Indicadores Estadão Imóveis
FGV IBRE: 
4.2%
FIPEZAP: 
0.57%
ICON: 
1.84%
IGP-M: 
0.60%
INCC: 
2.16%
PMI: 
44.1%
IMÓVEIS

Buscando sugestões para:


Página inicial / Arquitetura Sustentável / Como aproveitar a ventilação cruzada

Como aproveitar a ventilação cruzada

É importante observar qual face recebe vento mais abundante e, sempre que possível, ter duas fontes de entrada de ar


Da Redação

18/02/2021 - 2 minutos de leitura


ventilação cruzada
O ideal é que esta condição seja elaborada já no projeto inicial do imóvel, assim se evita gastos com reformas e possíveis adequações/ Foto: Getty Images
Expoimóvel Summit oferece opo...

04/08/2021 11:00 até 07/08/2021 21:00


Assine nossa newsletter e receba por e-mail as principais notícias e dicas.
Fique tranquilo, não enviamos SPAM.
Quero me cadastrar para receber informações relevantes por e-mail. Fique tranquilo, não fazemos SPAM.

Manter uma casa arejada é uma maneira simples e eficiente de se livrar da umidade. Isso acontece devido a menor incidência de fungos e bactérias – e uma boa ventilação também torna a sensação térmica mais agradável durante os dias de calor intenso.

Uma solução interessante para assegurar as melhores condições de circulação de ar é aproveitar a ventilação cruzada, com o uso dos recursos naturais, o que também proporciona economia com os gastos de energia elétrica.

Técnicas de aproveitamento da ventilação cruzada

Basicamente, a ventilação cruzada acontece quando um ambiente possui duas aberturas, permitindo que o ar entre por uma e saia pela outra. O ideal é que esta condição seja elaborada já no projeto inicial do imóvel, assim se evita gastos com reformas e possíveis adequações.

A proposta mais simples, normalmente, se vale de janelas e grandes aberturas voltadas para a face do terreno onde o vento é mais abundante, com um horizonte mais limpo e sem a presença de grandes imóveis ou barreiras naturais.

Então, são instaladas aberturas superiores na face oposta do espaço onde se deseja esse aproveitamento, já que o ar quente tende a subir, garantindo que o vento mais fresco circule e renove o ar na residência. Outra boa alternativa é contar com espaços no teto, as chamadas claraboias, que não são tão eficientes, mas ainda permitem esse aproveitamento.

Para ambientes onde somente uma face possui abertura, como uma janela, a melhor opção é contar com soluções que permitam a circulação de ar do lado oposto. Essa condição é muito comum em quartos, onde a alternativa é contar com portas abertas que permitam a circulação do ar.

Já é possível contar com boas soluções, como grandes painéis de madeira com a utilização de brises, um desenho similar a uma persiana aberta, que garante a privacidade do local, mas permite a ventilação cruzada. Outra boa opção é o uso do muxarabi, que proporciona circulação de ar e permite melhor aproveitamento da luminosidade vinda de outros ambientes, seja a luz natural ou artificial.

Como aproveitar melhor as janelas

A melhor alternativa é contar com opções que permitam a abertura total do vão por meio de dobradiças. As fenestras de correr acabam por bloquear 50% da circulação. É importante salientar que barreiras como estantes, sofás, racks e até mesmo eletrônicos, como televisão, quando posicionadas no trajeto do vento, atrapalham o caminho dos ventos. Neste caso, a melhor opção é recorrer às paredes opostas às aberturas.

Ainda assim, cada caso deve ser analisado individualmente, afinal, em locais onde a circulação e aproveitamento da ventilação cruzada é abundante, a presença de algumas barreiras não chegam a atrapalhar o suficiente para que um reposicionamento total seja necessário.

AVALIAR ESSE ARTIGO
Você precisa estar logado para comentar.
Faça o login


Notícias relacionadas