Voltar
IMÓVEIS

Buscando sugestões para:


Página inicial / Compra / Pró-cotista: o que é e como funciona

Pró-cotista: o que é e como funciona

Conheça mais sobre a linha de crédito que ajuda a realizar o sonho de comprar um imóvel

  • (5.0)

Da redação

28/03/2019 - 1 minuto de leitura


chaves da casa própria
A linha pró-cotista é uma opção para quem não se enquadra nas exigências do programa Minha Casa Minha Vida. Foto: iStock

“A casa se transformou numa testemunha bem informada. Ela proporciona não apenas refúgio físico, mas também psicológico. Tem sido uma guardiã da identidade.” É assim que o filósofo suíço-britânico Alain de Botton descreve a relação tão profunda entre o ambiente em que vivemos, nossa personalidade e até nossa saúde mental. Não à toa ele dedicou um livro inteiro, “A arquitetura da felicidade” (2007, Editora Rocco), a investigar o tema.

Em circunstâncias normais, o local de residência já é o refúgio dos problemas, do estresse, do trabalho intenso. Em um contexto de pandemia, no qual precisamos ficar o máximo de tempo possível reclusos, estabelecer um ambiente adequado à personalidade é ainda mais determinante para garantir bem estar.

“Em tempos como este, o que mais vemos são nossas paredes, nossos móveis e os objetos que compõe nossa casa. É o momento que estamos dando conta do que realmente temos dentro do nosso lar”, reflete Gabriela Höhne, designer de interiores especializada em mobiliário. “A decoração influencia diretamente sua produtividade e felicidade. Tê-la alinhada com sua personalidade, memórias e estilo faz com que você se sinta parte daquele lugar.”

Alinhar sua personalidade à decoração de sua casa pode exigir grandes reformas ou toques simples: mudar o estilo da iluminação, trocar um móvel só, montar enfeites com plantas e flores ou repaginar o acervo de quadros, pôsteres e fotografias.

Faça o teste a seguir para saber qual estilo combina mais com você.

TESTE: Qual é o tipo de decoração ideal para você?


Pró-cotista é uma linha de financiamento habitacional destinada aos trabalhadores titulares de contas vinculadas ao Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Em 2019, o Conselho Curador do FGTS aprovou
R$ 4,25 bilhões para serem destinados às linhas de crédito pró-cotista.

O valor aprovado é 15% menor do que os R$ 5 bilhões disponibilizados para o programa, em 2018. Porém, a linha de crédito continua sendo uma opção para quem não se enquadra nas exigências do programa Minha Casa Minha Vida (MCMV). Os juros variam de 8,76% a 9,01% ao ano.

Requisitos para entrar na linha de crédito

A linha pró-cotista é só para trabalhadores com pelo menos três anos de contribuição no FGTS. Para ser beneficiado, é preciso estar trabalhando e contribuindo ou ter saldo na conta do fundo equivalente a, no mínimo, 10% do valor do imóvel.

Diferentemente do MCMV, no pró-cotista não há limite de renda para conseguir a linha de crédito. Contudo, é necessário que o valor da mensalidade do financiamento comprometa no máximo 30% de toda a renda mensal bruta da família.

O imóvel a ser comprado deve estar registrado no Cartório de Registro de Imóveis competente e ser destinado ao uso residencial do comprador, em área urbana. A pessoa não pode ser proprietária de outro imóvel residencial onde trabalha ou mora, nem ter financiamento no Sistema Financeiro de Habitação (SFH).

Assine nossa newsletter e receba por e-mail as principais notícias e dicas.
Fique tranquilo, não enviamos SPAM.
Quero me cadastrar para receber informações relevantes por e-mail. Fique tranquilo, não fazemos SPAM.

Valor do imóvel no financiamento pró-cotista

Atualmente, a linha oferecida tanto pela Caixa quanto pelo Banco do Brasil permite custear imóveis novos ou usados de até R$ 1,5 milhão. O valor é acima do limite de R$ 950 mil permitido, anteriormente, pelo BB para propriedades no Rio de Janeiro, Minas Gerais, São Paulo e Distrito Federal, e de R$ 800 mil nos demais estados.

O limite para financiar varia de acordo com o banco, mas pode chegar a 80% do valor do imóvel novo ou usado. O prazo para a quitação dos débitos é de até 30 anos.

Documentos necessários

Atendendo aos requisitos e condições que o programa pró-cotista exige, serão necessários apresentar os seguintes documentos: carteira de trabalho, extrato atualizado do FGTS e Declaração do IRPF com recibo de entrega ou Declaração de Isento do IRPF.

AVALIAR ESSE ARTIGO
Você precisa estar logado para comentar.
Faça o login

  • Antônio Carlos Malafaia Ferreira
    08/09/2020

    Conteúdo relevante. Muito bom!

  • Paulo Ortiz
    20/09/2020

    Esta linha que era pra ser um benefício ao trabalhador que atende os pré-requisitos, hoje está funcionando como um verdadeiro malefício para quem contratou essa linha de financiamento, uma vez que a taxa está congelada em cerca de 9% ao ano, enquanto já há hoje outros bancos operando com taxa de cerca de 5,4% ao ano, e não permite a portabilidade para outros bancos – que não a Caixa e o BB – e outros tipos de financiamentos.
    Seria muito bacana ver uma matéria sobre esse aspecto dessa linha de financiamento.


  • Notícias relacionadas