A pandemia do novo coronavírus atinge diversos setores da economia mundial e não seria diferente com o imobiliário. Já que a determinação das autoridades é para que todos evitem sair de casa, como vender e alugar imóveis neste período? Sem uma solução definitiva, empresas têm buscado saltar essa barreira, adotando novas práticas ou reforçando antigas. Em geral, todas focam em recursos digitais.

Leia mais:
Minha Casa Minha Vida salva venda de imóveis durante a pandemia
Como fazer crianças em crescimento caberem em espaços que não crescem?
Cuidados antes de assinar o contrato de locação pela internet

A MRV, que lançou em janeiro uma plataforma de venda 100% digital para um empreendimento em Contagem (MG), expandiu algumas das etapas desse processo para todos os seus empreendimentos. Assim, os clientes poderão fazer o envio de documentação, análise de crédito e assinatura eletrônica do contrato de forma digital e simplificada, sem precisar ir até os estandes de venda. Além disso, a plataforma conta com tour virtual, fotos, plantas e as informações sobre as unidades.

Para os clientes que iniciaram o processo de compra antes da pandemia e da restrição de circulação pelo País e enfrenta dificuldade de enviar os documentos digitalmente, a incorporadora se propõe a buscar a documentação. A Vitacon, que fechou seus estandes de venda até segunda ordem das autoridades, irá fazer o primeiro lançamento digital da história da incorporadora, entre março e maio, de mais de mil unidades habitacionais em São Paulo.

Na ausência dos estandes, a alternativa é reforçar tours virtuais no site, para que os potenciais clientes possam navegar pelo projeto decorado dos apartamentos. Com os colaboradores da empresa em jornada de home office, cerca de 150 corretores estarão de plantão pelo site da Vitacon (via e-mail) e pelo celular.

Assine nossa newsletter e receba por e-mail as principais notícias e dicas.
Fique tranquilo, não enviamos SPAM.
Quero me cadastrar para receber informações relevantes por e-mail. Fique tranquilo, não fazemos SPAM.

A Mitre Realty, que ainda mantém quatro estandes operando em São Paulo, prevê o seu primeiro lançamento do ano ainda para este mês, do empreendimento Raízes Freguesia do Ó, na zona norte. Para evitar aglomerações, a empresa diz apostar no agendamento de visitas e no ambiente digital.

“Tanto para clientes investidores quanto para os que buscam um empreendimento para morar, nosso foco passará a ser maior ainda no atendimento 100% digital. Em cada empreendimento Mitre Realty é possível visitar virtualmente plantas, fachadas, áreas comuns e até assinar o contrato digital”, conta Henrique Moreno, diretor comercial da Mitre.

Confira o conteúdo na íntegra em https://economia.estadao.com.br/blogs/radar-imobiliario/empresas-apostam-no-digital-para-salvar-venda-de-imoveis-com-coronavirus/