Depois de redesenhar suas estratégias de venda para modelos híbridos, com foco na digitalização, sem descuidar do físico, duas empresas do setor não ligadas a incorporadoras e contempladas no Top Imobiliário, Abyara Brokers e Fernandez Mera, estimam incrementar as vendas em 25% e até 70%, respectivamente, neste ano.


“Tudo indica que vamos ter um segundo semestre bastante forte”, diz Gonzalo Fernandez, presidente da Fernandez Mera, voltada ao segmento de alta renda. Ele prevê 70%, mas diz que o crescimento será de no mínimo 50%. “Digo isso porque, de janeiro a maio, tivemos 30% a mais em vendas do que no mesmo período de 2020, principalmente por conta dos estoques lançados a partir de outubro último.” A empresa prevê fechar 2021 com 35 lançamentos. 

“Estamos confiantes. Caso o Estado consiga administrar a pandemia, com o avanço das vacinas e assertividade nas medidas de combate ao vírus, além do controle da inflação dentro da meta, lançaremos aproximadamente R$ 8 bilhões este ano”, afirma Caetano Capano, presidente da Abyara Brokers, referindo-se à estimativa de 25% de alta nas vendas.

A Abyara aposta na alta demanda pelos imóveis populares em localizações centrais ao longo de eixos do transporte público e associados ao programa Casa Verde e Amarela. Os imóveis de uso misto – residência e escritório – também devem ganhar mais relevância a partir de agora. “Caso do Esquina Pinheiros, que lançamos em 2021 e já tem 80% vendido na primeira semana”, diz Capano. 

O empreendimento possui apartamentos de 82, 96 e 134 m², 1 a 3 suítes, estúdios, salas comerciais e lojas. Contudo, ele faz questão de citar o Parque Global, assim como a Fernandez Mera, como o grande destaque do ano. Localizado na zona sul, o megacomplexo com VGV de R$ 11,5 bilhões, tem 5 torres, 672 unidades lançadas e metragens de 142 m² a 552 m². 

Quarto lugar no levantamento da Embraesp, com mais de 3.000 unidades lançadas em 2020 e um valor geral de vendas (VGV) de R$ 3,9 bilhões, a Abyara Brokers não se intimidou, segundo Capuano, quando os estandes começaram a fechar e as restrições de circulação foram impostas pela pandemia, no ano passado. Tanto que a empresa fechou 2020 com alta de 23% nas vendas.

Assine nossa newsletter e receba por e-mail as principais notícias e dicas.
Fique tranquilo, não enviamos SPAM.

De acordo com ele, a companhia – que centraliza seus empreendimentos nas zonas sul e oeste da capital – estava pronta para esse momento, após experimentar 0 lançamento 100% digital do Vitta Ipiranga, em parceria com a Vitacon, no final de 2018. “Em março de 2020, direcionamos 100% do nosso investimento em marketing para o digital, migrando nossos eventos para as plataformas. Investimos em ferramentas e treinamentos, capacitando nossos corretores para atuar 100% de forma remota”, conta. 

Na 10.ª posição no ranking da Embraesp, a Fernandez Mera finalizou 2020 com 23 lançamentos – o que corresponde a 3.701 unidades, 400 mil metros quadrados de área construída e VGV de R$ 2,7 bilhões. A alta de 19% nas vendas frente a 2019, segundo o presidente Gonzalo Fernandez, deve-se em boa parte à digitalização. “Remanejamos vendas do off para o online, aprimoramos ferramentas e elevamos em 30% os investimentos em marketing digital.” 

Entre as soluções implementadas, ressalta a plataforma de tour virtual FMERA 360° e a adoção do chatbot com inteligência artificial para atendimento. “Na plataforma estão todos os nossos empreendimentos decorados e fotografados, e só no passado, teve mais de 78 mil usuários.” Fernandez aponta que a tendência do modelo híbrido de trabalho vem empurrando muitos compradores para fora do eixo Faria Lima-Paulista. 

“As pessoas perceberam que podem morar um pouco mais longe e isso favorece bairros como Chácara Santo Antônio, Morumbi, Lapa, chegando a Alphaville e até Jundiaí, que tem um grande potencial”, afirma. Investidores interessados em estúdios, e unidades de 1 a 2 dormitórios, voltados à locação, complementam a lista de quem busca opções nessas localidades.

Conteúdo originalmente publicado em https://economia.estadao.com.br/noticias/geral,top-imobiliario-2021-vendedoras-projetam-forte-alta-nos-negocios,70003756826