Compra

7.795 unidades residenciais foram lançadas em São Paulo durante setembro

Estudo mostra que imóveis fazem parte dos 35 empreendimentos inaugurados na cidade

Por:Breno Damascena 02/12/2022 2 minutos de leitura
faria-lima-mercado-imobiliario
O preço médio do metro quadrado residencial fechou setembro em R$ 12.976/ Crédito: Getty Images

Publicidade

Setembro é o segundo mês com maior número de lançamentos de 2022. Durante o período, foram lançados 35 empreendimentos, somando 7.795 unidades residenciais. A maior parte dos imóveis possui 2 dormitórios (4.917). Logo atrás vem as unidades com apenas um dormitório (1.885), seguidas por unidades com três dormitórios (941) e quatro ou mais dormitórios (52). 

De acordo com o mapeamento realizado pela Brain Inteligência Estratégia, o mês se destaca por ter o segundo melhor desempenho do ano, atrás apenas de junho, quando 8.347 unidades foram lançadas em 41 empreendimentos. O número representa aumento de 6% em relação a agosto, mas uma queda de 13% em relação ao mesmo período do ano passado. 

Para Fábio Tadeu Araújo, CEO na Brain Inteligência Estratégica, esse decréscimo está ligado ao bom momento do mercado imobiliário em 2021. “Foi um ano de aquecimento impulsionado pela pandemia”, resume. “Além das incertezas econômicas e político-eleitorais, 2022 registra essa queda pela comparação com o momento de maior número de lançamentos da história do mercado imobiliário”, justifica. 

A maior parte das unidades lançadas durante setembro se encaixam na categoria de padrão econômico, com 3.453 unidades. As outras categorias são especial (1.543), padrão médio (1.327), standard (774), alto padrão (588), padrão de luxo (68) e super luxo (42). 

Publicidade

Imóveis à venda

Já em relação ao mercado de transação imobiliária, o levantamento mostrou que o mês de outubro totalizou 7.445 unidades residenciais vendidas. Entre os tipos de imóvel, aquele com maior disponibilidade sobre a oferta lançada foi o de alto padrão, com 31,2%, seguido do padrão luxo e econômico, com 29,5% e 29,3%, respectivamente. O padrão super luxo é o que apresenta a menor disponibilidade, com 25,3%.

Outros resultados do estudo apontam para um cenário em que o segmento comercial também teve bons resultados. A oferta lançada até setembro correspondeu a 8.304 unidades e a oferta final a 1.064. Desta forma, 13% das unidades lançadas ainda estão disponíveis para venda. 

Preço dos imóveis

O levantamento mostrou que o preço médio do metro quadrado residencial fechou setembro em R$ 12.976, uma redução de 0,1% em relação a agosto. Os valores estão distribuídos desta forma: 

  • 1 dormitório R$ 13.924; 
  • 2 dormitórios R$ 9.353; 
  • 3 dormitórios R$ 15.306; 
  • 4 dormitórios R$ 20.884

“O metro quadrado dos apartamentos de um dormitório são mais caros, pois englobam as unidades mais valorizadas. Geralmente são produtos localizados em áreas de maior procura, maior densidade e regiões centrais”, aponta Fábio. “Além disso, englobam unidades especiais, como studios e lofts, que são muito procurados por investidores com interesse em ganhos com locações futuras.”

Publicidade

NEWSLETTER
IMÓVEIS

Inscreva-se e receba notícias atualizadas do mercado de imóveis

Notícias relacionadas

Imagem destacada

O que verificar antes de comprar um imóvel?

3 minutos de leitura
Imagem destacada

“Corretores ruins destroem a reputação do setor”, afirma Roberto Nascimento, ex-CEO do ZAP Imóveis

4 minutos de leitura
Imagem destacada

Mercado imobiliário segue aquecido em Salvador

2 minutos de leitura
Imagem destacada

Entenda como é calculado o IPTU

1 minuto de leitura