Decoração, reforma e construção

Construtoras apresentam “espaço youtuber” como diferencial em empreendimentos

Para atender demandas da nova geração, edifícios são projetados com áreas exclusivas para produção de conteúdo

Por:Breno Damascena 27/11/2023 3 minutos de leitura
espaco-youtuber
Especialista afirma que comodidade reflete uma demanda atual e apenas com o tempo será possível avaliar se tendência se consolidará/ Crédito: Divulgação/Plano&Plano

Publicidade

A máxima “quem não é visto não é lembrado” direciona profissionais de diversos setores à produção de conteúdo digital. São publicações de autopromoção em redes sociais, cortes de podcast e canais de youtube para tentar engajar amigos e potenciais clientes. Não é de hoje que o mercado imobiliário observa este filão e agora diversas incorporadoras investem em “espaço youtuber” com a perspectiva de atrair este público.

De maneira geral, o espaço youtuber é uma área construída em uma sala na área comum do condomínio. Neste cômodo, o morador encontra equipamentos de filmagem, um cenário decorado e a iluminação adequada para gravações. Tal qual acontece com outras áreas comuns do prédio, como a churrasqueira e a sala de spa, é preciso reservar um horário para poder utilizá-lo. 

Para Léo Mack, COO e cofundador da uCondo, startup especializada na gestão de condomínios, o espaço youtuber é uma comodidade que reflete o momento da sociedade. “Nos últimos três anos vimos, por exemplo, aumentar condomínios com espaços como coworkings”, compara. “O empreendimento que tem esse diferencial acaba atraindo quem trabalha ou quer trabalhar nesse ramo”, diz.

De olho nesta tendência, a Vinx Construtora está desenvolvendo um empreendimento em um terreno de 4 mil m² na Vila Tolstói, na zona leste de São Paulo. O projeto, que abrigará 536 unidades, é voltado para o segmento econômico e contará com mais de 20 itens de lazer, incluindo quadras recreativas, espaço beer, salão de jogos, pet place e um espaço youtuber.

Publicidade

“A sala foi projetada pensando na nova geração e nessa nova profissão que vem crescendo – a de criação de conteúdo, ou até mesmo nos jovens que utilizam as plataformas digitais como hobby”, justifica Guilherme Yogolare, CEO da Vinx. “Muitas vezes, esses profissionais, principalmente os que estão no início da carreira, não possuem espaços adequados para isso”, acrescenta. 

Com investimento de R$ 30 mil, o espaço youtuber terá aproximadamente 35 m². “Criamos um local com boa iluminação e ‘fundos instagramáveis’. Focamos em uma parede com banco embutido e neon, um espelho de corpo inteiro com led e uma ring light com fundo fotográfico. Além de poltronas, puffs, uma cadeira de balanço fixa no teto e um espaço com cortina que pode ser utilizado como trocador/provador ou cabine de fotos”, descreve o executivo.

Vinx Construtora investiu R$ 30 mil na construção de espaço youtuber em empreendimento na Vila Tolstói, na zona leste de São Paulo  / Crédito: Divulgação/ Vinx Construtora

Um estudo realizado pela Nielsen mostra que no Brasil existem 500 mil influenciadores com pelo menos 10 mil seguidores em plataformas digitais. O montante é maior do que o número de engenheiros civis, dentistas e arquitetos. Não à toa, a perspectiva de incorporadoras é que o espaço youtuber seja tão relevante quanto outras áreas comuns, como o salão de festas, em empreendimentos residenciais.

“Temos um time de inteligência de mercado que busca entender as necessidades e desejos dos nossos clientes. Foi assim que identificamos a oportunidade de criar um espaço destinado à produção de conteúdos e realização de lives”, indica Renée Silveira, diretora de Incorporação da Plano&Plano. “É uma novidade que fala diretamente com esse público jovem que vem buscando ter sua casa própria e isso será mais um diferencial dos nossos produtos”, adiciona.

Publicidade

Executivo da Plano&Plano antecipa que próximos lançamentos da companhia vão contar com espaço youtuber/ Crédito: Divulgação/Plano&Plano

O primeiro empreendimento da incorporadora que receberá o espaço youtuber é o Sphera Panamby, localizado em uma área de 24 mil m² próxima à estação de metrô Giovanni Gronchi e com unidades de unidades com 2 e 3 dormitórios. “É o primeiro, mas os nossos próximos lançamentos já incluirão esta área também”, antecipa Silveira.

Léo Mack, porém, afirma que este é um momento de testes e cautela. “Somente com o tempo saberemos se os espaços youtube vão se consolidar. As empresas avaliam seus próprios empreendimentos para criar novos, a partir do comportamento dos moradores”, avalia.

NEWSLETTER
IMÓVEIS

Inscreva-se e receba notícias atualizadas do mercado de imóveis

Notícias relacionadas

Imagem destacada

Startup imobiliária Tabas levanta US$ 14 milhões e aposta na ‘estadia flexível’

2 minutos de leitura
Imagem destacada

Decreto classifica construção civil e atividades industriais como essenciais

2 minutos de leitura
Imagem destacada

Chicago, onde a arquitetura se confunde com a história da cidade

11 minutos de leitura
Imagem destacada

Com Selic a 13,75%, vale a pena investir em imóveis?

2 minutos de leitura