preço e da qualidade do material usado, observe a descrição sobre o tamanho da cadeira, se possui formas de regular os encostos dos braços e costas e se a profundidade é compatível com a sua altura.

Assine nossa newsletter e receba por e-mail as principais notícias e dicas.
Fique tranquilo, não enviamos SPAM.
Quero me cadastrar para receber informações relevantes por e-mail. Fique tranquilo, não fazemos SPAM.

Mesa

Pode não parecer, mas nem toda mesa é indicada para o uso do trabalho em escritório. A altura, a posição e a área disponível para a circulação das pernas e pés podem interferir na saúde e as medidas não são iguais para todas as pessoas. É importante ter uma área disponível para as pernas ficarem dobradas e apoiadas no chão confortavelmente, sem correr o risco de bater em um gaveteiro, por exemplo.

Além disso, o ideal é que a mesa contenha poucos objetos.

Iluminação

Garantir uma boa luz durante o expediente é indispensável para a saúde. Isso evita problemas de visão e cansaço mental no fim do dia, além de permitir uma apresentação mais profissional nas videochamadas. Posicione sua mesa de trabalho virada para a janela, varandas ou outros focos de luz natural. Mas cuidado para não errar no ponto! Espaços com luz forte e incisiva podem ter o efeito contrário! Nesse caso, escolha cortinas e persianas para equilibrar a luminosidade.

Acústica

Caminhão do gás, vizinhos arrastando móveis, barulho de obras no prédio, buzinas dos carros lá fora… Os ruídos que antes não impactavam tanto seu dia agora podem atrapalhar sua criatividade e foco no trabalho. Por isso, é importante dar atenção especial para a acústica do escritório. Escolha um cômodo silencioso, que permita o isolamento das demandas domésticas. E aposte em alguns itens de decoração que podem amortecer o som do ambiente, como cortinhas, tapetes… e que tal um quadro de avisos de cortiça? Além de ajudar na organização das tarefas da semana, abafa os ruídos externos!

Para mais dicas como esta, acesse o material completo clicando aqui.

AVALIAR ESSE ARTIGO
Você precisa estar logado para comentar.
Faça o login


Notícias relacionadas